quarta-feira, 16 de maio de 2012

Uma questão pertinente...

Se ficasse sabendo do resultado da enquete, talvez Miller reagisse assim... 

Logo após o Draft, postei a enquente sobre qual tinha sido a melhor escolha ( algo que faço desde o primeiro Draft coberto por este Blog, que foi o de 2008 ), apenas para cumprir tabela, pois acreditei que seria pule de 10 quem ficaria em primeiro. Eis que tive uma surpresa com o resultado até aqui:

  1.  Lamar Miller - 14 votos
  2. Ryan Tannehill - 7 votos
  3. Jonathan Martin, 4 votos
  4. Michael Egnew e Rishard Matthews - 1 voto cada.


Juro que estou surpreso e que - mesmo discordando da escolha - achei que Ryan Tannehill seria o primeiro, e de forma disparada. E isso me leva agora ao título de tópico: é ou não uma questão pertinente um RB de 4º ser considerado uma melhor escolha do que o QB que saiu no Top Ten?








Duas possibilidades podem ser consideradas quanto a isso: a) O Miami escolheu um QB e isso agradou as pessoas por ser um alento diante do Deserto do Saara em que estamos com relação a posição, mas acreditam que ele pode render já, mesmo que errando, e exergam em Miller alguém pode render mais na temporada de rookie, ou; b) O Miami escolheu um QB e as pessoas tem consciência de que ele só poderá render daqui a 3 anos e por isso acham que Miller é um jogador que poderá render agora, ajudando o time a ter um ataque forte, já nessa temporada.


Tanto uma como a outra abrem um outro questionamento: o quão acertado é um draft no qual um jogador de midle round é melhor do que um de Top Ten ( esquecendo Tannehill, é apenas uma questão mais, digamos assim, profunda? ). E vejam que Olivier Vernon, primeira escolha do terceiro round está até agora sem voto algum e Michael Egnew tem apenas 1. Acho estranho isso, ainda mais porque a maioria se diz feliz com a escolha de Tannehill ( eu nem digo que tenha ficado triste, mas eu queria conseguir um talento melhor após sofrer tanto ano passado ). É como se quem ficou feliz com a escolha de Tannehill tivesse certeza de que ele não era o melhor jogador disponível, mas queira se agarrar na esperança de que ele vire um FQB de grande calibre. Sei lá, mas isso me soa estranho demais. Mesmo que eu concorde com o resultado ( acho que Miller é muito melhor escolha do que Tannehill ), isso me deixou meio perplexo. Alguém tem uma explicação para esta questão, pra mim ao menos, pertinente?






5 comentários:

Anônimo disse...

Tannehill já era esperado. Não foi uma surpresa, boa diga-se de passagem, como foi Miller. Ter achando ele tão "baixo" no draft foi muito bom. Mas isso não quer dizer que Tannehill não vá render bem. Eu penso assim: "pow já tenho esse aqui que é bom, tem potencial e talz, masss caraaiooo sobrou esse jogador aqui no 4 round??? Que beeeeleza, vou escolher ele agooooora". Acho que a longo prazo os dois darão resultado, mas pagamos um preço baixo por Miller e isso que faz a alegria da galera!!!

Flávio Vieira disse...

eu não disse e nem quero dizer que o Tannehill vá render mal, torço com certeza para que seja o oposto do que eu acho que ele vai ser, um QB comum.

Flávio Vieira disse...

a questão que eu não entendi, e acho que até quem gostou da pick do Tannehill, pq as pessoas colocam o Miller como melhor. é curioso, ao menos.

Luiz Paulo disse...

Flavio o problema é que todos nós sabemos que o Tanehill era a 4 ou 5opção de QB pro Dolphins...

E como ele é incognita, o Miller ta nessa espectativa.

Mas pra mim o draft do Dolphins foi excelente, galera vamos ver os nomes ai...

Egnew, Martin, Miller, Vernon e o Tanehill que se render mais que Moore e Garrard já ta otimo.

são 5 nomes de respeito. Pow, vamos lá mais um ano confiando e achando que AGORA VAI...

(só espero não sofrer dnovo)

Flávio Vieira disse...

Está claro isso, mas eu fiquei surpreso.

Mas eu acho estranho isso.