terça-feira, 22 de dezembro de 2015

Week 15: Dolphins 14 x 30 Chargers - Um jogo ruim do Miami. Portanto nada de novo

O cabeça de madeira fez 4 TDs. E isso resume a temporada do Miami Dolphins...
Perdemos. E mesmo sendo o que, no fim, todos gostaríamos nem por isso deixou de ser dolorida. Ver o time ficar no zero na primeira etapa doeu muito. É aquela coisa: eu não consigo ver um jogo e não querer que o time vença. Até o pessoal do outro blog ( e até lá parecem ter perdido a paciência com Tannehill ) passou a querer derrota, mas quando começou a partida, eu quis vencer. Só que... não dá né? Com um time inoperante no ataque e com uma defesa cheia de buracos e sem LBs não tem como... 

Reshad Jones, o MVP da temporada ao lado de Jarvis Landry, conseguiu uma linda interceptação e na vontade de marcar o TD ( talvez sabendo que o ataque teria sérias dificuldades de fazer isso ) tentou retornar e acabou sofrendo o fumble que foi recuperado por... Philip Rivers. Patético e decepcionante. Contudo, ele tem altos créditos na conta. Mas que foi um vacilo épico, isso foi.

Alguns tolos otimistas dirao que o segundo tempo foi 14x7 e que Tannehill foi bem no segundo tempo. Bem até a segunda página é claro e eu insisto: ele tem excelente números, talvez seja até o melhor QB da NFL nisso, no Garbage Time, em suma quando a partida está decidida e o adversário passar a jogar com menos intensidade. Pegue a atuação dele ( e de vários jogadores ) no primeiro tempo - quando o jogo valia alguma coisa - e compare com a do segundo tempo. Agora faça o mesmo com o time dos Chargers, só que ao inverso. E no fim, na NFL, perder o primeiro tempo por 23 e ganhar o segundo por 7 não lhe dá qualquer tipo de bonificação, como no Vólei onde perder por 3x2 é quase um vitória se comparado com o 3x0.

Perdemos. E agora é perder as próximas duas partidas contra Colts e Pats e terminar com 5-10 ( e a pior campanha desde 2007 ). Mas isso, quem sabe, pode trazer frutos futuros. Se bem que é bem capaz do time vencer Colts ( sem QBs e com uma defesa tao ruim quanto a nossa ) e o Pats ( em fim de feira de mais uma super temporada ) só para contrariar e ficar acima da 10 posição no Draft... 

Afinal, como todos sabemos, aqui em Miami Dolphins, e cometer mega erros ( o termo na verdade é outro ) nunca é demais. Só aguardando para ver qual será o da vez. 

domingo, 20 de dezembro de 2015

Week 15: Dolphins 00 x 23 Chargers - No intervalo um prelúdio da temporada...

Nosso Quarterback(??) coitado, nem consegue fazer nada...
Eu sei que perder é o melhor para o time, mas eu ODEIO perder. Acontece que alguns jogadores no atual momento nem conseguem disfarçar e uma apatia atroz toma conta do time. Perder um tempo por ZERO sempre é vergonhoso mas nem o ataque e nem a defesa conseguiram atuar, ao menos, de forma decente. Reshad Jones, o melhor da defesa, fez uma linda interceptação linda e tentou retornar para TD mas... sofreu o fumble que foi recuperado por Phillip Rivers. 

Jarvis Landry, o melhor do ataque, praticamente nao apareceu mas mesmo assim conseguir quebrar o recorde de OJ McDuffie ao alcançar 91 recepçoes. E ainda faltam 2 partidas e meia. No mais, nada digno de nota. Assim como na temporada inteira...

Week 15: Dolphins at Chargers - Tomara que o time nao invente de vencer...

Duelo de camisas 17? Que nada, o Bolt é muito melhor do que o "rival"...
O Miami Dolphins, matematicamente, está fora da post-season desde segunda. Apenas nos números porque jamais teve uma chance sequer, com esta porcaria que chamamos de time. Hoje vamos a costa oeste encarar o San Diego Chargers que cumpre temporada horrorosa.

Com a derrota na segunda voltamos para o Top Ten ( mais precisamente a oitava pick ) e outra hoje pode nos deixar até no Top 5, o que seria de grande valia. Sendo assim, pela primeira vez aqui neste blog: perde Dolphins, perde... 

Hoje é dia de você Tannehill ser o que você é de verdade: horrível. Lance 3 interceptações e erre mais de 50% dos passes. Nada de ser aquele cara que 2 ou 3 vezes por ano consegue atuar em alto nível só para enganar os bestas...

Perder hoje, perder semana que vem e perder na rodada final. É tudo o que eu quero. E tenho dito.