quarta-feira, 15 de novembro de 2017

Week 10: Dolphins 21 x 45 Panthers - Mais um massacre em horário nobre...

Esses 2 mereciam coisa melhor...
O que dizer depois de mais uma vez termos passado vergonha em horário nobre? Que era o esperado por causa da ? Que infelizmente sabemos que vai voltar a acontecer nos anos vindouros? Que no ano que vem com um Draft e uma free agency resolveremos o problema?

Acredite quem quiser, naquilo que quiser acreditar, mas sinceramente eu não aguento mais. Quantos anos mais de mediocridades precisaremos passar para que finalmente tenhamos ao menos dignidade? Será que não importa trocar de técnico, general manager, de proprietário... nada altera a ruindade instalada em Miami? Será que precisaremos trocar de... time? Sinceramente é o que falta...

Sobre a partida em si, alguém ai viu melhoras no time desde o massacre sofrido para os Ravens? Aliás, alguém ai já conseguiu entender a troca de Jay Ajayi? Tipo, com a troca era de esperar que Adam Gase, o mago dos ataques, fizesse o setor sair do lugar não? Pois bem, foram 45 pontos é verdade nas duas partidas, mas metade disto quando o jogo já estava perdido, no chamado Garbage Time...

O ataque do Miami Dolphins ou é o pior da NFL ou um dos 3 piores em todas as categorias. Só temos uma coisa boa: aproveitamento na Red Zone. Então qual é o problema? Simples: enquanto time vencedores chegam 5 ou 6 vezes na Red Zone por partida, nós chegamos 2. Chegar lá é o problema. E mais uma vez o Garbage Time aparece: o aproveitamento é o melhor da NFL quando o time está perdendo por 2 posses no quarto final da partida. Assustador. 

A defesa não tem como render em alto nível se o ataque não produz. E na segunda... bom, até que o ataque foi bem, mas ai Jay Cutler lançou uma interceptação tosca ao extremo. Alguns apontarão que Ryan Tannehill voltará em 2018... mas, a questão é: ele vai voltar como era a antes da cirurgia? E o Tannehill de antes da cirurgia mudaria este time no Contender que almejamos? Eu tenho certeza que não. Mas hoje não falaremos dele. Hoje não...

Perder em Charlotte estava nas minhas contas, porque o Panthers é um time melhor. Mas eu, sabe-se lá porque, esperava que numa empolgação de uma campanha positiva ( 7-2 em sonhos delirantes ), a equipe conseguisse equilibrar e quem sabe até mesmo vencer a partida. Mas com 4-4 e vindo de massacres... foi aquilo que ( não ) se viu em campo. Patético, bizarro e humilhante. A próxima partida é contra os Buccs, que é um adversário contra o qual jogaríamos na Semana 1, mas por causa do furacão irma foi remarcada a nossa semana de bye.

Sobre o jogo, pouca coisa a dizer. Só que não sei porque a NFL marca jogos nossos em prime-time... o resultado é sempre o mesmo. Depois eu ainda posso fazer uma análise de atuações. Mas como mostra a foto que ilustra este post, Cameron Wake Ndamukong Suh mereciam mais do que este time atual em que jogam. Assim como outros, dentre eles DeVante Parker e Jarvis Landry.

Nenhum comentário: