terça-feira, 18 de outubro de 2016

Análise da corrida de Jay Ajayi para selar a vitória contra os Steelers


Jay Ajayi teve um dia inesquecível. Ele, uma escolha de quinto round ano passado, vinha sofrendo muita pressão, afinal era o Starter de um ataque apático, com pouca coisa para destacar. Seu desempenho até a semana passada era, digamos assim, sofrível, pois em 5 partidas tinha a assombrosa marca de 117 jardas e 2 Tds. Depois da partida contra o Steelers, ele praticamente dobrou as jardas ( ao correr 204 ) e fez isso com os TDs. Quanto disso é obra do acaso e quanto é mérito de uma mudança de ares?

Existem algumas coisas a serem analisadas. A primeira é que Mike Pouncey, nosso Center, finalmente estreou na temporada. E ele, All-Star que é, conseguiu elevar ( como esperado ) o nível da OL, tanto que Ryan Tannehill não foi sacado. Além disso, Pouncey sozinho consegue segurar um e até dois DLs, facilitando a vida dos Guards e dos Tackles. Detalhe: eles não ficaram espetaculares não, tanto que James comeu mosca em dois lances permitindo perda de jardas nas jogadas. Mas fica mais fácil jogar com um All-Star, isso é inegável. Segundo que o time fez alterações sim no plano de jogo, porque o anterior claramente não estava dando certo. Ai vem a pergunta: porque demoraram tanto para fazer o óbvio? Adam Gase com a resposta, ou não.

Por isso é que antes de soltar rojões e acreditar que temos um ataque de 30 pontos é preciso ver mais desse sistema, que a meu ver pode ter sido resultado de fatores que não estarão presentes, por exemplo, contra o Bills no domingo. Mas claro que é animador, mas alguns exageram e já apontam que Tannehill enfim deu certo. Menos né?

Sobre a jogada que finalizou a partida, temos uma aula de bloqueios e como correr na NFL. Comecemos pelo snap ( as imagens são prints do vídeo da jogada )


O lance era crucial. O Steelers ainda tinham 2 tempos para pedir e o placar era perigoso, 23x15, uma posse de bola apenas com conversão de 2 pontos. O clima parecia ser do time de Pittsburgh, que acabara de marcar um Touchdown. Tudo conspirava contra o Miami, como diversas vezes vimos acontecer nestes últimos anos. Mas dessa vez seria diferente. Saindo numa formação em Y, claramente para uma corrida e o Steelers avançou suas peças para tentar conter a jogada. Após o Snap Mike Pouncey avança e vai realizar um bloqueio no segundo nível, deixando Jermon Bushrod e Ja'Wuan James com os DLs que tentaram ir atrás de Tannehill e Ajayi. Dion Sims também saiu para realizar um bloqueio bem além da linha de scrimmage, com MarQueis Gray fazendo um bloqueio simples na linha. Complementando o movimento Jarvis Landry foi buscar bloquear o CB que deveria lhe marcar. Essa configuração aparece na imagem abaixo:


Tão logo Ajay começou a correr, viu um grande corredor aberto pela direita da linha, por onde fez um corte rápido para ele. Ao passar pela linha de scrimmage ele fez um corte rápido para o centro o first down era mais do que certo, mas o defensor livrou-se de Pouncey e era - a esta altura - a única ameaça para a corrida de Ajay, como vemos na imagem abaixo:


Landry fez bem o seu bloqueio e Pouncey ainda consegue atrapalhar o marcador e Ajayi passa como uma flecha entre os dois. Resta agora só o Safety que tentar cortar a linha...


Ao passar no meio de dois defensores, Ajayi finalmente é tocado e deslocado de sua rota para a direita e perde um pouco de velocidade. O safety sabe que precisa contê-lo ou o dano será maior. O tackle acontece em cima da linha de first down. O defensor acima tentar ganhar velocidade para, caso Ajayi passe ele consiga evitar o Touchdown...


Ajayi passa e ai fica livre para correr até a end zone... e comemorar.





Um comentário:

Ruy Pimentel disse...

Feliz estou e ao mesmo tempo também não, porque ? Feliz porque o time jogou bem e teve inteligencia para controlar o tempo, mas preocupado por achar que essas foi uma daquelas vitórias que sempre temos em todo ano e terminamos com saldo igual ou negativo de vitória e derrotas, quero muito que esta seja uma arrancada, mas como já vi nos ultimos 4 anos nosso time joga bem umas 4 partidas de forma que bate ate campeões, e pipoca na hora de consagrar.
Mas e torcer para que queimem minha lingua.