sábado, 9 de agosto de 2008

É hoje. E com Beck de Starter(??)...

Hoje a noite teremos o primeiro contato com o time de Tony Sparano. E será a primeira vez em que não teremos Jason Taylor e Zach Thomas desde 1997, quando Taylor foi draftado e Thomas já estava no elenco desde 95. Sentirei falta dos camisas 99 e 54 respectivamente, e penso que muitos também sentirão. Mas isso é passado. Infelizmente, diga-se de passagem.
Existem pontos a se observar cuidadosamente no jogo de hoje:
  • Fluência do ataque: não quero que do dia para noite, ainda mais que o McCown que era o Starter até ontem de manhã não via jogar. Quero sim é ver como são as jogadas, os bloqueios, as rotas, as corridas. E o Miami tem que ter um padrão. Que vamos correr 70% do tempo é notório, mas quero ver como saíremos sem Ronnie Brown, que será poupado. E claro ver a tal evolução do "fantástico" Ted Ginn Jr.
  • Consistência defensiva: Já que temos vários jogadores novos ( draftados e contratados no FA ), uma DL nova e "mesma" secundária, será importante ver como ela se portará. Detalhe para os Rookies: Phillip Merling e Kendall Langford.
  • Postura do time como um todo: Como será a cara deste time? Um time vibrante? Um time acomodado? Um time sem sal? Amanhã já poderei dizer...
  • Special Team - Espero para ver o vários jogadores que irão retornar hoje. Quem sabe ganhemos ( ou não ) um reforço.

Após a derrota ( não custa lembrar, a 15ª ) contra o Bengals, hoje diante do Bucs tentaremos enterrar o passado recente, que ainda queima em nossas cabeças. E dentro de casa. Que pelo menos apresentemos qualidades, mesmo perdendo. E Chad Pennington irá ver o jogo já em Miami. Desejo boa sorte a ele. Do fundo do meu coração. Sofrido e com feridas ainda não fechadas, e que espero, sejam cicatrizadas em 2008.

Chad Pennington assina com o Miami... estou confuso =0

Melhor que o McCown tenho certeza que ele é... E é um Dolphins Player agora

Existem coisas que só acontecem com o meu Miami Dolphins.
Do lado bom tivemos:
Primeiro somos o único time invicto da história do SB. Depois tivemos a sorte de termos por quase 33 temporadas seguidas dois FQB da melhor estirpe ( Bob Griese e Dan TD Marino ). Fomos - no passado - o mais consistente time da AFC LESTE desde que a Liga foi criada. Fomos candidatos ao Super Bowl por ano a fio.
Do lado ruim ainda temos:
Um arremedo de time. Péssimos negócios ( vide Welker - saída - e Trent Green - chegada ). Drafts horripilantes, tenebrosos até. E etc, etc...
Agora temos 3 QBs que somados não dão o cadarço do tênis do Marino com pé quebrado. Ano passado deixamos passar um provável FQB para termos um WR bosta, um QB horrível e que consegue a proeza de perder o posto de Starter para o "joker" Josh McCown, que nunca foi nada em lugar algum e que de onde saiu o torcedor fez festa, com direito a rojões. E tem o Chad Henne, que é rookie, não é uma brastemp, mas ao menos eu não posso criticá-lo, ainda, já que ele não jogou ainda.
E agora me trazem Chad "joelho de cristal" Pennington. Ele é pior que os que estão em Miami? Não, é claro que não. Ele é melhor que Beck e McCown somados. Mas essa contratação, será um ato de loucura, um ato de planejamento ou apenas para aproveitar a sobra de mercado?? Vamos às possibilidades:
1 - Ato de loucura = Seria essa opção por terem descoberto que Beck é um bust e por terem feito a "loucura" de apostar em McCown. Faz sentido e é o que eu penso.
2 - Ato de Planejamento = Como pode ser planejamento, contratar um jogador às vésperas da estréia na Pré-Temporada? Sim, já que adiciona-se um QB que tem experiência e que era Starter em seu time ( ao contrário de McCown, Pennington não era Starter por acaso, tinha essa posição conseguida em campo, e não por contusões, como no Raiders ) e que tem um excelente aproveitamento de passes. Por isso, ele pode conduzir este durante 2008 e quiçá em 2009, dando tempo para o Chad do time se preparar, sem ter que ser queimado antes do tempo. Ou, como é o que eu sonho, se drafte um FQB em 2009 ou via trade, sei lá. O que eu sei é que eu quero um FQB há 10 anos...
3 - Aproveitar "sobra" de Mercado = Chad Pennington não é um QB ruim, longe disso aliás. E foi cortado, ou seja, contrata-se ele sem ter que queimar picks de draft e nem ceder jogadores em troca. Em todos os sentidos é um ótimo negócio, talvez o melhor da "Era Parcells" em Miami. Com custo baixo e valores adicionais, o que podemos perder? Nada, já que o pior que pode acontecer é ele ser pior que o McCown, coisa que o Beck já é. Mas ele não é pior que o McCown e, mesmo sem ser um FQB, tem como elevar o nível do nosso Depth em vários pontos. Desde que se mantenha saudável, mas não custa lembrar que a OL do Miami é de média para boa, e tendo só a melhorar durante a temporada.
Querem saber a minha humilde opinião? Qualquer coisa diferente de McCown é ótimo. E Chad Pennington não é uma brastemp, mas é um QB com bons números, com alguma consistência, com qualidades e por isso é uma grande adição. Se vai dar certo ou não, ai é outra coisa...
E o Beck?? Ele vai começar hoje contra o Bucs. Peraí, não era o McCown o Starter? Sim, mas isso faz sentido, acreditem. Ele deverá ser trocado, ainda mais agora com a chegada de Pennington, e para que o time ganhe algo com ele ( um 5° round pick, quem sabe ), ele terá que mostrar que vale a pena para algum time. Tomara que o GM do time que se interessar por ele não leia o meu Blog =]]

Se confirmada a notícia da aquisição dele, Boa Sorte Pennington. Um time carente de Quarterbacks o aguarda. Espero que ele possa comandar este time decentemente...

Update: Confirmado. O contrato é de dois anos por US$ 11,5 milhões. Nada mal, pois nem é tanta grana assim e não compromete o Cap ( folgado ) do Miami... Leia mais em: http://www.oquarterback.com/?p=985

sexta-feira, 8 de agosto de 2008

Tive vontade de chorar...

Está ou não com cara de Louco, a Besta Mor do GDBAT nesta foto?? Aqui pelo menos ele já está em Baltimore...


...ao ler esta pérola da Besta Mor do Cam Cameron:

"LeBron James was dominating the NBA at 18. Michelle Wie was a pro golfer at, what, 13? Let's not go making it so impossible to play quarterback in the NFL as a rookie."
Eu fiquei com mais raiva do que quando ele draftou o TGJ. Como ele pode dizer isso agora que está em Baltimore, e ter colocado Beck - que segundo ele próprio era melhor do que Brad Quinn - para jogar com o Terceiro Time durante as Training Camps de 2007? Quando Trent Green se machucou novamente com outra concusão o Limão passou a ser o Starter apenas e tão somente porque era ele, e não o "melhor que Quinn", o que treinava com o segundo time. Que um dia Cam Cameron aprenda a ser uma pessoa decente. Pois esta declaração dele é atestado de incapacidade...
Detalhe trágico: ontem mais uma vez John Beck treinou com o terceiro time. FDP Cameron...
Glossário: GDBAT - Grande Dupla de Bestas Atrapalhadoras de Times. Além de Cam Cameron, a outra era Randy Muller, que até a chegada de Parcells era o General Manager do Miami. Ambos foram responsáveis pela perca do Brad Quinn, e pelas "ótimas" contratações de TGJ e de Beck. e pelas saídas "vantajosas" de Wes Welker, Randy McMichel, Olindo Mare...

quinta-feira, 7 de agosto de 2008

Training Camps - Dia XII - e mais umas coisitas...

Não, você não voltou para 1972. Apenas uso a foto para lembrar que o dia dos cortes está chegando. Veja uma prévia da lista com 53 nomes. De alguns eu não concordo, outros sim...

O Blog Americano sobre o Miami ( onde busco as informações sobre a TCs ) fez uma prévia dos 53 felizardos que farão parte do time para a Temporada 2008. Algumas coisas óbvias, algumas surpresas ( como Carey não ter reserva ) e outras bizarrices ( como apenas 3 TEs, tendo em vista que 4 deles são melhores que os WRs que temos ), mas enfim é uma lista. Leiam e digam o que acham. E a foto de 72 é só para lembrar: o time da imagem é o Undefeated Team.

Falando agora das Trainings Camps, temos uma boa, uma ótima e uma comum notícia:

  • Começemos pela ótima: Chad Henne está treinando com o segundo time de ataque, o que - em tese apenas - lhe garante a posição de reserva. Já o Beck... bom, ele só não vai cair para o fourth team apenas porque não existe.
  • Agora a notícia comum: Josh McCown teve 5 chances de marcar Tds na Red Zone e adivinhem, ele não marcou nenhum. E para variar, foi Interceptado duas vezes.
  • E a boa notícia é... que Joey Porter está com a mesma forma que lhe garantiu o Pro Bowl. E quem garante isso é o próprio.
  • Michael Lehan ainda não está treinando com o grupo, mas a sua evolução é considerada ótima. Aguarda-se que ele possa estar em campo contra o Cardinals. Como teremos que enfrentar, provavelmente, Brett Favre pelo Jets, seria ótimo se ele pudesse jogar na estréia...
  • Vonnie Holliday saiu de campo sentindo o tornozelo, mas não é nada grave. Ele será poupado contra o Bucs por isso, mas o próprio jogador disse que queria jogar. Será porque o reserva dele é Merling??
  • Kendall Langford, DE do 3° round do Draft 2008, treinou como titular ontem. Ele ocupou a vaga de Matt Roth. Calma, Roth não virou reserva, apenas foi deslocado para OLB. E agradou a Sparano. Que bom, assim poderemos ver os dois DE recém draftados como titulares...
  • Pra não dizer que não falei dos WRs, duas notas: a) Davone Bess está sendo um dos destaques, conseguindo firmeza nas recepções e executando bem as rotas. Se levarmos em conta que ele treina no terceiro time e que o QB agora é Beck... b) E TGJ parece firma-se a cada dia como o WR 1 do time. Não gosto disso, muito pelo contrário, mas é o que vai acontecer. Que ele seja o que todos acham dele e que eu esteja errado. Só tenho a ganhar com isso...
  • O Kicker dos chutes fáceis e curtos, Jay Feely fez uma auto-avaliação nada humilde: diz que fez uma grande atuação sábado e que intimante sente que será o Starter. Queria vez essa "força" em seus chutes...
  • Frase do dia "I wouldn't be that surprised. I like the way the guy carries himself. He's not intimidated.". Vonnie Holliday sobre a performance de Chad Henne. É impressão minha ou está existindo pressões de dentro do time para que McCown não seja o Starter??

quarta-feira, 6 de agosto de 2008

Training Camps - Dia XI

Algumas notas sobre as TC ontem em Davie:
  • Donald Thomas, Guard do Sexto Round, começou como titular ontem na OL. Como eu havia cantado a bola anteriormente, ele é Starter. Draft bem feito é assim, jogador de "late round" já vira Starter.
  • Chad Henne teve um ótimo dia, mas eu já sei que McCown vai ser o Starter, não apenas Domingo contra o Bucs em casa, mas no início da Temporada Regular. E que Henne será no máximo o reserva. Em todo caso, vai que o McCown se confirme a porcaria que eu penso dele... E Henne está se "especializando" em passes longos: ontem ele acertou um de 45jds para TGJ.
  • Já Josh McCown, pra variar, foi mal no 11-11 drill, tendo sido interceptado por Travis Daniels, além de outras duas, e este é o Starter do time... Por falar em Daniels, com desempenho como o de ontem ele tem como ser Starter. A qualidade da Secundária agradece...
  • Pra não dizer que não falei do "melhor do que Brad Quinn", ele ate´que teve um dia bom. Um pouco pior, pouco mesmo, do que Henne, mas muito melhor do que McCown. Mas...
  • O "leão de chácara" da Defesa, Joey Porter, conseguiu 4 sacks ontem. Ganha um doce quem adivinhar qual foi o QB que sofreu três deste sacks... Uma dica para quem não sabe: ele não é rookie e não é "melhor que Brad Quinn"...
  • Will Allen and Nathan Jones estão sendo chamados de "máquinas de interceptações". Acho que não preciso dizer qual é a vítima preferida deles...
  • E Jake Long é o cara. Lembram dos sacks do Porter, que eu citei acima? Só aconteceram quando ele saiu do treinamento...
  • E Terry Glenn não assinou. Se for assinar que assine logo, pois ele está perdendo treinos importante e já vai ficar de fora da primeira partida do ano...
  • Os DE Rookies Phillip Merling e Kendal Langford vão jogar muito nesta temporada, mesmo que não veham a ser Starters em nenhuma partida. O Técnico Tony Sparano já definiu que vai realizar um rodízio na Defensive Line, e por isso ele irá começar com os experientes Vonnie Holliday e Matt Roth. Com essa explicação eu passo a entender a prévia do Depth Chart que eu divulguei e comentei ontem. E eu acho correto, diga-se de passagem a realização desse rodízio...

Domingo começa a Pré-Temporada do Miami, contra o Bucs ( que negociam para ter Brett Favre ) em casa. Espero que o time se apresente decentemente. É jogo de Pre-Season e vários titulares não devem sequer entrar em campo ( Brown e Porter com certeza ) e vários reservas e os "ameaçados" de cortes terão como mostrar ao Técnico Sparano que podem ficar no time.

São vários os casos em que teremos que escolher entre dois jogadores medianos ( DTs ) e em outros em que teremos que escolher entre os menos ruins ( WRs ). E o dia de definir a lista com os 53 está chegando, e no momento temos 80 jogadores. Se alguns titulares teriam nem como ser reservas imediatos nos times de elite da Liga, imagine a dificuldade em cortar 27 de um universo de 80?

terça-feira, 5 de agosto de 2008

First Depth do Miami Dolphins 2008 =0

ATAQUE:
WR 1: Ted Ginn, Derek Hagan, David Kircus, Jayson Foster, Anthony Armstrong
LT: Jake Long, Ikechuku Ndukwe
LG: Justin Smiley, Shawn Murphy
C: Samson Satele, Steve McKinney, Matt Spanos
RG: Trey Darilek, Donald Thomas, Mike Byrne
RT: Vernon Carey, Daren Heerspink
TE: Anthony Fasano, David Martin, Sean Ryan, Justin Peelle, Matthew Mulligan
WR 2: Ernest Wilford, Greg Camarillo, Davone Bess, John Dunlap, Selwyn Lymon.
QB: Josh McCown, John Beck, Chad Henne
FB: Regan Mauia, Boomer Grigsby
RB: Ronnie Brown, Ricky Williams, Patrick Cobbs, Jalen Parmele, Lex Hilliard

Sem grandes surpresas no ataque, haja vista, que McCown está tendo desempenho melhor do que John Beck. Mas é desesperador ver que McCown vai ser o Starter. Raiva que eu tenho do GDBAT só aumenta. Na OL a posição de Darilek balança a cada dia e entre os WRs, TGJ só será o n.º 1 porque não existe alguém melhor do que ele. E com os RBs será mesmo que o Cobbs é melhor que o Parmele??

DEFESA

LE: Matt Roth, Randy Starks, Kendall Langford, Rodrique Wright
NT: Jason Ferguson, Paul Soliai, Anthony Toribio
RE: Vonnie Holliday, Phillip Merling, Lionel Dotson
SLB: Joey Porter, Rob Ninkovich, Junior Glymph, Titus Brown
ILB 1: Channing Crowder, Kelvin Smith, Kelly Poppinga
ILB 2: Akin Ayodele, Reggie Torbor, Edmond Miles
WLB: Charlie Anderson, Quentin Moses, Keith Saunders
LCB: Will Allen, Joey Thomas, Chris Roberson
RCB: Andre Goodman, Travis Daniels, Nathan Jones, Will Billingsley
FS: Jason Allen, Chris Crocker, Renaldo Hill
SS: Yeremiah Bell, Keith Davis, Courtney Bryan

Pensei ser pule de 10 que Merling fosse Starter. Tudo bem que ele é Rookie mas se colocado como reserva do Holliday... Entre os LBs sem surpresa, mas entre os membros da Secundária...

ESPECIALISTAS
P: Brandon Fields
K: Jay Feely, Dan Carpenter
KO: Jay Feely, Dan Carpenter
H: Brandon Fields
KOR: Ted Ginn, Jayson Foster, Davone Bess
PR: Ted Ginn, Jayson Foster, Davone Bess
LS: John Denney
Quase o mesmo de 2007. Só que Carpenter está sendo o calo de Feely e Foster pode ganhar a posição de KR/PR caso Sparano ouça o conselho de Dan Henning ( OC ) para deixar TGJ só como WR. Seria um grande desperdício: a única coisa boa em TGJ é a sua capacidade como Retornador...

segunda-feira, 4 de agosto de 2008

Perfil: Channing Crowder - O candidato a ídolo

Rei morto, Rei posto. Este é o meu ídolo no elenco do Miami Dolphins

Nome: Channing Crowder
Altura / Peso: 6-2, 113,4kg
Posição: Line Backer
Nascimento: 12/02/1983 - Davie - Flórida
Universidade/Turma: Florida - 2005
Aquisição: Round 3 ( 70 pick no geral ) do Draft 2005
Experiência: 4 Temporadas ( todas no Miami )

Ser o substituto de um dos maiores mitos da história de umas mais tradicionais franquias da Liga. Foi com esse objetivo que Channing Crowder chegou em Miami. Chegou é modo de dizer, já que ele nasceu, cresceu, estudou e sempre jogou no Estado da Flórida, tendo se formado pela Universidade de mesmo nome.

Durante 3 temporadas atuou ao lado de Zach Thomas, com certeza um HOF quando puder ser elegível, e o professor lhe foi bastante atencioso. Thomas no primeiro dia de Crowder como Dolphins Player disse: "você será o meu sucessor nessa defesa, e eu irei lhe ensinar o caminho das pedras". Pois bem, o dia chegou. Quando começar a temporada 2008 ele não mais terá ajuda do camisa 54, que estará em Dallas, e nem mesmo o ídolo da juventude, Jason Taylor. Mas ele agora terá que mostrar que aprendeu com os dois e comandar este processo de renovação ( permanente ) que o elenco vive.

Ao seu lado, um outro HOF garantido, Joey Porter e um "bando" de LBs apenas esforçados. Mas isso, espero eu, não será uma barreira, e ele deverá ter um ano excelente. Crowder tem como números gerais em sua carreira:

43 jogos ( 37 como titular ) - 265 tackles ( 174 sozinho ) - 1,5 sacks. Obs: Ano passado, envolto com uma contusão ele teve 78 tackles e 0,5 sacks.

Podem parecer números tímidos, mas sem observarmos que Taylor e Thomas eram os destaques deste time, seus números são bons. No entanto agora ele terá que comandar essa defesa de volta ao dias de glória, que ficaram para trás, e comandar este time para um Super Bowl. Eu tenho confiança nele. E acho que todos os Dolphins Fãs também...

domingo, 3 de agosto de 2008

Pense numa frase...

Channing Crowder sobre o quanto ele gosta de ver um ataque jogar:


"I don't care. I don't like any of them. I don't like any running backs, offensive lineman, receivers. I don't like offensive players, period."


Em suma, uma declaração forte de um LB que é o meu candidato a ídolo deste time, que já havia dito outra grande frase:


"Pelo visto não devemos ter muito talento, já que na propaganda para temporada está o GM, o Vice-Presidente e o Head Coach ( Ireland, Parcells e Sparano respectivamente )."


É assim que se conhece quem tem personalidade. Já tenho o meu ídolo. Seu nome é Channing Crowder, o sem papas na língua...



Jason Taylor em seu último jogo pelo Miami. E foi uma derrota. Poderia ter sido de outra forma, mas agora é passado. Que Crowder o substitua como eu espero.