sábado, 20 de abril de 2013

Mock Draft Interativo: Picks 19 e 20

A pouco menos de uma seman do Draft, seguimos escolhendo jogadores para todos os times do primeiro round do Draft, que acontece na Sexta-Feira. Sendo assim, vamos - sem demoras - aos escolhidos por Giants e Bears:


A Linha de defesa do Giants é monstruosa mas a de ataque... Por isso, por unanimidade, o Giants faz o que eu considero um reach para conseguir o melhor OT disponível, deixando de lado o pensamento do BPA. Em todo caso, o jogador escolhido ( DJ Flucker ) vem da melhor Universidade da atualidade na NCAA ( Alabama ) e é dominante naquilo que faz. Tem seus buracos, como todo atleta, mas isso não o torna uma escolha ruim. O Manning mais novo, agradece.


Jay Cutler tem o seu Wide Receiver de elite ( vsf Ireland ), mas precisa de um TE novo e atlético. Neste contexto, a escolha de Tyler Eifert de Notre Dame é perfeita. Um dos melhores prospect de TE em alguns anos, tem tudo para render e dar frutos por anos em Chicago.

Abaixo, os jogadores até agora escolhidos:

01 - Kansas City Chiefs: Luke Joeckel OT, Texas A&M
02 - Jacksonville Jaguars: Dion Jordan DE, Oregon
03 - Oakland Raiders: Sharrif Floyd DT, Florida
04 - Philadelphia Eagles: Eric Fischer OT, Central Michigan
05 - Detroit Lions: Ezequiel Ansah DE, BYU
06 - Cleveland Browns: Dee Milliner CB, Alabama
07 - Arizona Cardinals: Lane Jonshon OT, Oklahoma
08 - BufCordarelle Patterson WR, Tennessee
09 - NY Jets: Geno Smith QB, West Virginia
10 - Tennessee Titans: Chance Warmack OG, Alabama
11 - San Diego Chargers: Jarvis Jones OLB, Georgia
12 - Miami Dolphins: Xavier Rhodes CB, Florida State
13 - Tampa Bay Buccanneers: Desmond Trufant CB, Washington
14 - Carolina Panthers: Star Lotuleiei DT, Utah
15 - New Orleans Saints: Barkevious Mingo DE/OLB, LSU
16 - Saints Louis Rams: Tavon Austin WR, West Virginia
17 - Pittsburgh Steelers: Kenny Vaccaro FS, Texas
18 - Dallas Cowboys: Sheldon Richardson DT, Missouri
19 - NY Giants: DJ Fluker OT, Alabama
20 - Chicago Bears: Tyler Eifert TE, Notre Dame

sexta-feira, 19 de abril de 2013

E saiu o calendário da temporada...

 
Alguns eventos são aguardados com imensa expectativa e um deles, por uma tragédia ocorrida segunda-feira em Boston, demorou um dia a mais. Ontem a NFL divulgou o calendário de 2013. Contra quem e onde já era conhecido, mas faltava o mais importante: quando. E agora sabemos. 
 
De um modo geral, eu diria, que não muda assim tanto as nossas, acreditem, pequenas chances de post-season ( a menos que um verdadeiro milagre ocorra no Draft ), mas começar pegando Browns é melhor do que perder pro Patriots, por exemplo. Se bem que perdemos todas as últimas 4 partidas diante do time de Cleveland ( êta fase ruim que não quer passar, até os Bills conseguem vencer os cachorros da NFL ). Neste mundo dominado pela falta de humor, quero deixar claro que o mascote do Browns é um... cachorro!!!
 
Abaixo a lista de jogos e o que eu penso deles, analisando também se eventualmente eles favorecevem ou não a existência de uma sequência de vitórias ou derrotas:
  • Week 1 at Browns - 08/09. Time que não faz nada de grande na NFL desde 2007. E que deveria ser um time contra o qual a vitória deveria, eu disse deveria - ser quase uma obrigação. Mas infelizmente não é assim que a banda toca. Em todo caso, se o time vencer pode arrancar para o restante da temporada com mais moral. Mas o contrário, partir para mais um ano perdido é igualmente uma realidade;
  • Week 2 at Colts - 15/09. O ano de 98 mudou o histórico desse confronto: Peyton Manning entrou na NFL. De lá para cá, nós viramos fregueses dos Colts. E em 2012 os dois times escolheram QBs no Draft, com a diferença de apenas 7 picks entre eles. E, eu afirmo, eles estão muito na frente neste quesito. Sendo assim ou conseguimos "matar" Andrew Luck ou iremos perder. Mais uma vez.
  • Week 3 vs Falcons - 22/09. Este time por muito pouco não esteve no Super Bowl e é, pra mim, um dos 4 favoritos da NFC a ir para o desta temporada. Sendo assim, em condições normais, será uma derrota. Eles são melhores. E ponto.
  • Adendo I: aqui tanto podemos chegar com 3-0 ou com 0-3. Temos time para vencer o Browns e jogar de igual para igual com o Colts, mas não para fazermos isso diante do Falcons. Sendo assim, para fazermos 3-0, além do óbvio, é preciso ter atuações consistentes diante dos outros dois times. Ou em outras palavras: para se chegar ao topo é preciso superar o primeiro degrau.
  • Week 4 at Saints - 30/09 ( Monday Night Football ). E para terminar o primeiro mês - onde temos mais de 60% de nossas vitórias na história - que tal enfrentar o time que tem o QB que ignoramos apenas 2 vezes? Drew Brees é quase imbatível atuando no Mercedez Super Dome e a nossa secundária tem um alento: o DB diante do qual ele menos rende. Será o suficiente? Que tal vai depender do nosso QB...
  • Week 5 vs Ravens - 06/10. O time possivelmente virá de duas derrotas. E existe momento pior pra pegar o campeão do SB? Pois é. Resta-nos torcer que o Baltimore sofra do mal dos campeões do SB: normalmente ficar fora da post-season na temporada seguinte. Se assim for, teremos uma chance real. Se não... 
  • Adendo II - Que sequência dos infermos: pegar os dois melhores times da NFC Sul e o campeão do SB. Mas é a vida. Podemos olhar por outro lado: 2 vitórias aqui dariam um moral sobrenatural. Claro que a 3 derrotas...
  • Week 6 - Bye Week - Juntar os caquinhos ou dar um justo descanso após gloriosas vitórias em duras batalhas? Eis a questão...
  • Week 7 vs Bills - 20/10. Vencer não é opção, é obrigação.
  • Week 8 at Patriots - 27/10. E tome pedreira fora. Ao menos - resta torcer - não deverá estar nevando ( Ryan Tannehill está 0-2 nesta situação ) e o time virá de vitória ( espero ). Perder é a previsão com qualquer clima ou moral nossa, mas fica mais fácil sonhar sem neve e tendo trucidado os Bills, não é mesmo? 
  • Week 9 vs Bengals - 31/10 ( Thurday Night Football ). Fim de mês, jogo em rede nacional... e o adversário que vencemos - com certa facilidade - ano passado. O time deles tem uma dupla que se projeta infernal no ataque e torcemos que a nossa já esteja, ao menos, quente. Jogo em que é possível vencer e tentar arrancar pra post-season.
  • Adendo III: Especular nada mais é do que... especular!!! Sendo assim, passada a metade da temporada e tentando equilibrar torcida, realidade e desejos acredito que o cenário mais plausível aqui é de 3-5.  Claro e evidente que pode ser o contrário, mas para isso teremos que vencer, ao menos, um Playoff/SuperBowl Contender ( Patriots, Falcons ou Saints ) ou vencer todos os "iguais", mais o campeão do Super Bowl ( Ravens ). Sinceramente, acho que 4-4 já seria fantástico.
  • Week 10 at Buccs, 11/11 ( Monday Night Football ). Eis um jogo no qual eu acredito em vitória, independente de onde seja, pois o clima é o mesmo. Claro que o time pode ser derrotado, é óbvio. Mas é um jogo com boas chances.
  • Week 11 vs Chargers - 17/11. Chance de ouro para o time engatar uma terceira vitória não? O time rival tem Rivers e... bom, a qualidade do elenco rival não é dos maiores e temos chances reais de vencer.
  • Week 12 vs Panthers - 24/11. Se o time tiver conseguido vencer as 3 partidas anteriores, eis uma chance única: bater o time de Cam Newton e cia. Se a previsão feita no Adendo estiver certa ( 3-5 ), time aqui poderá ficar com saldo positivo e embalado. Time pra vencer o Panthers, eu acho que temos.
  • Week 13 at Jets - 01/12. Com ou sem chance de post-season, é obrigação vencer os jatos dentro ou fora de casa. Não concordam?
  • Adendo IV: Sequência de jogos para embalar rumo a uma, improvável, ida para os palyoffs. Se o timer feito 4-4 na primeira metade da temporada e eventualmente conseguir vencer estas 4 partidas, o time entrará com forço total pra conseguir fazer história. Pois ainda faltariam dois jogos contra times mais fracos ( Bills e Jets ). Mas é claro que não podemos contar certas estas 4 vitórias.
  • Week 14 - at Steelers - 08/12. O momento vai definir o que esperar desta partida. Na boa, eu não vejo este time vencendo os Steelers. Estando bem ou mal.
  • Week 15 vs Patriots - 15/12. Depois de, provavelmente, perder pro Steelers receber o Pats está longe do ideal, mas é o que está marcado. Pra mim, outra derrota.
  • Week 16 at Bills - 22/12. Com ou sem chance de post-season, é obrigação vencer os Bills. Problema, de novo, será a neve. Tannehill está 0-2 assim e o próprio Dolphins não costuma render tanto assim. Mas vencer, reitero, é obrigação.
  • Week 17 vs Jets - 29/12. É... será que viveremos uma epopeia parecida com a de 2008 ( vencendo o rival, elimonando-o e ainda obtendo o título de divisão? ). Bom, muito longe para sabermos, mas o que sei é que, levando em conta o dito no Adendo III, o time poderá sim ter chance de post-season, fazendo um máximo de 10-6. Mas isso por enquanto está no campo dos sonhos...

Mock Draft Interativo: Picks 17 e 18

Tempo apertado, mas vamos adiante com o Mock. Duas escolhas complexas, tanto é que um dos escolhidos ( Vaccaro ) foi o mais votado pros dois times. Sem demoras, vamos a eles:


 Ok, tenho que admitir que o Steelers tem seus problemas em outras posições, mas duvido que eles passem um jogador como Vaccaro. Ainda mais porque Troy Polamalu não é eterno. Aqui eles achariam o substituto ideal. Claro que eles poderiam pegar outro jogador, mas Vaccaro vale a pena.


Sheldon Richardson, se leitor fosse deste Blog ficaria feliz de cair no Dallas Cowboys. DT da Universidade de Missouri, ele tem qualidades em doses genorosas para elevar ainda mais a qualidade da DL do time do Texas.

Abaixo a lista com todos os escolhidos até aqui:


01 - Kansas City Chiefs: Luke Joeckel OT, Texas A&M
02 - Jacksonville Jaguars: Dion Jordan DE, Oregon
03 - Oakland Raiders: Sharrif Floyd DT, Florida
04 - Philadelphia Eagles: Eric Fischer OT, Central Michigan
05 - Detroit Lions: Ezequiel Ansah DE, BYU
06 - Cleveland Browns: Dee Milliner CB, Alabama
07 - Arizona Cardinals: Lane Jonshon OT, Oklahoma
08 - BufCordarelle Patterson WR, Tennessee
09 - NY Jets: Geno Smith QB, West Virginia
10 - Tennessee Titans: Chance Warmack OG, Alabama
11 - San Diego Chargers: Jarvis Jones OLB, Georgia
12 - Miami Dolphins: Xavier Rhodes CB, Florida State
13 - Tampa Bay Buccanneers: Desmond Trufant CB, Washington
14 - Carolina Panthers: Star Lotuleiei DT, Utah
15 - New Orleans Saints: Barkevious Mingo DE/OLB, LSU
16 - Saints Louis Rams: Tavon Austin WR, West Virginia
17 - Pittsburgh Steelers: Kenny Vaccaro FS, Texas
18 - Dallas Cowboys: Sheldon Richardson DT, Missouri

quarta-feira, 17 de abril de 2013

Anos perdidos...

Antes de começar o texto propiamente dito, duas imagens para ilustrar a ideia que quero trazer para os amigos:

Cam Cameron na Conferência de Imprensa e sua tenativa de explicar a escolha de Ted Ginn Jr, o cara bom de família, em suas próprias e nefastas palavras...

Alguns meses depois o sentimento de todos era o do cara ai, de saco na cabeça e orando a Deus por apenas uma vitória, era o fundo do poço. Pelo menos era o que todos pensaávamos...


Existe uma máxima nos esportes dos EUA que normalmente não falha: Equipes vencedoras são montadas via Drafts. Claro e evidente que ver por outra uma equipe cheia de Free Agents vence uma das ligas ( MLB, NFL, NHL, NBA ), mas de certo modo é no draft que se acham as estrelas e jogadores que irão comandar um time ao olimpo. No caso do Dolphins, estamos a diversos anos achando o caminho do inferno...

A temporada de 2007 foi a pior. E pior mesmo. E em todos os sentidos possíveis e imagináveis. Nada deu certo, nada mesmo. Começa com a escolha do Técnico: ficamos com Cam Cameron que viera do Chargers, com seu ataque explosivo ( Rivers e LT ) em detrimento de Mike Tomlin que acabou indo pro Steelers. Só por aqui dá pra se ter uma ideia de tudo que começa errado, termina errado. Não irei listar os outros absurdos cometidos, mas foi de matar de raiva. Enfim, vencemos ao menos uma partida, com direito a Field Goal errado do Ravens pra matar a partida e a epopeia do TD de Greg Camarillo.

Veio então aqueles anos que dão nome a este post, os tais anos perdidos: 2008 e 2009. Tudo começa com a escolha de quem iria comandar a bagaça: Bill Parcells de Vice-Presidente de Operações, Jeff Ireland de General Manager e Tony Sparano de Head Coach. Todos pensaram aquele tradicional: agora vai!!!

Em comum os três haviam trabalhado juntos no Dallas Cowboys. E isso deveria ter chamado minha atenção a época, mas passou batido: quem foi o Cowboys nos anos seguintes a passagem dessa tríade por lá? Eles já tinham tornado Tony Romo QB Starter do time e outras belezas mais, mas o pensamento era de renovação e qualquer projeto - mesmo que ruim - deeveria ser melhor do que o time do 1-15.

Para não desviar demais do foco que quero seguir, a temporada de 2008 beirou a perfeição: post-season e jogos memoráveis e para completar até um QB o time tinha encontrado. Pois é, parecia. E veio 2009 e o 7-9 mais amargo de todos, pois o time realmente tinha condições de conseguir a post-season, mas derrotas para timecos ( com todo o respeito ) nos impediram de voltar a sonhar. Mas o pior ainda estava por vir... Mas o foco aqui é nos dois drafts feitos nestes anos. E vamos a lista e onde estão ( ou nao ) os jogadores escolhidos naqueles dois drafts:

2008
  • Jake Long, OT: Rendeu em alto nível por 3 temporadas, tendo sido eleito por All-NFL Team em 2010. Depois de duas cirurgias, nunca mais foi o mesmo e agora está no Rams;
  • Phillip Merling, DE: Rendeu mais ou menos no primeiro ano e depois decaiu. Até ser cortado antes da temporada 2011. Era perseguido por lesões. Fora da NFL;
  • Chad Henne, QB: Parecia o futuro. Parecia. Saiu como FA em 2012 e hoje está no Jaguars;
  • Kendall Langford, DE: Starter desde o primeiro dia, saiu como FA em 2012 e está no Rams;
  • Shawn Murphy, OG: Parecia promissor, mas lesões e uma certa falta de qualidade não ajudaram em nada. Fora da NFL desde 2010;
  • Jalen Parmele e Lex Hilliard, RBs: Foram draftados sem qualquer sentido e sairam sem deixar grandes saudades.
  • Donald Thomas, OG: Starter da OL desde o primeiro dia, perdeu espaço quando mudaram o Coach do Setor. Fora do time desde 2011;
  • Lionel Dotson, DT: Alguém sabe quem é ele?
2009
  • Vontae Davis, CB: Eu ainda não engulo a troca dele pro Colts. Starter sólido, ainda poderia ajudar e muito o time. Mas Philbin e Coyle o mandaram pro Colts em 2012 ( e depois do Draft!!! ) para ficarmos com Rishard Marshall. Realmente valeu a pena...;
  • Pat White, QB/TE/RB/WR/OF/RF/1B...: Acho que dispensa apresentações, não?;
  • Sean Smith, CB: Mãos de quiabo ou não, o fato é que ele era Starter deste time. Agora está no Kansas City Chiefs;
  • Patrick Turner, WR: Quem? Ah, o companheiro de time de Mark Shancez? Tá explicado... fora da NFL;
  • Brian Hartline, WR: Este ainda está no time ( o primeiro e um dos únicos das duas listas!!! ) e foi o melhor WR em 2012. Após 3 temporadas sendo, digamos assim, discreto;
  • John Nalbone, TE: Quem? De qual Universidade? Pois é, fora da NFL desde 2011;
  • Chris Clemons, FS: Goste-se dele ou não, ele é um verdadeiro sobrevivente, pois em quinto round e ainda ser Starter do time...;
  • Andrew Gardner, OT: Reserva da OL e pau pra toda obra. Onde colocar ele joga. Se bem, ai é outro departamento.
  • J. D. Folsom, ILB: Vamos dar um desconto né? Se os caras dos dois primeiros round viram busts ou já estão fora do time, como é que podemos cobrar alguém de fim de feira?
É mole ou você quer mais? De 18 jogadores escolhidos nesses dois Drafts, apenas 3 jogadores ainda estão em Miami. Um verdadeiro descalabro, um absurdo. Está explicado porque ainda não temos um time decente? Se ainda assim você não se convenceu, olha para times como Steelers, Ravens, Niners, Seahawks ou Patriots e vejam quantos jogadores estes times ainda tem em seus elencos destes dois anos. E detalhe: dos 3 que ainda estão no elenco, nenhum é de destaque ou alguém imagina que Clemons e/ou Hartline seriam Starter em mais do que 4 ou 5 times da Liga, estes entre os piores?

Mock Draft Interativo: Picks 15 e 16

Metade do caminho. E ainda estamos no dia 17. O Draft é daqui a 8 dias e o ritmo está bom, mas vamos manter como ele está, afinal é melhor entregar o serviço antes do que depois, não é mesmo? E outros dois times da NFC escolhem agora seus jogadores: New Orleans Saints e o Saint Louis Rams. Vamos aos escolhidos:


O time do Saints tem uma máquina de TDs em Drew Brees, mas a sua defesa é também uma máquina de TDs, só que pros adversários. Sendo assim fica complicado pensar em um segundo anel de campeão. Com a chegada do DE/OLB Barkevious Mingo de LSU, o time começa a resolver os seus problemas. Ele tem todos os predicados para chegar e ser o esteio de uma defesa que ainda precisaria de outros reforços ( e o time não tem pick de segundo round ), mas ele chega para ser o cara. Talento e qualidade ele tem de sobra, um excelente fit pro Saints.


O Saint Louis Rams tem um QB que ainda não desencantou na NFL, Sam Bradford. E como bem sabemos nada melhor para um QB com certos problemas do que um WR de elite, não é mesmo? Pois Bradford não terá do que reclamar caso a escolha do seu time for a mesma que fizemos aqui no Mock Interativo: Tavor Austin de West Virginia. Ele tem qualidades que poucas vezes são encontradas em um recebedor só: velocidade, agilidade, ótimas e grandes mãos e bom corredor de rotas. Precisa dizer mais alguma coisa?

