sexta-feira, 31 de julho de 2009

Dois anos hoje, mas é o futuro?

A vida é engraçada. Num dia como esse em 2007 eu resolvi, sei lá baseado em quê, criar este Blog, sem saber ao certo se o manteria atualizado e sem ao menos ter uma idéia de como fazer os textos. Quem quiser ler os primeiros textos verá que eu tinha uma linha completamente da de hoje. Mas isso é natural, eu sei disso. Muitas coisas aconteceram, de bom e de ruim, e eu evolui como Blogueiro, fiz amigos ( e alguns desafetos ) pela forma como defendo o Miami Dolphins. Mas isso é da vida.

Enquanto isso o nosso time, razão maior de ser do Blog, ia do ruim ( 4-12 em 2006 ) direto e sem escala pro inferno e a pior campanha de nossa gloriosa história ( o 1-15 de Cam Cameron, a ANTA ). Mas após a tormenta, graças a DEUS, sempre vem a bonança e o nosso, atual ex, dono resolve contratar Bill Parcellls para ser Vice-Presidente de Operações e eis que ele trouxe um Coach de OL do Cowboys. Seu nome? Tony Sparano, um homem com ligações - dizem - até com a máfia!!! :))

Bom o resto dessa história todos sabem e não irei ater-me a ela. O que importa é 2009 e suas dúvidas:
  • Será que Chad Pennington e Ronnie Brown aguentarão a temporada inteira?;
  • Iremos conseguir uma vaga na Post-Season?
  • Os rookies de 2009 terão o mesmo sucesso dos de 2008?
  • Jake Long irá evoluir a ponto de virar o melhor LT da Liga?
  • Como se sairá o grande Jason Taylor, sendo LB, ao lado de Joey Porter?
  • Será que teremos uma secundária decente?
São essas, e muitas outras, as nossas dúvidas. Mas eu tenho uma certeza: iremos vencer em 2009. O quanto? Não sei, mas tem um Super Bowl em Miami e um tabu: nunca um time jogou o SB em casa. Quer algo mais apropriado para quem é a Franquia Invicta da NFL??

Temos um Presente: Vontae Davis é um Phinático!!!!


Jeff Ireland me ligou e disse: vou dar-lhe um presente pelos dois anos de Blog. E eu: qual é Ireland? Ele responde: Vontae Davis assinou por 5 anos...

Claro que o papo não aconteceu, mas o presente é verdadeiro. Vontae Davis agora é um phinático por 5 anos. Os valores não foram informados, mas fontes extra-oficiais dão conta de algo como US$ 7mi por ano ( o que daria US$ 35mi total ) com algo como US$ 14mi garantidos.

2 Anos de Blog!!! Celebremos...


Tempo é curto, mas postei esta foto pra não deixar passar em branco esta data pra lá de especial. A falta de tempo é do trampo, que tá me matando e ainda teve um "cidadão" que chamou de ladrão lá no OQB ( já me pediu desculpas ), enfim, uma verdadeira semana terrível...

Mas esqueçamos isso e celebremos. 2 anos de Blog e com certo sucesso ( quase 70 acessos ontem ) é gratificante. Espero ter a paciência de vocês por mais tempo... Parabéns a todos os que acessam e que aturam-me. Sei que é complicado, mas agradeço quem consegue...

quinta-feira, 30 de julho de 2009

É amanhã!!!!





Imagens ( e uma montagem ) de festa do verdadeiro Treinador do Ano de 2008: Tony Sparano, o cara que comanda o time que amo. O cara que é o símbolo deste novo Miami Dolphins.

Pois é, o tempo passa rápido demais. Parece que foi ontem que eu começava timidamente este Blog sem saber nem onde iria chegar... E amanhã o Blog comemora 2 anos, teve várias fases ( umas mais movimentadas, outras mais felizes, etc ) e não tenho certeza de quem precisa mais de quem: se eu dele ou ele de mim. O que sei é que o futuro hoje é bem mais promissor do que quando ele foi criado e do que no ano passado. Hoje vivemos uma fase de esperanças, mas ancoradas em uma temporada épica. Que tanto o Miami Dolphins quanto o Blog continuem crescendo. Só temos a ganhar com issoo. Quero agradecer a todos os que passaram por aqui como Escritores e aos que comentam ( e aos que não ) e a todos os leitores. Acreditem, todos vocês me dão o combustível necessário para continuar.

quarta-feira, 29 de julho de 2009

General Manager Jeff Ireland diz: "Não queremos Vick!!!"

Vick foi suspenso indefinidamente em 2007 pela Liga e ficou os últimos dois anos preso...

A fábrica de boatos da NFL produziu em ritmo alucinado assim que Roger Goodell, Comissário da Liga, liberou Michael Vick a procurar uma nova casa e que poderá liberá-lo para jogar a partir da semana 6 desta temporada. Pronto, foi o suficiente para que Vick fosse ligado a time sem FQB. E, vejam só, incluíram o Miami na história.

Pois o GM do Dolphins, Jeff Ireland, desmentiu tal boato, dizendo entre outras coisas, que o time tem um QB Starter ( Pennington ) e que está satisfeito com o desempenho dos dois QBs jovens do elenco ( White e Henne ), e que jamais sequer cogitou oferecer um contrato a Vick. Ele disse ainda que deseja de coração que Vick encontre um time da Liga que lhe ofereça um contrato, mas que este não seria o Dolphins.

Eu concordo com Ireland. E você?? Responda na caixa de comentários...

terça-feira, 28 de julho de 2009

Corrida dentro do Elenco: Linebacker

Dando seguimento a uma rápida análise ( e aposta também ) sobre quem fica, que corre risco e quem deve dançar nas Trainning Camps que começam dia 01 de Agosto, em Davie. Hoje, analisemos os Linebackers.
  • Certeza no elenco: Joey Porter, Matt Roth, Akin Ayodele, Channing Crowder e Jason Taylor.
Porquê: Em ondem temos o líder de sacks da AFC, a surpresa de 2008, o "ilustre" gigante, o líder da defesa e o "eterno" ídolo. Precisa de algo mais?

  • Correndo por fora, com vantagem: Reggie Torbor
Porquê: Torbor veio do Giants com o Status de Campeão do Super Bowl. Mas ele não era titular e o tempo mostrou o porquê. Mas tem qualidade suficiente para se manter no elenco, como "rotacionador" entre os LB Corps.
  • Correndo por fora, em desvantagem: Cameron Wake, Charlie Anderson, Erik Wadden e William Kershaw
Porquê: Deste grupo temos um com cara de bust, um que era pra ser "astro" e uma dupla de desconhecidos - Wadden foi Draftado pelo Cowboys em 2008, mas foi cortado, assinou com o Chiefs e acabou no Miami / Kershaw passou pelo Chiefs, Texans e terminou 2008 no Miami e tem no currículo a marca de impressionantes 4 jogos!!!!. Sendo assim, eu apostaria que apenas Wake e Anderson tem chances reais de ficarem no elenco. Como são 4 Titulares e, em tese, o mesmo número de reservas, existiria vaga para eles. Isso teoricamente...
  • Quase sem chances: Quentin Moses, Tearrius George, J.D. Folsom e Orion Martin
Porquê: Bom, aqui temos os sonhadores, afinal conseguir uma vaga só com um trabalho Herculéo. Quem tem mais chances de sobressair-se é o Rookie Folsom, pois é ILB, onde temos menos concorrência pois usamos 2 na formação 3-4 e porque temos integrantes no elenco. Mas mesmo assim é complicada a missão dele, mas ao menos estará na Pratice Squad. George é um UDFA e sempre surgem surpresas por aqui. Quanto a Orion tenho pouca coisa a dizer, mas ele é UDFA também, porém bem menos conhecido que George. Já Moses parece não ter grandes expectativas: draftado pelo Raiders em 2007 ( sétimo round ) e cortado de lá ( que coisa!! ), acabou sendo contrato pelo Miami em 2007 ( grande CC!!! ) e acabou ficando em 2008. Talvez já tenha feito demais até aqui...
  • Resumo da Ópera: Temos um grupo forte de Linebackers, e não sofremos baixas de 2008 pra 2009, e ainda adicionamos o grande Jason Taylor. Com isso passamos a ter opções em todas as posições e nosso DC, Paul Pasqualoni só tem a ficar feliz com isso. Os Starters devem ser o mesmo de 2009 ( Porter, Ayodele, Crowder e Roth ), mas temos qualidade ótima entre os reservas ( Porter e Torbor ) e jovens valores que são apostas. Sendo assim, temos tudo para termos um ótimo rendimento neste setor, que já foi destaque em 2008.

segunda-feira, 27 de julho de 2009

Corrida dentro do Elenco: Linha Defensiva

A nossa linha defensiva, base pra nosso sucesso em 2008, teve apenas uma baixa ( Vonnie Holliday ), que será mais sentida pelo que representava como pessoa do que como jogador mesmo. Então vamos logo aos pretendentes a serem a base da defesa do Miami em 2009:
  • Certeza no elenco: Kendall Langford ( DE ), Phillip Merling ( DE ) e Jason Fergunson ( DT ).

Este três jogadores serão Starters em 2009, salvo uma contusão ou surgimento de um fenômeno entre os UDFAs. Langford foi titular desde o primeiro dia e Merling foi a grata surpresa do Draft passado ( caiu em nosso colo, no começo do segundo round ) e ao que parece formarão uma dupla por anos a fio. Já Jason Fergunson não tem concorrentes no time, mas está ficando velho ( fará 35 anos ), mas isso não é um defeito e sim uma virtude, já que os externos da linha são sophomores.

  • Correndo por fora, com vantagem: Randy Starks ( DE ) e Paul Soliai ( DE ).

Temos aqui uma dupla de jovens jogadores que encaixam-se dentro do perfil desejado por Parcells: lenhadores e disciplinados. Só isso pra explicar porque continuam no elenco, sendo ambos jogadores da Era Cam Cameron em Miami. Starks também atua como DT, mas Soliai é apenas DE. Por terem sido usados - e bem - na rotação em 2009, devem permanecer no elenco para 2009, novamente nesta condição.

  • Correndo por fora, em desvantagem: Tony McDaniel ( DT ) , Lionel Dotson ( DE ) e Rodrique Wrigth ( DE )

Destes apenas um, em tese, deve ficar no elenco. E minha aposta recai sobre McDaniel que veio via FA e que tem experiência para guentar o tranco como DT. Dotson e Wright, ambos DEs, sofrem pela concorrência e se não melhorarem podem serem cortados e/ou ficarem na Pratice Squad. Dotson é jogador da era CC, mas Wrigth é um pouco mais antigo. Lembremos que temos 3 vagas de Starter e 3 de reservas, por isso, apenas 6 atletas devem fica. E se lembrarmos que Cameron Wake e Jason Taylor podem atuar como DEs em uma eventualidade, então...

  • Quase sem chances: Ryan Baker, Joey Cohen e Louis Ellis

A turma do "quero ser uma estrela". Destes eu não conheço ninguém mais a fundo, mas o que mais apareceu nos noticiários é Baker, que é DE. Imagino que só um trabalho espetacular na TC é que pode cavar um lugar no elenco. Sendo assim, não devemos ver nenhum destes com a camisa do Miami. Mas surpresas acontecem.

  • Resumo da Ópera: Temos um conjunto interessante, mas não seria ruim termos recebido reforços mais "consistentes" na off-season. Apenas a chegada de McDaniel para mim foi pouco. Mas em 2008 o time atingiu um ponto bom e tende a melhorar e por isso eu continuo na esperança de termos uma boa temporada defensiva. A nossa linha titular é boa e reune experiência e juventude ( Fergunson, Merling e Langford ) e temos alguns jogadores úteis na rotação. Mas podíamos ter mais...