domingo, 8 de setembro de 2013

Week 1 - Dolphins 23 x 10 - Finalmente vencendo em abertura de temporada

O Miami venceu o Browns hoje em um jogo atípico. E em mais de um sentido. Mas o mais importante foi vencer. Precisamos de ao menos 10 vitórias para pensar em post-season, portanto faltam 9. Mas para vencer outras 9, o time vai ter que jogar mais do que hoje no ataque. Os 23 pontos podem deixar uma impressão de sucesso, mas não foi bem assim. Mas o importante é vencer, sempre é importante, pois desde 2010 o time não vencia em abertura de temporada. Vamos a uma análise por setores que funcionaram e os que deixaram a desejar:


FUNCIONOU

  • Pass Rush. Deu gosto de ver a atuação do nosso Front Seven. Cameron Wake começou simplesmente engolindo a OL do Browns, e olha que não é qualquer uma não. Ele terminou a partida com nada menos do que 2,5 sacks. Ele foi muito bem ajudado por Randy Starks, que dividiu um sack com ele e ainda fez outro, bem como fizeram um Derrick Shelby e Dion Jordan. Lindo de se ver.

  • Secundária. Faz tanto tempo que eu nem me lembro mais, diz uma letra de música dos anos 70. Pois eu não consigo lembrar quando tínhamos conseguido 3 interceptações em uma partida. Dimitri Patterson fez duas, uma delas lindíssima, e Nolan Carroll - que diria, né? - fez outra. Mas isso tem que ser relativizado um pouco, pois não será todo dia que o QB do outro lado será Brandon Weeden, vamos combinar? Mas enfim, foi uma ótima, mesmo que o time tenha levado quase 300 jds, mas é que Weeden ficou mais tempo com a bola. 

  • Jogo de passe. Fiquei sem saber se colocava aqui ou não. Pode perfeitamente estar no que funcionou quanto no que não funcionou. Explicando: Tannehill nem foi bom nem ruim. Isso é possível? Sim, é acreditem. O time conseguiu 3 interceptações no primeiro tempo e marcou apenas 3 pontos nessas situações. Aliás, o time só marcou 6 pontos no primeiro tempo. Ainda na parte de não funcionar, fica a interceptação de rookie que Tannehill lançou. Alguns dirão que o passe foi defletido. Sim, foi mesmo, mas o passe foi péssimo e por isso foi defletido. Mas tem o lado, digamos assim, bom é claro: Tannehill conseguiu seu primeiro TD em abertura de temporada e conseguiu uma boa produção de jardas e relação de passes acertados. Contudo, as deep balls não funcionaram e ele passou de ser interceptado outras duas vezes. Atuação regular ou que deu pro gasto, mas que diante de um Falcons vai resultar em derrota. Hartline teve uma atuação excelente, Wallace fez apenas figuração, Gibson mostrou útil e Clay apareceu bem em momento cruciais.

NÃO FUNCIONOU

  •  Jogo Corrido e/ou Linha Ofensiva. O Miami avançou impressionantes 20 jardas em 23 tentativas. Precisa dizer mais? Bom, nem deveria mas é preciso pontuar duas coisas: a) se for apenas o RBs, estamos mal pagos, pois teremos poucos o que fazer para resolver o problema; b) se o problema for na OL, e é o que parece, treino e dedicação podem amenizar o problema. Porque eu acredito que foi a OL quem não conseguiu abrir espaços? Os 2 RBs usados ( Thomas e Miller ) tiveram produção ruim, pífia até. Thomas até que conseguiu mais jardas, mas ainda assim produziu muito pouco. Ele ao menos fez um TD. Mas é preciso pontuar: uma semana de treinos não tem como produzir milagres.
  • Play Calling. É, passou um ano e o jogo do time segue num conservadorismo de dar raiva. Ai eu fico na dúvida: é assim porque falta audácia e capacidade para Mike Sherman ou porque Tannehill e os RBs são fracos? Se for a primeira opção é péssimo e se for a segunda mais ainda. Esperar que tenha sido apenas para não correr riscos desnecessários, mas não podemos capitalizar apenas 3 pontos em 3 interceptações. Audária, arrojo e ousadia é do que precisamos.


Acho importante ressaltar que, sempre, o mais importante é vencer. Sempre. Contudo é bom olharmos com atenção especial pro que não deu tão bem assim para não nos decepcionarmos nas próximas semanas. Entrando sabendo o que está ruim é a melhor forma de corrigir os problemas. Como por exemplo um retorno de TD anulado por uma falta imbecil de Nolan Carroll ou um número acentuado de faltas que cederam/custaram jardas importante.

Enfim, é bom vencer. É bom ver a defesa matando a pau. Mas é prudente pensar: era o Browns. Semana que vem tem mais. E o adversário é um tal de Colts com um tal de Andrew Luck. Mas, por hora, vamos celebrar. Miami está 1-0 pela primeira vez em 3 anos. E isso é o que, realmente, importa. Como disse lá em cima: falta nove vitórias!!!

2 comentários:

Bruno Ribeiro disse...

Excelente post.
Parabéns! GO DOLPHINS!

Rubens disse...

Boa análise. Go Dolphins