sábado, 6 de julho de 2013

Bastidores

Mike Pouncey agora joga no time dos pais... parabéns.
Passou batido aqui, mas no dia 02 o nosso Head Coach Joseph Philbin ( sim, Joe é apelido ) ficou um ano mais velho, ao completar 52 anos de idade. Já nas primeiras horas do dia, a Sra. Pouncey deu a luz ao primeiro filho do casal. O nome ainda não foi informado, mas está ele ai no colo do pai.

Parabéns a Coach Joe e ao pilar de nossa OL. Os dois merecem...

sexta-feira, 5 de julho de 2013

Ritmo lento...

Paul Soliai e Randy Starks estariam insatisfeitos com a demora em receberem propostas de longo prazo...

Após a falha, praticamente geral, em realizarmos nosso primeiro Hangout, o Blog entrou em um período sem posts. Talvez ninguém acredite, mas uma coisa nada tem a ver com a outra. Não posso falar pelos outros, mas eu mesmo estou em um período de transição em minha profissional e isso tem me custado quase todo o tempo. Além disso como moro no Nordeste, o mês de junho é tradicional de festejos, portanto estive bem ocupado.

Falando do Dolphins em si, finalidade do Blog, li uma notícia do Phinsider e não gostei do que li. Randy Starks e Paul Soliai - provavelmente uma das 10 melhores duplas de DT de toda a Liga - estão bem insatisfeitos com a ausência de propostas para renovação. Ai você amigo leitor pode perguntar: mas ele tem contrato para este ano, sendo que Starks recebeu a Franchise Tag. Sim, mas é o depois?

E é preciso citar que Starks ainda não assinou a Tag, portanto ele não poderá entrar para treinar na Trainning Camp. A Tag garante que ele fica com o Miami, não que ele jogue. Nos garante que se negociarmos ele iremos receber algo em troca. Apenas isso. Se ele não assinar, ele fica conosco sem ficar. Estranha situação, não acham?

Paul Soliai tem contrato pra esta temporada. Portanto não deveria se preocupar, certo? Errado. Jogadores no chamado "contract year" ficam preocupados, pois uma contusão pode acabar com o futuro financeiro destes. Sem falar que estes mesmos atletas tendem a rejeitar renovação na Off-Season seguinte. E estamos falando de um Pro-Bowler em 2011. E o contrato que ele assinou no começo de 2012 veta a utilização de outra TAG Bowl em 2013, ele poderá sair de graça. Lindo, não?

O caso de Starks me preocupa mais. Primeiro porque poderemos oferecer uma extensão a Soliai durante o ano se ele render em alto nível e o mesmo, se gostar, poderia renovar. Segundo porque jogador Tagado não tem segurança alguma pro futuro. Terceiro porque, na minha humilde opinião, Starks é um dos 5 melhores talentos do elenco. Sim, um dos 5. A saber: Wallace, Grimmes. Pouncey e Wake estão ao seu lado. E por fim, e está claro pela lista, ele é melhor do que o companheiro de posição.

Sendo assim só podemos renovar com um? Bom, a engenharia financeira dos contratos é interessante e em tese, daria pra manter o dois. Mas temos que ter cuidado em um ponto: a maioria dos contratos dos melhores jogadores do Miami vencem a partir de 2015 ( isso sem falar que gente boa como Grimmes e Keller assinaram por uma temporada apenas ) e se Tannehill virar um All-Star já temos uma ideia do quanto de grana isso poderia nos custar ( ao menos uns US$ 80 milhões em cinco temporadas ). E eu quero que ele vire, só pra ressaltar ( acreditar nisso é outro papo ). Portanto empacar algo com US$ 15 milhões por ano em uma dupla ( e este ano eles vão receber quase isso ) pelos próximos 4 ou 5 anos é temerário...

Eu já teria assinado uma extensão com Starks. Mas só de saber que nem proposta foi feita ainda, me deixa apreensivo. Afinal se manter a dupla pelo longo prazo seria preocupante, ficar sem ela ou ao menos um deles para 2014 é pior ainda...