segunda-feira, 30 de abril de 2012

Bruno Macedo é um dos maiores conhecedores sobre Draft no Brasil que eu conheço. Somos amigos - algo do que muito me orgulho - a muito tempo. Pedi a ele no Forum oQuarterback para que ele fizesse uma análise superficial do Draft do Miami e ele se prontificou a fazer de imediato. Espero que gostem, porque eu adorei. Obrigado Bruno, de coração.


  • Pick #8 - Ryan Tannehill - QB, Texas A&M - Ryan Tannehill é uma escolha contestada por muitos, mas, ao meu ver, é um jogador com tremendo potencial e que pode virar o Franchise Quarterback do Dolphins. Ele não tem enorme experiência na posição, mas já mostrou que consegue fazer todos os lançamentos de um QB da NFL, e tem upside pra virar um QB Top 10.
  • Pick #42 - Jonathan Martin - OT, Stanford - Martin era projetado como 1st rounder até mais ou menos um mês atrás, então acho que o Dolphins conseguiu um bom valor aqui. Jake Long é um dos melhores LT da NFL, mas do outro lado o Dolphins precisava de um jogador decente para proteger seu novo QB.
  • Pick #72 - Olivier Vernon - DE, Miami - Não sou grande fã dessa escolha, pois acho que Vernon nunca vai atingir o seu potencial, mas é inegável que Vernon tem upside. O Dolphins precisava muito de um pass rusher oposto a Cameron Wake, e Vernon pode ser o cara pra solucionar essa necessidade, mas vai precisar de coaching.
  • Pick #78 - Michael Egnew - TE, Missouri - Egnew já chega no Dolphins como o melhor TE recebedor do time. Existe a preocupação dos TE de Missouri que não dão certo na NFL, mas acho que ele tem tudo pra virar um starter sólido na NFL.
  • Pick #97 - Lamar Miller - RB, Miami - Melhor escolha do Dolphins nesse Draft, sem dúvida. Lamar Miller tem potencial pra ser um RB #1 na NFL, e enquanto isso não acontece, pode contribuir muito como retornador e change of pace back.
  • Pick #155 - Josh Kaddu - OLB, Oregon - Outro excelente valor. Kaddu é um OLB com potencial como pass rusher e pode ajudar situacionalmente já como rookie.
  • Pick #183 - BJ Cunnigham - WR, Michigan State - Finalmente um WR. O Dolphins ignorou essa necessidade por 5 rounds, e isso pode acabar custando caro ao time. Cunningham não tem grande potencial mas é um alvo bom para Tannehill por anos, apesar de que haviam prospects melhores disponíveis na posição.
  • Pick #215 - Kheeston Randall - DT, Texas - Jogador pra rotação, nada mais. Deve brigar para conseguir vaga no roster.
  • Pick #227 - Rishard Matthews - WR, Nevada - Playmaker, jogador extremamente veloz, grandes chances de conseguir vaga no roster pela fraqueza do Dolphins na posição. Pode contribuir mais que Cunningham.
Visão Geral - Dolphins fez um bom draft, apesar de ter ignorado a posição de WR nos primeiros rounds. Miller e Kaddu foram excelentes valores, e outros três ou quatro jogadores já poderão ter impacto na sua temporada de rookie. Acho que a chave desse Draft é o Tannehill, se ele der certo, o Dolphins finalmente terá o seu franchise QB e poderá construir um time em volta dele. Se não, vai continuar na busca por esse jogador, enquanto o time sofre.

6 comentários:

zezao disse...

Flavio, concordo com ele. O Miami fez um bom draft embora sem grandes WRs.

Apenas uma noticia tem me assustado: http://profootballtalk.nbcsports.com/2012/04/28/jake-long-could-be-on-the-outs-in-miami/


O Miami talvez vá mandar Jake Long embora por causa do seu alto salário??
Ele é disperado um dos melhores OL da liga. Como proteger Tannehill?
Estou, sinceramente, decepcionado com nosso GM.

abraço.

Anônimo disse...

Torço para que isso não aconteça assim como torço para que Tannehill coloque Moore e Garrard no banco já na próxima temporada !

RFIALHO disse...

Zezao essa historia sobre o J.Long sair é puro boato...sabe como é a imprensa la em Miami.

Mas o que eu quero mostrar aqui é esse video do Gruden's QB camp da ESPN. Vale demais a pena dar uma conferida( principalmente se vc domina o ingles). Mostra como nosso novo QB ama o jogo. Gostei bastante e fiquei ainda mais animado com nosso novo franchise QB.

http://www.youtube.com/watch?v=YO6UgIg1AU4

Flávio Vieira disse...

o que eu li a respeito foi: ele ( Long ) não quer re-estruturar o contrato agora e sim assinar um contrato no ano que vem.

no que ele está apostando? Uma grande temporada, sem contusão e com uma ida ao pro-bowl ( quiça eleito novamente para o primeiro time da NFL ) ele vai ganhar bem mais do que renegociando agora, que vem de sua pior temporada e vindo de contusão.

espero piamente que isso seja resolvido o mais rápido possível.

O problema do draft do Miami é: Tannehill dar certo. Se ele virar o que dizem que ele pode vir a ser, blza.

Derek Szabó disse...

Sobre Tannehill eu sou da seguinte mentalidade: se não fosse bom, o Shermann não ia querê-lo. Assim como aconteceu com o Flynn. Não veio porque Philbin, que o conhecia melhor que ninguém, não quis.

Temos a vantagem de ter o cara que o treinou na faculdade, estamos já a um passo a frente da maioria dos outros times que conseguiram QB novo. Eu sinceramente nunca assisti nenhum jogo dele, mas como torcedor, me resta torcer para que dê certo. Ao menos Ireland teve "colhões" pra catar um QB no 1º round, e ainda mais: no top 10. Pode ser um baita bust? Pode, mas nunca saberíamos se não tentassemos.

Eu estou começando a gostar dessa reconstrução do Dolphins. Não é um time que deve dar resultados agora, mas com mais uns 2 bons Drafts e Tannehill pegando experiencia, pode ser um time promissor em 2013 ou 2014.

Anônimo disse...

Mas no dia da apresentação de Tannehill a imprensa la no sul da FLórida, com Ireland e Philbin, nosso GM abriu um parenteses pra falar das especulações que ele andou lendo sobre uma possivel saida de Long, ja que seria caro mante-lo, fazer dele o OL mais bem pago da história. Ireland disse que nao gostou do que soube e tratou de terminar com os boatos, ele disse que vai manter Long por muitos e muitos anos no Miami e que Martin foi contratado pra ser RIGHT tackle na nossa equipe. Eu espero que ele mantenha a palavra né? Senão der pra acreditar no cara que comanda o football do time... (By Juba Rivas)