domingo, 29 de julho de 2018

Resumo de 4 dias de Training Camps

Mike Gesicki foi bem hoje...
Com 4 dias decorridos de treinos, temos já algumas situações bem claras, para o bem quanto para o mal. Alguns jogadores seguem sendo destaque, como tem sido até agora na carreira, e outros seguem devendo, igualmente como ao longo de suas carreiras. Vamos ao que já pode-se falar sobre estes 4 dias:

  • Ryan Tannehill parece recuperado da contusão. A tornozeleira que ele está usando é mais para cuidados extras, pois ele tem feito ações naturais de um QB;
  • Danny Amendonla parece que será o alvo com melhor química com Tannehill. Eles tem conseguido boas conexões. É cedo para oba-oba, mas pode determinar um padrão, com Amendola ocupando mesmo o espaço que era de Landry. Em termos táticos, porque de qualidade/rendimento acho complicado;
  • Reshad Jones segue sendo o cara. Fez interceptação e teria conseguido sacks se fossem permitidos ( nos primeiros treinos nada de contato em excesso ). 
  • Minkah Fitzpatrick é outro que tem correspondido nos treinos.
  • Os MLB será mesmo Raekwon McMillan, que tem demonstrado muita maturidade e liderança, mesmo sem nunca ter alinhado em uma partida na NFL. Personalidade;
  • Entre os CBs Xavien Howard segue como CB#1, mas a outra vaga... bom esta, segue em aberto, ao menos por enquanto. Cordrea Tankersly é o favorito, mas Tonny Lippett e o surpreendente Torry McTyer tem se revesado com ele;
  • Mike Gesicki deixou uma má impressão, é fato, mas foi bem hoje. Os playbook da NFL são bem mais complexos e isso sempre complica mais os TEs e os WRs. Ele parece ser bom e pode já ter deixado para trás os medos de ser um Michael Egnew 2.0;
  • Kalen Ballage tem tido altos e baixos, mas parece que irá render bem.
Outras atualizações, durante a semana. Lembrando que no sábado teremos o treino de scrimmage no Hard Rock Stadium, que costuma ser um bom termômetro da temporada.