sexta-feira, 26 de julho de 2013

Training Camp 2013: Dia IV

Quinta-feira foi dia de folga. Eles fizeram por merecer...

Inicialmente pedindo desculpa pelo atraso deste post é porque fui dormir muito tarde na quarta e ontem estive só em casa, pois minha esposa foi a capital Recife e tive que cuidar de casa... Portanto, mesmo com atraso, aqui está o que de melhor aconteceu na quarta, pois ontem foi descanso. Hoje o time volta aos treinos: 
  • O Dolphins realizou sua prática mais longa e o Head Coach Joe Philbin disse após o treino que será a maior de toda a TC.
  • O treino de 11x11 focou situações na Red Zone – grave problema na temporada passada. O ataque teve um desempenho melhor do que no dia anterior. Nada de espetacular, diga-se.
  • Ryan Tannehill, especificamente, jogou melhor, evitando as interceptações que o perseguiram ( ou ele as perseguiu? ) na terça. Ele encontrou Mike Wallace algumas vezes no dia, incluindo dois passes para mais de 20 jardas, que podem sinalizar que os dois estão começando a se entender melhor. É muito cedo para se preocupar por que os dois não estão como o esperado, mas é bom ver isso acontecer pelo menos uma vez na primeira semana da TC. Tannehill também lançou um touchdown para Rishard Matthews.
  • O zagueiro Jorvorskie Lane alinhou como um FB pela primeira vez. Não é algo que a equipe fez durante os três primeiros dias. Em vez de usar Lane, a equipe vinha usando os tight ends Dustin Keller, Charles Clay, Dion Sims  e Michael Egnew como bloqueadores adicionais.
  • Egnew teve outro dia oscilante, enquanto ele tenta provar que merece um lugar entre os 53, um ano depois de ter sido selecionado no terceiro round. Claro que cometer dois fumbles em treinos na Red Zone não ajudam em nada, mas convém dizer que o treino consistia em receber o passe, segurá-la com um braço e em seguida, passar por dois defensores que tentaram tirar a bola. É uma situação de partida e além dele Daniel Thomas também cometeu fumble, mas só um. Mas ele teve bons momentos no treinamento pegando vários passes, incluindo um touchdown. No final do dia, ele deixou uma bola fácil cair dentro da end zone.
  • Outra coisa importante sobre recebedores mais fortes: todos os RBs tem alinhado, às vezes, na linha de scrimmage. Penso que a ideia é ganhar versatilidade e possibilidade de criar as big plays com reverses e screen pass. Não confundir isso com a famigerada Wild Cat.
  • E seguem os experimentos na OL. A de quarta foi o Center Josh Samuda substituir John Jerry como Rigth Guard. E o mais incrível: ele foi muito bem nisso.
  • Entre os especialistas os nomes vão caminhando para uma definção. Na terça-feira treinou-se retorno de punts e na quarta-feira retorno de kickoff. Marcus Thigpen continua a ser o favorito para retornar os chutes, como fez no ano passado, mas o time usou também Lamar Miller, Jasper Collins e Nolan Carroll.
  • Falando de equipes especiais, Dion Jordan viu-se trabalhando como um bloqueador em retorno de punt na quarta-feira. Ele estava na segunda unidade, então não é provável que a equipe vá realmente usá-lo nesse papel, mas é uma maneira de mantê-lo ativo sem correr grandes riscos. Com a pausa de ontem, é esperado que Jordan começe a receber um papel mais ativo no setor defensivo.
  • A batalha dos Kickers, Dia IV: Caleb Sturgis segue, curiosamente, chutando menos vezes do que Carpenter. Ele errou duas de suas três tentativas de field goal, todos dentro do treino de ataque, enquanto Dan Carpenter está quente até agora na TC. A dúvida: estariam os treinadores poupando a perna do novato para a temporada regular? 

Lesões 
  • Jamar Taylor segue sendo um provável problema. Ele fez exercícios físicos e apenas simulações de interceptações, para claramente evitar contato físico. Ele tem perdido treinos de red zone pelo o que se presume ser problemas relacionados com a sua cirurgia de hérnia, realizada na offseason.
  • Contudo na quarta tivemos nossa primeira lesão ontem: rookie running back Cameron Marshall ficou parado durante um retorno de kickoff e imediatamente levou as mãos para o tendão. Ele foi visto mais tarde em pé sobre a linha lateral com gelo envolto na sua perna. Nenhuma palavra sobre qualquer gravidade da lesão.  

Algumas declarações feitas após o treino: 
  • “Eles têm uma rara mistura de velocidade e força, além de juventude mesclada com experiência na dose certa. Então como não dizer que eles podem ser de elite?" - Hall of Fame Warren Sapp sobre o nosso Front Seven. É mole ou querem mais?
  • "Talvez assistir a um filme. Amanhã é o nosso dia de folga, vou colocar o os pés para cima, beber muita água, receber uma massagem hoje à noite e tentar relaxar um pouco." - Brian Hartline sobre seus planos para quinta-feira.
  • "É algo normal para mim. Obviamente ano passado vendo Hard Knocks, eu fiz muito isso no ano passado. Não é nada de novo." - John Jerry sobre treinar com a primeira, segunda e terceira linha ofensiva durante a Training Camp. Sinal de que ele será cortado?
  • "Estamos nos esforçando ao máximo todos os dias. Acho que estamos melhorando a cada dia, estamos na direção certa. Temos vários dias antes do nosso primeiro jogo de pré-temporada e, especialmente, antes do início da temporada regular". Mike Wallace sobre encontrar uma química com Ryan Tannehill
  • "Tem dias em que fazemos coisas diferentes. Tenho toda a confiança que o técnico ( Mike ) Sherman vai colocar o ataque na forma necessária. Eu realmente não estou preocupado com isso. Foram até aqui apenas quatro dias de treinos. Temos muito dias para ir a campo e, especialmente, antes da temporada regular. Acho que tudo vai estar no lugar. Acho que eles têm um bom plano para nós”. Mike Wallace falando se a equipa tem praticado as rotas profundas tanto quanto ele gostaria


Nenhum comentário: