segunda-feira, 22 de outubro de 2018

Um domingo normal em Miami...

Defesa e ataque fazendo a festa dos rivais... nenhuma surpresa.
No começo da temporada eu acreditava que seria complicado vencer as duas partidas em casa seguidas contra os times da NFC Norte. Por vários motivos: não somos confiáveis é a maior delas, mas também porque os 2 times tem grandes valores. Bom, trocando em miúdos eu apostava em 1-1 contra eles. O que, de fato, aconteceu. Mas, como sempre, o problema não está apenas em perder e sim como se perde.

Semana passada estivemos 3 vezes no inferno e conseguir encontrar forças para vencer. Agora, digamos assim, foi tudo ao contrário porque nunca tivemos o controle da partida. Sempre atrás, sempre tomando corridas e mais corridas e com Stafford metendo bala nos passes. De um modo geral, a defesa ficou devendo. Mas colocar a culpa nele exclusivamente é exagerado.

O ataque, todos sabemos não anda. E aqui também não sabe culpar apenas Brock Osweiller, porque Ryan Tannehill também não estava bem na temporada a ponto de conseguir vencer ontem. Ademais, Adam Gase e seu playbook pra lá de simples mata qualquer um de raiva. E ajustes é tudo o que não tem acontecido. Quinta tem uma parada indigesta no Texas, contra o Houston, de que perdemos por 1-7 na história. E ao que me parece, esta será a oitava derrota para os rivais. 

Além da derrota tudo indica que perdemos Albert Wilson para o resto da temporada. Tannehill, se voltar, só na semana 10, mas seu ombro precisa de cirurgia. Se as coisas não estão boas, tendem a piorar. Ou seja, tudo dentro do normal para um domingo em Miami das últimas 2 décadas.

Nenhum comentário: