quarta-feira, 16 de dezembro de 2009

Joking Dolphin: Enquanto isso, na sala do OQB...

E ai, Lisboa: vais pedir pra sair ou vais encarar??
Pergunta respondida: ele está usando a Sign no Forum Oquarterback. É assim que se faz, Lisboa, já que "aposta acertada, é aposta cumprida", parodiando o filme...

Charge by Juba Phinático. E dá-le Dolphins, e dá-le Capitão Nascimento...

Pra quem quiser o link da imagem, aqui está: http://img683.imageshack.us/img683/984/pedeprasairlisboeta.jpg
Coincidência ou não, este é o Post de número 600 do Blog. Agradeço a todos, os que de uma forma ou outra ajudam-me ( ou ajudaram ) a manter o espaço. Quero agradecer em especial a todos os colaboradores diretos ( os que postaram algo, os que nunca postaram nada e os que se encheram do meu modo de ser ). Mas em especial a todos os meus leitores, que com paciência garantem a boa audiência deste Blog. Que em breve, terá mudanças...

Como anda o Miami - Week 15

Vitória, sofrida demais, contra rival de estado, o Jacksonville Jaguars. Foi dura a partida, cometemos erros a dar com pau, mas apesar de tudo isso, vencemos. e Patriots, com direito a show de Henne e de Bess, e várias caras fechadas de Bill Belichik e de Tm Brady. E claro, Vontae Davis se mostrando mortal...

O Tennessee Titans, que arrasou o Rams, fora de da casa. É um adversário duro, que não está nas cabeças por causa do péssimo começo de temporada ( 0-6 ). Vencer é complicado, eles são favoritos, mas podemos vencer. Desde que não cometamos os mesmos erros de domingo passado.

O Houston Texans, um rival que eu "exigo" vitória. É um time chato do qual nunca vencemos. Sendo assim, com uma vitória em casa diante dele, estaremos a uma vitória da Post-Season. Claro e evidente que temos que ter muita atenção com eles, já que Matt Schaub e Andre Johnson é uma dupla que nos causou problemas nas últimas 2 temporadas.

7-6. E como está nos custando caro a derrota para o péssimo Bufallo Bills. Tivessémos vencido aquele jogo, hoje estaríamos na liderança da divisão e precisando apenas fazer o mesmo que o Pats fizesse. Mas isso é passado e agora temos que jogar mais 3 jogos e vencer todos. É um trabalho duro e sei que a maioria não acredita. Mas ano passado precisamos vencer 4 seguidas. E vencemos. Por isso, não é prudente duvidar do Miami. E tem gente que duvidou e falou um monte de besteira, que terá que usar uma certa sign, que está no forno. Me disseram, que o "gajo", irá pedir pra sair... talvez, ai será provado que ele é muleque, não caveira...

segunda-feira, 14 de dezembro de 2009

Pilulas do dia seguinte...

Bom, vencemos mesmo cometendo um caminhão de erros ( 5 fumbles, 1 interceptação e um FG errado ). Mas mesmo assim, por incrível que possa ser, vencemos - pela segunda semana seguida - um time com mais vitórias que derrotas. Semana que vem pegaremos um time com menos vitórias que derrotas ( 6-7 ) mas que surrou sem dó o seu rival por mais de 40 pontos. Mesmo que tenham perdido o QB responsável pela sua recuperação - Vince Young - o Tennessee Titans é um time de respeito. E duro de ser batido em Nashville. Sendo assim, respeito e 0% de erros são a receita pra vencermos.

Por falar em vitória, achei uma forma mais clara de mostrar do que precisamos pra nos classificarmos pra Post-Season, em vencendo os 3 jogos que nos restam:
  • De uma derrota do Pats. Neste caso vencemos a divisão. E ela nem precisa ser contra o Bills.
  • De um derrota do Ravens. Assim ficamos a frente deste nas vitórias e empatamos como o Jaguars, contra o qual levamos vantagem no confronto direto.
  • De uma derrota do Broncos, obrigatoriamente contra Raiders ou Chiefs. Se não perder para estes, mesmo que eles percam para o Eagles, levaremos desvantagem no desempate ( vitórias na conferência ).

Em todo caso, mantenho o que havia dito antes: 3 vitórias e estaremos na post-season. Eu acredito. E você?

Quanto ao Dolphins em si, alguns destaques:

  • O Miami converteu 15 terceiras descidas. Um número espantoso sem dúvida. E algumas destas foram pra 3, 4 jardas. Sem dúvida um ótimo trabalho da OL, dos corredores e até mesmo dos recebedores. Pena que quase tudo era disperdiçado nos 5 fumbles, 3 deles perdidos.
  • Ricky Williams conseguiu seu quarto jogo na temporada para 100 ou mais jardas, o terceiro desde que Ronnie Brown ficou de fora na partida contra o Buccs. Nada mal, pro velhinho. Que tem, é bom que se diga, 10 TDs...
  • Cameron Wake precisa jogar mais tempo. Não é uma questão de colocar Porter ( ou Taylor ) no banco, mas sim de aproveitar o seu potencial. Ele pela segunda semana seguida conseguiu um sack em final de partida. Algo especial e que não pode ser negligenciado. Ótima aquisição da Off-season...
  • Passou desapercebido da maioria, até de mim, mas Vontae Davis começou no banco domingo, entrando no seu lugar Jason Allen. O porque disto? Um atraso, é o que foi anunciado. E ao que parece, ele não reclamou da decisão. E quando entrou, jogou bem. No lance de Holt - passe de 63 jardas - não era ele na marçação, e Sean Smith. Este sim é que está deixando a dejesar. Mas pode ser pelo fato de que os QBs estão ficando "temerosos" de mandarem a bola na direção de Davis.
  • Yeremiah Bell foi praticamente perfeito domingo ( também não era na cobertura de Holt, e sim Gibril Wilson ) e fez deflecções perfeitas e voltou ao seu - ótimo - nível de 2008. Se mantiver assim, poderemos ter mais partidas com o QB adversário sofrendo.
  • Lousaka Polite. Tá ai uma grata surpresa. Grata não, ótima. Ele converte quase todas as quartas descidas tentadas, bloqueia, corre em lance que não 4º down e domingo passado ainda recebeu passes. Grande destaque também no time de especialistas.

Até quarta pessoal, pois amanhã estarei em Recife. Até mais...

Projeção de Playoffs

Antes do "pílulas do dia seguinte", farei um resumo de nossas chances para conseguir uma vaga na Post-Season, a despeito do que diziam certos "entendidos" por ai:

Estamos com uma campanha de 7-6, temos 4-2 na divisão e 5-4 na conferência, que são os desempates em caso de duas ( ou mais ) equipes empatarem. A vitória contra o Jaguars deu-nos uma vantagem importante: em caso de empate com eles, vencemos o confronto direto.

De um modo didático temos duas chances de classificação:

  • Vencendo a AFC LESTE. Para isso precisaremos que o Pats perca uma partida ao menos. O Pats tem pela frente Bills (F), Jaguars(C) e Texans (F). Eu diria que apenas o fato de jogar duas fora seja o fator complicação pro rival. Em todo caso, se a derrota viesse contra o Bills na semana que vem, seria da hora... O Jets tem a mesma campanha nossa, mas pra mim é carta fora do baralho: vencemos eles duas vezes, e portanto, temos vantagem no confronto direto. E seu final de temporada tem jogo até contra o Colts...

  • Conquistando uma das duas vagas no Wild Card. Aqui estamos em 4º na briga, atrás de Broncos, Jaguars e Ravens. Mas pera ai, você disse que temos vantagem contra o Jaguars? Sim, temos. Mas tal vantagem só aparece no fim da classificação. Por falar no time de Jacksonville, ele pode ser o fiel da balança desta classificação nossa: pega o Colts na quinta e depois o Pats. Caso vença o Pats e perca do Colts, nos deixará líder da AFC Leste. Caso perca pro Colts e pro Pats, ficaremos a sua frente, caso é claro vençamos Titans e Texans. Já a sua última partida é traquila: o Cleveland Browns. O outro rival nesta briga é o Baltimore Ravens, que tem uma schedule até traquila: Bears em casa e duas fora, contra Steelers e Raiders. Como, se vencer as 3, estaremos eliminados, temos que torcer pro Bears e Steelers. E isso, é claro, se vencermos as 3 que nos restam.

Em suma: vencendo as 3 partidas restantes, ainda assim teremos que torcer contra o Ravens, haja vista, que levamos vantagem no desempate contra o Jaguars. Claro que se o Pats perder uma, a divisão pode ser nossa, mas ai é outro papo...

Correção: estamos 7-6 e não 7-5 como um - atento - leitor bem observou... corrigo no local correto e feita a menção aqui...

domingo, 13 de dezembro de 2009

Miami Dolphins 14 x 10 Jacksonville Jaguars

Em uma atuação dividida em duas partes ( ótima no primeiro e pífia no segundo ) o Miami Dolphins venceu o Jaguars e conseguiu chegar na marca de 7-6, igualando-se ao rival. Com esta vitória mantemos as chances de classificação para o Pós-temporada, agora mais perto. Teremos 3 jogos e - acredito - vencendo os três estaremos classificados para os Playoffs. Mais tarde, faço um apanhado mais detalhado. Só queria dizer umas frases:
  • Chad Henne jogou 3/4 da partida de forma brilhante, conseguido acertar 17 passes seguidos. Ai ele se empolgou e errou 4 e teve mais uma interceptação. Manter uma regularidade é essencial. Hoje a defesa limpou sua barra. E antes que me esqueça, ele marcou seu primeiro TD como membro de ataque. Pra quem não entendeu, ele marcou correndo...
  • Como é lindo ver o nosso front-seven em ação. Sacks e muita pressão em cima de David Garrard. Sensacionais as atuações de Wake, Porter, Soliai e cia. Agora é pressionar um tal de Michael Vick, que adora correr com a bola...
  • Greg Camarillo teve a atuação de sua vida. 110 jardas em 7 recepções. Pelo menos um WR do elenco tem se destacado a cada rodada. Semana passada foi D-Bess. Quem sabe semana que vem será TGJ...
  • Nossa secundária alternou bons momentos e os trágicos. Garrard acertou apenas 11 passes, mas um deles foi pra 63 jardas e para o "velhinho" Tory Holt. Não podemos levar tanta big plays...
  • Sparano continua invicto em dezembro e agora tem 18-11 em 29 jogos como Head Coach. Mas precisa tomar melhores decisões. No fim da partida, após uma quarta descida falhada do Jaguars, o time foi pro passe - que foi interceptado - quando o mais correto seria uma corrida, para disparar o relógio. Isso contra o Titans poderá ser fatal...

Mas vencemos e isto é o que importa. Vencer sempre é o mais importante... E por alguns instantes, estivemos liderando a divisão. Mas no fim o Panthers não segurou a pressão e perdeu. Não faz mal, a divisão segue em aberto. E tem o Jets na briga também...

Chad Henne teve outra atuação até interessante. Mas ficou sem TD passado e ainda sofreu outra Interceptação, a quinta em 3 jogos...

David Garrard foi pressionado a partida inteira e sofreu vários sacks, mas não soltou a bola e nem levou interceptação. Mas teve uma partida, digamos assim, fraca...

Tony Sparano toma decisões certas na maior parte do tempo. Mas às vezes chama umas jogadas que não dá pra entender o porquê...

Ricky Williams teve uma atuação consistente e não fosse os dois fumbles perdidos, perto de perfeita. Ele tem feito sua parte e ajudado o time a marcar pontos...