sábado, 22 de outubro de 2011

E amanhã: torcer por uma vitória ou pensar em Andrew Luck?

Todos nós o queremos em Miami. Mas estamos realmente dispostos a pagar o ( alto ) preço para isso?

10 em 10 torcedores do Miami Dolphins querem ver Andrew Luck com nossa camisa ( ele terá que mudar o número, pois o 12 está imortalizado por ter sido a do HOF Bob Griese, mas isso é de menos ), mas uma pergunta central persiste: estamos dispostos a pagar o preço para tê-lo no time? Porque para conseguir ficar com ele teremos que ter no máximo 3 vitórias, isso sem depender de Trade Down. 

E vencer no máximo 3 partidas, significa que seremos outra vez a piada da NFL. Assim como fomos em 2005, 2006, 2007 e agora. O preço é alto, todos sabemos. Mas se obtivermos um QB para chamar de nosso, terá valido a pena. Isso, creio eu, é o que todos pensam. Não custa nada lembrar que o pensamento fora o mesmo em 2005 ( quando draftamos Ronnie Brown ) e em 2007 ( quando um certo TGJ apareceu no lugar Brady Quinn ). E agora temos o mesmo sentimento. E o pior, dentro da temporada e antes do meio dela. 

Tempos ruins, mas será que iremos ter uma recompensa? Por isso mesmo amanhã irei torcer pelo Miami, como sempre fiz. Mas não ficarei nem um pouco triste se o Broncos vencer a partida. Triste, com raiva, furioso mesmo eu ficarei se no Draft não escolhermos o Luck, caso tenhamos a chance de fazê-lo. 

Sorte. Será?

Nenhum comentário: