sábado, 24 de agosto de 2013

5 Posições para se ficar de olho hoje diante do Buccs...

Sun Life receberá o time pela primeira vez...
Pré-Temporada é apenas para tirar a ferrugem e atuações destacadas devem ser relativizadas, assim como péssimas apresentações. Mas existem 5 setores nos quais devemos prestar mais atenção hoje, pois deles depende muito do nosso sucesso. E Tannehill não está entre eles. Ao menos hoje...

  • Tight End - A lesão de Dustin Keller na semana passada provocou pesadas mudanças. O Dolphins tinha em Keller a peça fundamental do ataque, planejando que ele fosse um alvo seguro e assim diminuísse os erros de Tannehill, podendo sempre ser acionado em ocasiões de perigo e dar conta do recado. Pois bem, um tackle – ao menos – exagerado pôs tudo por terra. Agora o time recomeça quase do zero e, o pior de tudo, sem ter alguém confiável como Keller pra servir “válvula de escape” pro nosso instável QB. Agora existem 3 jogadores claramente brigando pela posição de Starter: o segundo anista Michael Egnew, o rookie Dion Sims e o ( um pouco ao menos ) mais experiente Charles Clay., Este último parece levar vantagem. O quanto, veremos hoje... 
  • Right Guard – A OL como um todo está sob pesadas críticas, exceto o Center Mike Pouncey. Desempenhos ruins em treinos e nas partidas até aqui deixam todos com uma pulga atrás da orelha. Mas é na posição de RG onde devemos olhar para hoje ( pros menos informados, é o Guard que alinha do lado direito do Center, normalmente do lado em que também alinha o TE ). Este problema realmente pode ser resolvido se John Jerry, atualmente machucado, puder jogar durante a temporada. Os golfinhos um monte de jogadores tentando resolver o problema: Josh Samuda, Nate Garner, Richie Incognito e até mesmo Mike Pouncey, mas Jerry naquele lugar ( junto com Incognito atuando como Letf Guard e Pouncey no centro ) faz mais sentido neste momento. Lance Louis deve ter o seu momento hoje para provar que pode ser Starter. Ou será nome certo nos cortes do dia 31. 
  • Running Back – Tudo bem que todos sabem que Lamar Miller  será o Starter, mas hoje será a última chances de Daniel Thomas e Mike Gillislee de demoverem Mike Sherman e Joe Philbin dessa ideia. Correr bem hoje, marcando TDs pode ser a senha para ser Starter. Ou ao menos ficar na frente do rival dentro do Depth. 
  • Cornerback – Salvo algo muito improvável aconteça, os starters já estão definidos: Brent Grimes e Dimitri Patterson. No entanto, após o corte de Richard Marshall, a vaga de CB Níquel e os reservas voltaram a ganhar competitividade. Quem será o reserva imediato dos titulares, ganhando bem mais tempo em campo que os outros? Será que Nolan Carroll será o Níquel dessa secundária? E os novatos Taylor e Davis, serçao apenas observadores? Muitas destas respostas começam a serem respondidas hoje a noite... 
  • Defensive Tackle – Uma mudança ainda no começo da TC tornou atraente um setor que parecia definido. O deslocamento de Jared Odrick para o meio da DL, fez com que 3 jogadores de bom nível passassem a brigar pela titularidade. Paul Soliai e Randy Starks pareciam pule de 10 antes de a temporada começar, mas agora... Pois bem, agora temos uma briga enorme. Além dos 3, existem dois bons valores atuando bem: Kheeston Randall e AJ Francis. Em tese, eles brigam entre si para ver quem fica pra temporada. Páreo duro, portanto, olho neles...

quarta-feira, 21 de agosto de 2013

Prévia dos 53 homens da temporada 3.0

Algumas boas surpresas com certeza...
O Blog The Phinsider, de onde eu sempre trago notícias, fez uma prévia dos 53 jogadores que serão escolhidos para comporem o elenco do Miami. Algumas surpresas interessantes, vamos a eles:
  • Quarterbacks: nada de novo, pois esta é a ordem certa que o time fará, talvez apenas cortando Devlin e tentando colocá-lo na Pratice Squad;
  • Runningbacks: Duvido muito que o time fiquei com 4 corredores ( mantendo Gray na lista ) e ficando sem FB, cortando Jovorkie Lane. Aqui eu discordo. O time deverá ficar com 3 RBs + Lane;
  • Tight Ends: 4 TE´s? Duvido também. O mais correto é ficarmos com 3, sendo cortado Kyle Miller;
  • Wide Receivers: Seriam 5 pela previsão do Thephinsider e eu concordo com o número, mas discordo dos nomes. Acho que com a saída de Keller, iremos precisar um alvo "grande" e por isso - postei sobre isso ontem - acho que Keenan Davis, Jeff Fuller e Andrell Smith disputariam uma vaga entre eles. Não faz sentido algum manter tantos WRs baixinhos;
  • Linha Ofensiva: 10 jogadores? Duvido. O máximo que o time deve manter são 9. Para mim quem dança é Will Yetman;
  • Defensive Ends: Tudo certo na quantidade e nos nomes;
  • Defensive Tackles: Só discordo de AJ Francis na lista. Acho que 5 DT´s é um número exagerado;
  • Linebackers: Serão estes mesmos, previsão com 100% de chances de estar certa;
  • Cornerbacks: Polêmica a vista? Nem tanto. Com o corte de Marshall, ficar com estes nomes é algo óbvio demais.
  • Safeties: Nada a dizer, os nomes são estes mesmos...;
  • Special Teams: Lista lógica...;
De um modo geral eu discordo com as opções para TEs e RBs. Deixar Jovorskie Lane de fora me parece um absurdo, assim como ficar sem WR alto ( e os temos no elenco atual ). Mas a lista não deve fugir mais do que 15% desta ai... claro e evidente, que jogadores cortados de outras franquias podem aparecer e isso é natural...

Dolphins Wave - Bolão 2013

Esse era o logo do nosso bolão de 2010
Bom galera eu vinha bolando um bolão diferente nesses últimos meses e cheguei numa conclusão legal, vou fazer o bolão como fiz em 2010 eu mesmo faço as contagens e apostas pelo próprio blog da trabalho dá mais eu acho mais legal e esse ano vai ter um premio e a pontuação vai  ser um pouco diferente vamos aos detalhes.

Pontuação:

No primeiro bolão a pontuação era bem simples acertou o vencedor 1 ponto porém agora vamos inovar, exemplo.

Aposta: Dolphins 20 x 03 Patriots
Resultado Dolphins 27 x 10 Patriots = 1 Ponto

Aposta: Dolphins 20 x 03 Patriots
Resultado Dolphins 21 x 03 Patriots = 2 Pontos

Aposta: Dolphins 20 x 03 Patriots
Resultado: Dolphins 20 x 03 Patriots = 3 Pontos

Prêmio:


O vencedor do bolão vai ganhar um Box personalizado do Dolphins com 5 jogos em DVD incluindo os dois títulos do superbowl, qualquer duvida só perguntar tanto no facebook ou nos comentários, quem quiser participar favor deixar um email de contato nos comentários 

terça-feira, 20 de agosto de 2013

Quais jogadores do elenco podem ganhar espaço com a contusão de Dustin Keller?

Charles Clay agora é o Starter...
"Este é o futebol”, foi o que disso Mike Wallace após o jogo. "Ele é uma grande pessoa, grande jogador, mas essas coisas acontecem o tempo todo. Agora é hora de outro jogador assumir o lugar e seguir em frente". Mas quem seria o próximo starter como TE, sendo que Keller era claramente Starter e por muito?

Fullback Charles Clay é o segundo no Depth Chart e é o mais provável de obter a primeira chance como substituto de Keller. No ano passado, o Dolphins fizeram esforços para que Clay pudesse ser mais utilizado, reconhecendo o potencial que ele tem e sua habilidade com a bola nas mãos. No entanto, ele tem uma tendência a desaparecer, às vezes, por isso o time pode pensar em outras opções.

Se Clay não satisfazer, Dion Sims pode fazer mais sentido. Ele é um jogador fisicamente grande, que sabe como bloquear, mas que nem por isso perde a capacidade atlética para ser uma ameaça recebendo. Ele teve uma boa pré-temporada/training camp, e agora poderia ser convidado a fazer mais. Sims foi draftado no quarto round e ele ainda seria meio cru para ser Starter, mas existe alguém com experiência farta no elenco?

Outra opção seria usar Michael Egnew. Ele frustrou os fãs depois de uma temporada de estreia(??) onde ele ficou inativo em 14 dos 16 jogos da equipe, e fez não recepções nos jogos em que ele atuou. Egnew é um grande alvo em campo, com uma fraqueza evidente em seu jogo quando se trata de bloqueio. No entanto, ele passou a offseason focado em ficar mais forte e melhor no bloqueio, e tem mostrado isso no campo de treinamento. Ele não é um excelente bloqueador, e provavelmente nunca será, mas em um ataque que ia usar Keller como um alvo primário para o quarterback Ryan Tannehill, Egnew poderia usar a sua capacidade em receber passes para ser a resposta que o time precisa.

Fora estes, os mais prováveis, temos outras opções, como por exemplo Kyle Miller. Na faculdade ele serviu principalmente como um long snapper, mas em sua terceira TC ele treinou como TE em todas. Este ano, ele teve uma boa TC, mas está machucado agora, e não jogou no sábado. Miller não vai ser o substituto de Keller por si mesmo, mas ele poderia ser parte da resposta.

Os golfinhos também podem mudar Jorvorskie Lane e/ou Evan Rodriguez para a posição de TE. Como atuam como FBs, eles possuem bom controle de bola e já recebem alguns passes naturalmente. Miami tem alguns grandes wide receivers encorpados no plantel que poderiam serem usados no jogo de passes da mesma forma como a equipe imaginou usando Keller. Todos eles são jogadores jovens, como os UDFA Keenan Davis e Andrell Smith ( ambos tem 1.91m e 98kg ) ou o WR segundo anista Jeff Fuller ( 1.93m e 101kg ). Embora nenhum deles possa ajudar nos bloqueios, seus tamanhos podem dar a Tannehill um alvo maior em rotas mais curtas.


Agora é esperar e ver quem vai ser o starter na primeira partida, diante do Browns.

segunda-feira, 19 de agosto de 2013

Metade da pré temporada se passou e as TCs acabaram. Quais impressões ficaram sobre o Dolphins até agora?

E finalmente parece que temos um CB que rouba bolas. Eu já estava cansado das mãos de alface de Smith



Já passamos da metade da pré temporada (visto que a nossa é de 5 jogos, e não 4 como as outras equipes). A pergunta que fica: que imagem nos passou essa equipe do Dolphins, tão falada e tão badalada na offseason?

Os tópicos que deixarei aqui se tratam unica e exclusivamente da minha opinião (Derek Szabó).
Estando isso bem claro, vamos aos tópicos:
  • Nossa defesa starter é top, e temos bons reservas em alguns setores. Vejo o Dolphins como um time chato de se vencer essa temporada;
  • Ainda falando da defesa, Jordan, se conseguir se manter saudável, ajudará nosso já consagrado Cameron Wake a aterrorizar os QBs adversários. Brady que se cuide!
  • Lembra-se que ano passado não tínhamos CB? Pois é. Esse ano temos. E creio que o cara da foto será o FA of the Year pelo Dolphins. Além dos outros CB que já temos, sejam experientes como Marshall e Patterson (um deles com certeza vai rodar), sejam rookies como Davis e Taylor; 
  • Temos um novo Kicker. Sinceramente espero a mesma consistência de Carpenter até 2011. Desejo boa sorte à esse, que durante os anos de Sparano, fora nosso herói. E mais sorte ainda ao novo dono da posição, Caleb Sturgis; 
  • Brandon Fields é de outra galáxia. Sem mais;
  • Jared Odrick está treinando como DT. E bem. Provavelmente não volta mais para DE, principalmente pelo fato de Olivier Vernon e Dion Jordan estarem bem nessa posição. Importante termos um DT sólido além de Soliai e Starks. É provável que ao menos um deles não esteja mais no nosso plantel ano que vem; 
  • Sinto falta de ouvir o nome de Reshad Jones. Após uma temporada espetacular ano passado, espero que continue evoluindo. Ou vivo numa bolha, ou ele não está surpreendendo, até agora; 
  • E finalmente cheguei no ataque. Começando pelo lamentável fato do melhor alvo de Ryan Tannehill nos treinos ter perdido o joelho, a temporada e possivelmente a carreira. Espero realmente que Keller consiga dar a volta por cima. Ele era um jogador em que eu acreditava e muito. Quem me conhece já sabe disso. Egnew meu filho. Hora de mostrar a que veio; 
  • Quanto a Egnew, não parece mais ser um cone. Alguns treinos com os starters e uns bons snaps e pode ser um TE decente. Não ao nível de Keller, mas, já quebra um galho;
  • Sims também tem mostrado algum talento. Eu também acredito nele, mas acho que ainda tem muito o que ser lapidado. Por incrível que pareça, hoje confio mais no Egnew do que nele, apesar de, na época do Draft, achar que ele foi um bom achado; 
  • PRECISAMOS DE UM RG STARTER EFETIVO. E URGENTE!!!
  • Martin ainda está se readaptando ao lado esquerdo. Uma posição difícil de se jogar. Mas na boa, se comparado aos últimos 2 anos de Long, está bom; 
  • Sinto saudades do Reggie Bush, talvez a única decisão que julgo errônea dessa offseason do Dolphins. Ele era inconsistente, mas querendo ou não, assustava bem mais as defesas adversárias do que Lamar Miller; 
  • De todos os RBs que temos, Gray é o que mais confio. Gilislee pra mim foi um tiro no pé, Thomas saudável é perigoso, mas é bem difícil imaginá-lo saudável. E Miller, nosso starter, bem, eu não confio. Espero estar errado, pois precisaremos E MUITO do nosso jogo corrido, se quisermos alcançar algo nesa temporada. Na minha humilde opinião, esse grupo de RBs é bem fraquinho; 
  • John Jerry, por incrível que pareça, fez falta enquanto machucado; 
  • A OL é nosso ponto fraco. Sem ela, o jogo corrido que não tem mais um grande nome, some, e o nosso ainda muito inexperiente QB, sem tempo pra lançar, só pode dar merda. Não precisa ser aquilo que se diga "nossa como é boa essa OL", mas o cara ter 0,0000001 segundo pra lançar é sacanagem;
  • Lance Louis veio pra quê mesmo? O sentido de sua contratação eu já entendi. A efetividade, não. Vamos ver se quando saudável será útil; 
  • Temos bons valores como WR tentando cavar uma vaga no Depth. Acho provável o Bumphins ou o McNutt ficar com a vaga; 
  • Sim, temos um WR vertical!!!
  • Hartline vai sumir essa temporada;
  • Mike Wallace. O jogo contra o Texans nos deixa esperançoso. Se a química dele com o Tannehill continuar evoluindo, veremos coisas boas dessa dupla; 
  • E agora, Tannehill. Muitas dúvidas, e muito questionamento sobre ele. Ele ainda tem muito o que treinar nas decisões. Muito a evoluir. Do primeiro jogo (contra o Cowboys), até aqui, noto uma boa evolução. No primeiro jogo não fez nada. Talvez por não ter tido tempo para fazer, talvez por se poupar por se tratar de um jogo de pré pré temporada. Contra o Jaguars começou mal mas depois melhorou, terminando sua atuação com um TD. Dirigiu um bom drive contra o Texans em conjunto com seu novo alvo, resultando em um TD de craque, achando um buraco importante na Endzone. Ele tem estalos de genialidade, mas ainda tem que consertar os estalos de burrice que tem de vez em quando. Eu realmente acredito no Tannehill. Eu vejo uma evolução nele. E vale também ressaltar que, mesmo em pré temporada e jogando pouco, ainda não lançou INT. Cuidar da bola é essencial. Uma pena que o cara com quem ele mais estava criando química teve o joelho destruído.


Bom, essa é minha humilde opinião até aqui. Pode mudar com o tempo? Com certeza. Podem ser precipitadas ou equivocadas? Sem dúvida. Mas é o que eu penso.

Alguém discorda de algum ponto ou acrescentaria algum ponto? A caixa de comentários é toda de vocês!

domingo, 18 de agosto de 2013

Que derrota... e nem refiro a perder ( mais uma vez ) pro Texans...

Dustin Keller chora de dor no chão do gramado do Reliant Stadium...
O Miami Dolphins ainda não se pronunciou, mas para todos os que viram o lance é óbvio uma coisa: a temporada ( quem sabe até mesmo a carreira ) de Dustin Keller acabou. Foi feia demais a cena e o choro em campo já dizia tudo. Ele que passara por coisa semelhante ano passado, agora perde a temporada antes dela começar. A reação automática de levar a mão no local da contusão e o corpo imóvel, a dor, o sofrimento e a certeza de que já era.

Nós do Undefeat Team torcemos pela mais rápida e melhor recuperação de Keller. Que ele possa se recuperar e ainda jogar profissionalmente, mesmo que não seja com nossa camisa, afinal ele assinou contrato de apenas uma temporada.

Um adendo importante: o jogador do Texans é mau caráter toda vida ( e por isso não vou aqui reproduzir o nome dele ), pois ele deu o Tackle no joelho...

Update: o pior se confirmou, infelizmente, e a temporada ( com uma nada desprezível possibilidade de ser até a carreira ) de Dustin Keller terminou. O Miami agora corre atrás de um substituto e as opções mais atraentes são Kevin Boss ( ex-Giants ) e Todd Heap ( ex-Ravens ). Ao que parece Clay passará a ser o Starter, com Sims e Egnew logo atrás.