domingo, 9 de fevereiro de 2020

O que pensar de tantas trocas de Coordenadores?

Nosso DC foi ser DC em NY para os Giants...
Existe um otimismo quase cego por parte de muitos - para não dizer quase todos - sobre as ações do Front Office e do Head Coach Brian Flores. Eu tenho 100% de certeza que inexiste motivo para tanta empolgação, mas eles fazem o que podem. O problema a meu ver é que os outros em algum momento de suas gestões passaram a mesma impressão. Ai vai de cada um acreditar ou não. Eu escolhi ser comedido com isso até que resultados convincentes apareçam. 

Desde o fim oficial da temporada para os Dolphins ( porque estavamos eliminados no Draft ), tivemos trocas sem qualquer sentido no corpo de treinadores. E duas delas deixam muito mais dúvidas do que certezas: o Coordenador Ofensivo foi demitido e o Coordenador Defensivo trocou de time para ocupar o mesmo posto. 

Chad O'Shea foi demitido após uma temporada, onde teoricamente não deveriam existir cobranças por resultados. Só isso já seria super estranho, mesmo que eu não tenha gostado da contratação dele. Mas convenhamos que ele fez, dadas as circunstâncias - um trabalho até que decente, sobretudo sem ter um QB. E ai vem o problema: ele foi quem bancou a vinda de Josh Rosen. Até ai, eu poderia concordar com a demissão, mas o substituto fez algo 100x pior: vetou o draft de um tal de Drew Brees. Pois é, foi isso que Chan Gailey fez quando era o OC do Miami na virada dos 90 para os 2000. Se é por escolher errado, Gailey não poderia ser contratado. E pior: ele estava a 3 anos sem emprego e o trabalho decente dele mais recente remonta a 2009, quando foi com os Jets a AFCCG. Surreal, não? Pois é...

Patrick Graham, assim como O'Shea, pode ter seu trabalho avaliado como decente, dadas as circunstâncias. Talvez por isso tenha decidido ir para os Giants... para seguir no mesmo cargo? Me desculpem, mas Coordenadores só largam trabalhos iniciais quando recebem promoção para Head Coach ou quando não confiam no trabalho da equipe atual. E trocar Dolphins por Giants não muda nem o patamar para 2020, são suas equipes pouco cotadas para fazerem estrago na NFL. Então, acho que algo aconteceu internamente para que tal troca acontecesse. O que foi, não sabemos mas com certeza não deve ser algo bom. E ai vem o substituto: Josh Boyer, que foi promovido de Treinador dos Cornerbacks. Bom, criticar ele agora parece prematuro e eu pularei de fazer isso. Mas soa estranho que o Miami ( leia-se Brian Flores ) tenha buscado um desconhecido para OC e efetive um conhecido como DC. Pode dar certo? Pode, é claro... mas em Miami isso não costuma acontecer.

No mais ainda tivemos outras alterações e a contratação de pessoas desconhecidas da NCAA. É isso que temos para o momento e não me parece nada animador.


Nenhum comentário: