sexta-feira, 7 de junho de 2013

Será este o ano de Jared Odrick?

Uma pick perdida ou uma luva neste novo esquema?
Muitos, assim como eu, ficaram meio perplexos com a escolha de Jared Odrick em 2010. Dada a sua produção em campo desde então, podemos dizer que ele ainda não fez valer a pick nele investidas. Mas ai cabe uma pergunta: ele tem sido usado da melhor maneira? Será que a sua versatilidade não seria capaz de torná-lo alguém fundamental em nosso esquema?

Pois bem as respostas são ao mesmo tempo, acreditem, sim e não. Tudo acontece porque Odrick era um DT em Penn State ( sim, a mesma do escândalo envolvendo um treinador e jogadores ). E era um Defensive Tackle dos bons. Mas quando ele foi escolhido a equipe de Tony Sparano usava o sistema 3-4, e com certeza Odrick não tinha perfil de Nosa Tackle, tendo sido - naturalmente - descolado por Mike Nolan ( a época nosso DC ) para a posição de DE, no oposto a Randy Starks. Acontece que não deu certo, era uma mudança muito radical, mesmo ele tendo tido bons momentos nem de longe parecia um first round em campo. 2011 seguiu na mesmo tocada, mas ele mostrou - ao menos - evolução. Mas ainda assim, nada de render como um jogador escolhido no primeiro round.

Chega 2012 e uma nova filosofia com Joe Philbin e seu Coordenador de Defesa, Kevin Coyle. E outra mudança esquema, dessa vez para o 4-3. Acontece que Odrick permaneceu como DE, mesmo que as funções entre um esquema e outro sejam muitas. Mas se ele era DT em Penn State, porque não o deslocaram para o meio da DL? Simples: o time tinha dois jogadores melhores para isso em Paul Soliai e Randy Starks. E ele ficou como DE, no oposto a Cameron Wake, dividindo o tempo com o rookie Olivier Vernon.

Agora para 2013 trouxemos Dion Jordan e ao que tudo indica Coyle quer usá-lo como DE. Isso, por óbvio, implica que Odrick - e também Vernon - irão perder tempo em campo. Como resolver isso? Fácil, diria eu. Deixa-se Vernon como backup de Jordan e coloca-se Odrick na dele, no meio da DL como backup da dupla de Starters. Ai alguém pode perguntar: seria outra mudança. Sim, seria. Mas também seria uma volta às origens. Sem falar que em 2014 os dois Starters serão Free Agents e será de grande valia ter alguém sob contrato para contar.

Se vão fazer isso ou se ele irá render mais em 2013, é uma coisa que só saberemos daqui a 90 dias, quando começar a temporada.

Veio 2012

Um comentário:

Derek Szabó disse...

Eu concordo. Sempre achei Odrick mal utilizado. Gostaria de vê-lo como DT. E pelo tanto que Starks está fazendo cú doce, seria ótimo se Odrick fosse deslocado para a posição original.
Acho sim que ele pode ser bem útil como DT. Como DE só em situações de corrida, pois ele consegue parar bem os RBs. Já como Pass Rush ele é bem lerdão,