Abaixo, como de costume, todos os jogadores até agora escolhidos:
01 - Kansas City Chiefs: Luke Joeckel OT, Texas A&M
02 - Jacksonville Jaguars: Dion Jordan DE, Oregon
03 - Oakland Raiders: Sharrif Floyd DT, Florida
04 - Philadelphia Eagles: Eric Fischer OT, Central Michigan
05 - Detroit Lions: Ezequiel Ansah DE, BYU
06 - Cleveland Browns: Dee Milliner CB, Alabama
07 - Arizona Cardinals: Lane Jonshon OT, Oklahoma
08 - BufCordarelle Patterson WR, Tennessee
09 - NY Jets: Geno Smith QB, West Virginia
10 - Tennessee Titans: Chance Warmack OG, Alabama
11 - San Diego Chargers: Jarvis Jones OLB, Georgia
12 - Miami Dolphins: Xavier Rhodes CB, Florida State
13 - Tampa Bay Buccanneers: Desmond Trufant CB, Washington
14 - Carolina Panthers: Star Lotuleiei DT, Utah
15 - New Orleans Saints: Barkevious Mingo DE/OLB, LSU
16 - Saints Louis Rams: Tavos Austin WR, West Virgínia 

segunda-feira, 15 de abril de 2013

Mock Draft Interativo: Picks 13 e 14

O Mock Draft Interativo não para e agora chegamos aos times da NFC Sul que buscam melhorar o histórico recente de decepções: Tampa Bay Buccaneers e o Carolina Panthers.


O Tampa Bay Buccanneers está atrás de um CB, tanto é que está negociando a aquisição de Darrelle Revis do Jets, via Trade. Mas além disso, caso consigam a "island Revis", o time precisará de sangue jovem e de qualidade na secundária. Neste sentido a escolha de Desmond Trufant será inteligente, pois o jogador tem qualidade, força e técnica que podem ajudar o time a ter uma secundária forte por vários anos. Revis viria para tornar o setor em Top, mas já não é exatamente uma criança...


O Carolina Panthers tem, ao que parece, tem seu futuro resolvido quanto a QB, mas a defesa precisa de reforços. E um dos setores fundamentais hoje em dia é o Front Seven, pois se o time conseguir pressionar com eficácia o QB adversário e limitar as corridas terá meio caminho andado pra vencer as partidas, nem precisando de uma secundária tão forte assim. Por isso o DT de Utha, Star Lotulelei é uma escolha segura, que garantirá a força necessária pro miolo da DL dos Panthers. Ele tem o que os analistas chamam de "intangibles", ou em português a capacidade fazer o algo a mais.

Estamos agora perto do Draft e agora iremos chegar ao meio do Mock, com as picks 15 e 16 ( Saints e Rams ). Em tempo, a lista dos escolhidos:

01 - Kansas City Chiefs: Luke Joeckel OT, Texas A&M
02 - Jacksonville Jaguars: Dion Jordan DE, Oregon
03 - Oakland Raiders: Sharrif Floyd DT, Florida
04 - Philadelphia Eagles: Eric Fischer OT, Central Michigan
05 - Detroit Lions: Ezequiel Ansah DE, BYU
06 - Cleveland Browns: Dee Milliner CB, Alabama
07 - Arizona Cardinals: Lane Jonshon OT, Oklahoma
08 - BufCordarelle Patterson WR, Tennessee
09 - NY Jets: Geno Smith QB, West Virginia
10 - Tennessee Titans: Chance Warmack OG, Alabama
11 - San Diego Chargers: Jarvis Jones OLB, Georgia
12 - Miami Dolphins: Xavier Rhodes CB, Florida State
13 - Tampa Bay Buccanneers: Desmond Trufant CB, Washington
14 - Carolina Panthers: Star Lotuleiei DT, Utah