quarta-feira, 28 de novembro de 2018

Pílulas do dia seguinte: Perdemos e estamos fora da post-season como de costume

Carroo apareceu em campo...
Tannehill não jogou mal...
Luck foi pressionado...
e até sofreu fumble...
Mas adivinha quem venceu a partida?
Existem, como de costume, duas formas de se ver a partida de domingo. E eu farei o post exatamente assim, dividido um cada uma destas facetas da partida.

Uma derrota animadora?

Tudo estava contra o time no Lucas Oil. Do momento do time, passando pelo excesso das lesões. Nenhum analista decente ( se é que existe isso de fato ) apostaria no Miami. Eu mesmo não apostei, mas isso não quer dizer lá grandes coisas. Enfim, éramos azarões por motivos mais do que justificados e vencer era quase impossível.

Mas o time entrou com aquela gana que poderia ter em todas as partidas e pela primeira vez na temporada marcou um TD no drive de abertura. O que já diz muito sobre a partida. A defesa esteve bem, pressionou Luck, causou trabalho para o adversário e marcou 24 pontos em três quartos e meio de uma partida equilibrada. E abriu 10 pontos no começo do segundo tempo, ao fazer 24x14. Ai vieram 13 pontos seguidos dos Colts, com direito ao FG da vitória no estouro do cronometro.  

Ai vem a parte ruim: achamos uma forma de perder, Ou se preferirem, Adam Gase arrumou uma maneira de perder, com suas escolhas horrorosas de chamadas e optando por passar quando deveria correr para queimar tempo. Por isso a chamada para esta matéria: foi uma derrota animadora? Depende, se trocarmos de Coachs e com alguns reforços em setores bem cruciais. Vamos conseguir isso? Pois é, por isso eu fiz uma pergunta, não uma afirmação. Mas o pior é que perdemos da mesma maneira.

Como conseguimos perder?

150 segundos. Foi tudo o que o ataque do Miami conseguiu ficar em campo depois marcar 24 pontos em 47 minutos. Isso é surreal, é assustador, é revoltante. Adam Gase conseguiu mostrar um dos piores controle de jogo de todos os tempos, se não o pior. Foram apenas 2 posses no quarto final da partida. 2 drives que tiveram apenas 3 jogadas. Se o time tivesse apenas corrido com a bola nestas 6 tentativas, teria conseguido gastar o triplo do tempo.

Colocar a culpa só em Tannehill ou na defesa poder ser e é Cruel!!! Eles tem sua parcela de culpa pelo o que aconteceu no restante da partida? Talvez, mas o que poderiam ter feito diferente mesmo? Tannehill não é um QB capaz de comandar ataques mais do que ele fez. E a defesa sem LBs e com uma DL fora do Top das que existem na Liga limitar um time embalado apenas 14 pontos é algo bom. Marcar 24 para o nosso padrão, também é. Acontece que por outro lado, com um QB top, o time teria marcado 40 pontos. E com a defesa mais forte, os Colts não teria passado dos 14. Mas...

O que Adam Gase fez... não queimar tempo explica uma parte do problema. Claro que a defesa tem seus problemas, o ataque não é só as chamadas, mas doeu perder tomando 13 pontos seguidos. E ai vem a dura constatação de que estamos fora da post-season, que poderia ficar mais perto com a vitória que esteve nas nossas mãos. Mas que, como de costume, ficaremos fora.

Ou alguém ai acredita que o time vá vencer mais do que 3 partidas depois de domingo?

Nenhum comentário: