domingo, 27 de abril de 2014

Estrelas do Draft: Calvin Pryor, FS - Louisville

levanta o braço quem tem qualidade para ser Top
São tantos os buracos do elenco do Dolphins que seriam necessárias 4 ou 5 picks no primeiro round para poder cobri-las. E mesmo assim seria necessário fazer escolhas perfeitas. Claro que isso é impossível, em todos os aspectos...

Mas nem sempre você deve escolher apenas baseado na carência. De vem em quando os GMs dos times tem a chance de escolherem futuras estrelas/lendas do esporte e ai, neste momento, devem mandar às favas as maiores carências do elenco. Pode ser o caso do Miami em 2014 com Calvin Pryor, candidato nato a estrela. Qualidades e potencial não lhe faltam para se transformar num All-Star. Dado que nosso elenco só tem um vindo do Draft é algo para se pensar, não é mesmo? Vamos ao perfil de Pryor:
  • Pontos Fortes: Seguro defensor, raramente é batido. Jogador com instintos fortes é uma playmaker nato. Força diversos turnovers e não perde oportunidades. Jogador físico, não foge do contato. Veloz, versátil e durável: três das melhores qualidade para um Safety;
  • Pontos Fracos: O seu maior defeito aparente é ter dificuldades em marcar Tight Ends e nas marcações no meio do campo, que sempre requerem mais habilidades dos Safeties. No mais, nenhum defeito aparente;
  • Notas: É um jogador contra o qual QBs não irão querer enfrentar, preferindo jogar a bola do lado oposto ao que ele alinhe. Sua ótima leitura das jogadas poderá torna-lo num jogador de elite. Em 2013, como Júnior, conseguiu 75 tackles, 3 interceptações, 4 passes defletidos e forçou 2 fumbles. Números de jogador de elite.
  • Porque Draftar: Ele tem tudo para ser um Safety de elite. Seria uma pick fora de nossas 3 maiores carências ( TE, OG/OT e OLB ), mas seria uma escolha sensata, com grande possibilidade de resolver o problema do setor onde joga. E jogadores assim não aparecem todo dia.
  • Porque não draftar: Basicamente nada conta contra a sua escolha. Exceto se sobrasse o outro Safety cotado pro primeiro round ( Haha Clinton-Dix de Alabama ). Ai ele não seria a escolha certa...;
  • O que o Flávio faria: Draftaria. Ele é aquele jogador que chega e resolve. Está apto para atuar na NFL. Por mais que precisemos ainda de outras posições, um talento assim é complicado deixar passar. E eu não deixaria...
Comentem. Sempre é excelente saber o que as pessoas pensam.

Estrelas do Draft: CJ Mosley, ILB - Alabama

Seria a hora de passar a ter um LB como estrela?
O Draft está chegando. Daqui a duas semanas já saberemos se teremos o que comemorar ou se por mais um ano teremos o que o Miami sabe melhor fazer: péssimas escolhas. Dia 08 o Miami terá uma escolha mal posicionada sem ter ido a post-season. E com ela, é claro, o talento é mais reduzido. Contudo, sabendo escolher, dá para conseguir bom material com a pick 19. Mas o problema é que aqui é o Miami Dolphins e isso é sempre exigir demais.

A estrela de hoje é CJ Mosley, ILB de Alabama. Um cara que poderia sair mais cedo, mas tem recentemente caído nos Mocks. Melhor para nós, pois ele é bom e tem condições de acabar com a mesmice entre nossos LBs, carentes demais desde a saída de Zach Thomas. Vamos ao perfil de Mosley:
  • Pontos Fortes: Excelente contra o jogo de passe, tem boa leitura em blitz, muito bom na marcação homem a homem e na cobertura de Tight Ends. Pode jogar tanto no 3-4 quanto no 4-3. Os analistas acham-no preparado para jogar em alto nível desde o começo e elogiam sua técnica apurada. Jogador com excelente índice de trabalho;
  • Pontos Fracos: Não possui tamanho e velocidade de elite ( Zach Thomas também não tinha ). Normalmente não se dá bem quando enfrenta mais de uma rota. Sua durabilidade está sendo bem questionada, pois terminou a sua segunda temporada com um quadril deslocado e seu joelho é outro problema. Seria draftado estando machucado, o que não é nada bom;
  • Notas: Teve sua melhor temporada como Júnior ( 2012 ), do que como sênior no ano passado. Jogador da NFL com quem mais se parece: Navarro Bowman ( Niners );
  • Porque Draftar: De um modo geral, dada a falta de qualidade dos nossos LBs, é uma pick segura. Tem qualidades e poucos defeitos. Tem relativo potencial de crescimento, mas nosso time tem problemas em desenvolver jogadores mesmo...;
  • Porque não Draftar: Durabilidade. Ele sofreu com contusões e agora está machucado. Problema que nos remete a Jamar Taylor...;
  • O que Flávio faria? Sem definição clara. Estando Martin ou um Guard disponível eu não o draftaria. Mas com estas opções fora, ele passa a ser uma pick interessante. 
O que acharam?