quarta-feira, 27 de julho de 2016

Quais seriam, hoje, os 53 jogadores escolhidos para a Temporada?

Quem serão os 53 jogadores que tentarão, mais uma vez, nos colocar no caminho das vitórias...

Esta semana teremos a abertura Trainning Camp. A equipe começara com 90 jogadores, mas até o final da pré-temporada terá que reduzir esse número para 53. Quem vai estar nessa lista? É hora previsão para o Depth Chart 2016:


  • Quarterbacks - Ryan Tannehill e Matt Moore. Nada de surpresa, infelizmente, por aqui. Seria necessário competição para Tannehill e manter Moore no elenco faz tudo menos isto. Assim sendo teremos um Starter "intocável" por mais ruim que ele seja e um reserva ganhando muito para não fazer nada. Pior cenário, é claro, impossível. Brandon Doughty não será cortado, mas sim deslocado para o Pratice Squad;
  • Runningbacks - Jay Ajayi, Arian Foster, Kenyan Drake e Damien Williams. Quantidade que, com certeza absoluta, não traz qualidade. Ajay é muito cru, Foster muito questionável em sua saúde, Drake era prospecto de quinto round e Williams... bom, Williams não é nada. De um modo geral dependeremos de um veterano que não joga nada a 3 temporadas e dois jovens com muitas, mas muitas mesmo, dúvidas. Aqui estamos piores, do que na posição de Quarterback;
  • Tight Ends - Jordan Cameron, Dion Sims, Jake Stoneburner e Thomas Duarte. Praticamente a mesma situação que entre os RBs, muitas peças mas pouca qualidade e produção em campo. O Site PFF, como eu postei, listou o contrato de Cameron como o terceiro pior de toda a NFL. Só isso dá uma dimensão de como estamos mal servidos. Some-se a isso o fato de que o QB não ajuda e... Cameron tende a começar como Starter, mas só porque os outros são piores do que ele;
  • Wide Receivers - Jarvis Landry, DeVante Parker, Kenny Stills, Leonte Carroo e Jakeem Grant. Seguramente temos a melhor dupla de jovens recebedores da Liga em Landry e Parker. Eles se jogassem para um Aaron Rodgers, Drew Brees, Tom Brady e mais uns 3 ou 4 QBs Tops da Liga, virariam lendas. Mas com Tannehill... deixemos o QB de lado e falemos que o setor promete ser o melhor do time. Landry já é uma realidade e Parker tende a melhorar muito com um esquema organizado. Os outros... bom Stills depende da deep ball no lugar certo e isso sabemos que não vai acontecer e os dois rookies tem buracos demais para serem considerados ameaças. Mas mesmo assim é o melhor setor do time, o que diz muito sobre a qualidade do elenco;
  • Linha Ofensiva - LT: Branden Albert, LG: Laremy Tunsil, C: Mike Pouncey, RG: Billy Turner, RT: Ja'Wuan James, Sam Young, Jermon Bushrod, Jamil Douglas e Dallas Thomas. Nos últimos 3 Drafts, gastamos 2 picks com OT. Acho que todos sabem o que penso das escolhas de James e Tunsil. Existiam outras opções - melhores - e outros rounds mas gastamos escolhas neles. E nada de OL que possa ser considerada de elite. Se levarmos em conta desde Pouncey em 2011, tivemos 12 picks em jogadores para o setor, com diversas bolas furadas, como Jonathan Martin. A escalação citada acima não me anima, mas em tese pode dar certo. Dará? Ai é pedir demais...
  • Defensive end - Cameron Wake, Mario Williams , Andre Branch, Terrence Fede, Chris McCain e Jason Jones. Sejamos realistas: Cameron Wake tem 34 anos e está voltando de uma seríssima contusão. O que isso quer dizer? Que ele está mais perto do fim da carreira do que estava um ano atrás. Ele pode ser o DPOY? Claro que pode, mas não é o mais provável. Junte a isso um Mario Williams não é mais Super, que decepcionou na defesa do Bills com Rex Ryan, justamente o cara que é chamado - merecidamente - de o mago da defesa, e o cenário é ( ao menos ) obscuro, talvez até mesmo nebuloso. O time não trouxe um único DE no draft mesmo existindo muitos excelentes. Resultado? O setor é o exército de dois homens velhos e na rotação... não tem ninguém. Olhe para os nomes e tente encontrar alguém que ponha medo num QB e eu prometo parar de reclamar... Para encerrar o melhor prospecto de sucessor de Wake foi para Washington ( Olivier Vernon );
  • Defensive Tackles - Ndamukong Suh, Jordan Phillips, Earl Mitchell e Chris Jones. Maior salário do time, Suh tem que ser destruidor e conseguir ao menos 12 sacks este ano. Alguém espera isso? Se a resposta for sim, você vai se decepcionar pelo segundo ano seguido. Phillips parece ter algum futuro e tomara que não aprenda o lado ruim de Suh, apenas o bom. Mitchell é um veterano caro ( parte desta grana poderia ter sido usada para manter Vernon ) e Jones é apenas uma garantia caso um dos outros três se machuque. Contudo, este setor está bem longe de ser um problema como o anterior e o... bom, vocês sabem muito bem que setor vem a seguir...; 
  • Linebackers - WLB: Jelani Jenkins, MLB: Kiko Alonso, SLB: Koa Misi, Zach Vigil, Spencer Paysinger Neville Hewitt. Na DL ainda podemos, ao menos, dizer que temos Wake e Suh e esperar algo de bom do "velho" Super Mário, mas aqui... não tem muito o que esperar. Este setor aqui não mete medo em nenhum OC da Liga, nenhum. Falta uma estrela e um jovem promissor. São nomes meia boca que teriam dificuldades de conseguir vaga com reservas nas melhores defesas da NFL, mas 3 deles aqui são titulares inquestionáveis!!! E o mais assustador foi ver o time fazer trocas horrorosas, comprometendo até o Draft de 2017, e não selecionar um único LB que fosse. E fechar os olhos no mercado... ah, mas teve o super Kiko Alonso, não é mesmo? Pois é... este é candidato a pior aquisição do ano na NFL. Tomar que eu esteja errado... mas eu raramente estou, não é mesmo?
  • Cornerbacks - Byron Maxwell, Xavien Howard, Bobby McCain, Tony Lippett e Ifo Ekpre-Olomu.Eu juro que eu gostaria de saber como fica Tom Brady quando ele olhar essa escalação quando for enfrentar o Miami Dolphins no Sun Life. Deve pensar algo assim: esses caras, é sério? Nenhum dos nomes desta lista seria Starter em uma franquia decente. Nenhum deles. Em times de ponta, nem ficariam entre os 53, tirante Maxwell. É um amontoado ruindade, tendo até um WR na lista. Howard, que custou caro no draft, nem vai começar treinando este ano na TC, porque chegou machucado. E mesmo o menos pior deles, Maxwell, custou bem caro a nós, não custa nada lembrar;
  • Safeties - Reshad Jones, Isa Abdul-Quddus, Michael Thomas e Walt Aikens. Ao menos tem uma estrela no setor. Mas o resto... é o resto. Jones é um dos melhores Safeties da Liga e impõe respeito, mas os OCs, é claro, armam o ataque para evitá-lo e atuar do lado em que ele não esteja;
  • Especialistas - P: Matt Darr, K: Andrew Franks e LS: John Denney. Acreditem ou não, depois de Wake e Pouncey, o jogador que é Starter do time a mais tempo é John Denney, o nosso Long Snnaper. Desde 2006 o Miami teve 5 Kickers e 3 Punters, o que é considerado alto para os padrões da Liga. Quando Adam Vinatieri começou na NFL os atuais Kicker e Punter do Miami estevam no Jardim da Infância. Eles não são ruins, claro. Mas também não fazem parte da elite, muito pelo contrário. E, via de regra, desde 2009 que o melhor jogador de ataque do Miami é o Punter...
Resumo

Ataque: 24 
Defesa: 25 
Equipes Especiais: 3

Certo, a conta dá 52 jogadores e temos direito a 53. A conta está assim porque falta um atleta: Dion Jordan. Caso ele seja reintegrado, a vaga seria dele. Caso contrário, eu adicionaria Jordan Lucas, cornerback.


E ai, o que acharam da Lista? Comentem, critiquem, defendam... o espaço é de vocês

Nenhum comentário: