sábado, 1 de maio de 2010

Rookies Mini-Camp: Primeiro dia

Começou ontem os treinos com os rookies ( Draftados e não draftados ), onde todos conhecem as dependências do time, conhecem os Coordenadores e o treinador Sparano, mas o principal é que eles são apresentados onde provavelmente irão participar do time. São várias coisas pro primeiro dia, mas algumas são mais importantes que as outras. Vamos a elas:
  • Tony Sparano confirmou o que todos já esperavam: Reshad Jones irá batalhar por um lugar na posição de Free Safety.
  • Rei morto, rei posto. A camisa 55, que ficou por 3 temporadas com Joey Porter, agora será de Koa Misi. Será este um indicativo que Nolan aposta que ele poderá ser o nosso Strong Side? Já Jared Odrick irá de 98.
  • Já outro LB, A.J. Edds, irá de camisa 49. Eu fiquei um tanto surpreso, embora LBs possam usar esta numeração, não é muito usual.
  • John Jerry alinhou como Left guard, ou seja, do lado esquerdo. Isso é um tanto quanto surpresa, pois neste posição, fica o guard que mais protege do que abre buracos pras corridas.

sexta-feira, 30 de abril de 2010

Vídeos dos escolhidos, Parte II

Faltam vídeos de alguns dos escolhidos, mas enquanto eu procuro, achei este espetacular de Reshad Jones, que até retorna Punts ( a partir do 3:54 ). E ele bate pra valer, é ágil e rápido. Tem tudo pra ser um ótimo S, podendo ser tanto como Strong ou Free. Deleitem-se com este achado nosso no quinto round...

Já o nosso ilustre desconhecido também do quinto round - corrigindo, ele foi escolhido no sétimo round - tem um vídeo decente ( e muito ) de suas qualidades no Youtube. Gostei dele bem mais após ver este vídeo...

Videos dos escolhidos, Parte I

Começo esta série, pelos 2 primeiros escolhidos, e já aviso que não consegui vídeo decente do OG John Jerry. Não fiquem assustados, isso é comum.

  • Jared Odrick, DE que será - ou deverá ser - starter em substituição à Randy Starks, que será movido pro centro da OL e jogará de Nose Tackle.

  • KoA Misi, OLB, que chega para brigar pela posição de Weak Side com Charlie Anderson.

quinta-feira, 29 de abril de 2010

Algumas considerações...

Após o draft algumas coisas que ficaram meio nebulosas no Draft começam a serem desvendadas. E a principal delas é que a falta de um NT no Draft se explica pelo fato de que iremos deslocar Randy Starks para o centro da Defensive Line e usar o recém draftado Jared Odrick em seu lugar. Assim faz sentido termos ido atrás de um DE, mesmo o setor já sendo forte. Em tese, o time acredita que apenas um entre os dois draftados em 2008 ( Merling e Langford ) podem ser titulares.

Outra coisa que explodiu na impresa, foi o fato de que nosso GM, ao entrevistar Dez Bryant, teria perguntado se a mãe deste seria prostituta. Algo que é claro, não deveria ter feito, mesmo que pairem dúvidas sobre a vida particular da mãe de Bryant. Isso foi antes de trazermos Marshall. E é uma explicação do porque fizemos a troca.

Outra informação é que os cortes pós-draft começaram e o Dolphins não cortou ninguém, mas se interessou em Adalius Thomas, cortado do Pats. Seria uma boa adição, mas ficaria sem sentido se olharmos que trouxemos nada menos que 4 OLBs no Draft.

domingo, 25 de abril de 2010

Blog parado...

Por motivos de viagem a trabalho, irei ficar fora de Salgueiro nesta segunda e terça, ficando assim o Blog sem atualização. Se algo de muito importante acontecer, mandem ver na caixa de comentário, que quando eu voltar, irei recuperar o atraso.

Perfil do Escolhido: Austin Spitler - OLB - 7º Round

Por 3 picks ele quase era o Mr. Irrelevant. No Dolphins conseguirá ser mais do que um atleta reserva? Só o tempo dirá...

Fechando o nosso draft, escolhemos um OLB de uma das mais conceituadas Universidades ( Ohio State ), e que tem algum talento, mas um perfil cheio de buracos a serem preenchidos/corrigdos. Será que os mesmos o serão? Só o tempo tem a resposta...
  • Nome: Austin Spitler / Altura: 1.92 / Peso: 106 / Universiade: Ohio State / Classe: Sénior
  • Pontos Fortes: Sólido LB, que ficou 3 anos a sombra de James Laurainaitis. Capaz que quebrar bloqueios, duplos até, e consegue penetrar pelo meio da defesa, uma ótima qualidade sim. Bom tamanho e força para jogar como OLB. Boa mobilidade que lhe permite mudar conforme a jogada.
  • Pontos Fracos: Não tem o nível de jogo para render como esperado em um sistema 3-4. Tem que ter a ajuda adequada para fazer a transição.
  • Notas: Foi nomeado Co-capitão como Sênior. Foi nomeado para o 2º da Divisão em 2009.
  • Avaliação do Flavão: Dentro das possibilidades, é um adendo interessante, sobretudo ao time de especialistas. Era por alguna analistas cotado pra sair no 4º, mas quase fica para os UDFAs.

Perfil do Escolhido: Chris McCoy - OLB - 7º Round

Chris McCoy é o Defensor que está fazendo o tackle de frente, com capacete prata, no Sênior Bowl. Esse é o seu grande cartão de visitas: é um sackador nato...

Mais um pass-rush, após termos draftado 2 nos rounds mais altos? Pois é, mas este é um talento e tanto para se deixar passar no 7º Round. Cotado para sair antes, alguna analistas falavam até em 4º round, chega para buscar seu lugar ao sol. Mas que ele tem credenciais para isto, ninguém pode negar...
  • Nome: Chris McCoy / Altura: 1.92 / Peso: 118 / Universidade: Midle Tennesse State / Classe: Sênior
  • Pontos Fortes: Adequado para jogar no Weak Side, sua agilidade é sua grande vantagem, conseguindo anular os TEs adversários ( alguém ai lembrou de Dallas Clark no MNF? ). Batalhador nato, se entrega de corpo e alma nas partidas.
  • Pontos Fracos: Precisa variar seu jogo, e fugir apenas do bull-rush. Para alguns scouts é apenas um "one year wonder". Não tem ainda a força necessária para incomodar de verdade os Tackles da NFL.
  • Notas: 3 anos como titular da Midle Tenn ST, foi eleito DPOY da Divisão Sun Belt em 2009. Teve um grande ano na temporada passada e por isso credenciou-se a sair mais cedo.
  • Avaliação do Flavão: É um talento interessante, que poderia ter saído até mais cedo, mas sobrou pra nós no sétimo round, o que o torna uma grande adição. Nestes rounds finais, os talentos puros são raridades e sempre sobram jogadores com um ou dois bons destaques e o resto a ser completados. No entanto, não é impossível que McCoy vire um jogador útil ao elenco. Inicialmente irá contribuir no Special Team.

Perfil do Escolhido: Reshad Jones - FS - 5º round

O sujeito da foto ( e banca ) é o novo candidato a Free Safety de nosso Miami Dolphins. Será que ele conseguirá sê-lo? Aguardemos a temporada para sabermos, mas eu aposto/acredito que sim...

Com o corte de Gibril Wilson em Fevereiro, se fazia necessária a chegada de algum novato para disputar com Chris Clemons ( e eventualmente Tyrone Culver ) a posição de Free Safety. Pois bem, no quinto round fizemos uma trade up ( abrindo mão da escolha de sexto round ) para draftarmos Reshad Jones. Ele é um talento pra posição, tem "buracos" em suas qualidades, mas era cotado pra sair no máximo no terceiro round, e pode ter sido o nosso STEAL ( roubo ) no Draft, além do que demos no Chargers. Mas eu acredito que ele tenha as condições para um FS melhor do que Wilson não foi...
  • Nome: Reshad Jones / Altura: 1.86 / Peso: 97 / Universidade: Georgia / Classe: Junior
  • Pontos Fortes: Execelente tamanho e ótimas mãos. Grande atleta e força terrível. Seus hits são de assustar. Explosivo, consegue manter o ritmo e fechar bem a jogada. Boa controle de bola e espetacular saltando. Ótimo nas coberturas, versátil e luta até fim, em todas as jogadas.
  • Pontos Fracos: Seus instintos e concentração são bem questionáveis. Sua agressividade às vezes prejudica o time. Tem problemas em algumas rotas, sua velocidade e agilidade são apenas médias e seu quadril parece não ter ac fluidez necessária para permitir-lhe mudar de direção com segurança. Tem sérias deficiências no um-contra-um em campo aberto.
  • Notas: Starter durante as duas últimas temporadas e parte da de 2007. Sua durabilidade é elogiável, sem nunca ter perdido um jogo sequer em sua vida, não apenas como Universitário. Foi nomeado para o 2º Time da All-SEC em 2008. Tanto pode ser SS como FS, tendendo no entanto, a longo prazo render mais como Strong. Tem grandes chances de virar Starter sólido e até mesmo top.
  • Avaliação do Flavão: Steal sem dúvida. Mas ai eu me pergunto: se ele estava disponível na pick anterior ( onde catamos Carroll ), porque o time não o draftou naquele momento? Sem dúvida uma grande questão. No entanto, é um talento nato e que eu não porque sobrou até o quinto round. Sorte nossa, pois segundo o DraftCountdown, ele deveria ser até mesmo 2º rounder. Chega para brigar, desde o primeiro dia, com Chris Clemons pela posição de Starter como FS. Para quem poderia ter que dar um caminhão de dinheiro para Earl Thomas, chega a ser hilário termos conseguido um valor "similar" no fim de feira.

Perfil do Escolhido: Nolan Carroll - CB - 5º Round(a)

Alguns HOF desta mesma posição saíram neste mesmo round. Será que acontece com o Nolan Carroll? Ao menos ele terá semelhança, no nome ao menos, com o nosso DC, Mike Nolan...

É sábido por quem visita o blog com frequência que temos uma dupla de Allens ( trocadalho do carilho!!! ) no time: o Will é mais experiente e o Jason é um bust mesmo. Sendo assim, tirando os dois sophomores Vontae Davis e Sean Smith, precisamos de mais opções no elenco. Nolan Carroll chega para ser este CB no elenco, o reserva do reserva. Mas se suas qualidades abaixo descritas vingarem na NFL, não duvido nada dele terminar o ano como primeiro reserva. E pode ir além...

  • Nome: Nolan Carroll / Altura: 1.80 / Peso: 92 / Universidade: Maryland / Classe: Sênior
  • Pontos Fortes: Tem uma ótima construção muscular, o que fará diferença a seu favor contra os fortes WRs da AFC Beast. Consegue mudar de direção sem perder velocidade e foco. Explosivo no arranque, tem bom senso de posicionamento. Faz bom uso de suas mãos e se impõe aos adversários. É um líder nato e tem algum potencial de crescimento.
  • Pontos Fracos: Tem dificuldades em prever rotas e às vezes olha demais para o bakcfield, o que o faz lento em algumas respostas. Perde muitos tackles em campo aberto e é inconsistente quando tem que cobrir algum companheiro. Às vezes é agressivo demais, o que custa ao time várias jardas por jogo.
  • Notas: Starter em três na Universidade de Maryland, perdeu parte da temporada de 2009 por contusão. Números gerais são alentadores, no entanto precisará produzir o mesmo na NFL para conseguir se manter.
  • Avaliação do Flavão: Sua deficiência em jogadas no ar ( ele é melhor dando tackles quando o WR recebe o passe próximo ao campo ) pode ser corrigida, mas isso demanda tempo. Como foi escolhido nos late rounds, isso não é um problema iminente. Deverá contribuir inicialmente no Special Team. Dado o round e a pick, eu gostei de sua escolha. Não havia outro CB melhor que ele disponível.