domingo, 11 de maio de 2014

Análise do Walter Football sobre o Draft do Miami...

Landry recebeu uma nota melhor do que a de James. E isso diz muito sobre o Draft...
O Site Walter Football faz uma cobertura intensa do Draft. E analisa pick por pick e todos os times. Aqui eu traduzo/adapto o texto de lá para o nosso Blog. Espero que gostem ( o texto original clique aqui )

Nota do Draft: C

Metas no NFL Draft 2014: Prioridade número 1 de Miami é encontrar várias atualizações na linha ofensiva para compensar a ridícula situação Jonathan Martin/Richie Incognito no ano passado. Ajuda também é necessária entre os linebackers, wide receivers e cornerbacks, mas conseguir melhorar o bloqueio para Ryan Tannehill, tem que ser objetivo principal da equipe.

Resultado: Quantas maneiras existem para estragar um Draft? Já’Wuan James foi uma seleção infeliz na primeira rodada. Eu entendo a enorme necessidade, e eu até listei ele no meu Mock Draft, mas era um jogador distante do primeiro round. Nós falamos com cinco equipes sobre a escolha, e nenhum deles tinha ele como uma sólida perspectiva na primeira rodada. Não estou dizendo que James não pode arrasar, mas Miami provavelmente teria sido capaz de obtê-lo no segundo round.

O restante foi decente. Billy Turner, que pode realmente ser melhor do que James foi uma escolha sólida. Jarvis Landry fornece profundidade necessária no elenco. Walt Aikens e Jordan Tripp foram steals.

Se o Dolphins não tivesse escolha de primeiro roud, eu poderia dar-lhes um "B" no geral. No entanto, o erro em James tem que deixá-los numa graduação inferior.

Grades individuais: 
  • 019: Ja’Wuan James, OT – Tennessee. Nota: C-. Eu amei a reação do público a esta escolha, muitas das pessoas perguntou: "Quem?" O Front Office queria James o tempo todo, mas não há dúvida de que esta escolha foi um reach. James poderia ter sido escolhido na escolha de segundo roud. Eu daria uma nota Miami até pior do que C-, mas temos que pensar sobre o que aconteceu no ano passado. O Miami teria que montar uma nova Linha Ofensiva para proteger Ryan Tannehill, e com os quatro melhores tackles já draftados (assim como CJ Mosley e Ryan Shazier ), eles não tinham muita escolha. Eu só queria que Miami tivesse trocado para baixo. 
  • 063: Jarvis Landry, WR – LSU. Nota: B-. O Dolphins mostrou um interesse em recebedores antes do Draft, e é fácil perceber porquê. Eles não tinham nada além da inconsistente dupla Mike Wallace e Brian Hartline. Isso não é mais o caso, como Jarvis Landry vai entrar em cena e provavelmente se tornará novo receptor no slolt da equipe. Isso pode ser considerado um reach, mas não é nada chocante. 
  • 067: Billy Turner, OT - North Dakota State. Nota: B. O Dolphins não perdeu tempo para prosseguir a reconstrução de sua OL. Billy Turner é um habilidoso jogador que deve/pode ser capaz de contribuir desde o começo e capaz de fazer o torcedor esquecer dos ( diversos ) problemas no ano passado. Turner tem números para ser considerado um upgrade, mas pode-se dizer isso de diversos tackles. Eu realmente coloquei Turner sendo draftado pelo Miami na terceira rodada no meu Mock Draft, então eu acredito que essa é a faixa certa para ele. 
  • 125: Walt Aikens, CB – Liberty. Nota: A-. Alguém em nossa equipe implorou que o Dolphins adicionasse mais altura na secundária. E o time conseguiu isso com o Walt Aikens. Cortland Finnegan está programado para ser Starter, mas parece que tem "área de desastre " escrito sobre ele. Mesmo sendo uma pick de quarto roud, Aikens pode acabar deixando Finnegan no banco em algum momento nesta temporada. 
  • 155: Arthur Lynch, TE – Georgia. Nota: B. O Dolphins teve que encontrar outro alvo de linha para Ryan Tannehill. Arthur Lynch faz sentido no quinto round. Esta não é uma ótima escolha, mas faz muito sentido. 
  • 171: Jordan Tripp, OLB – Montana. Nota: A. Esperava-se que o time escolhesse um linebacker muito mais cedo do que isso - talvez até no primeiro round. Demorou demais, mas ajuda que Jordan Tripp oferece torna-o um grande valor. Tripp provavelmente deveria ter sido escolhido bem antes, provavelmente nos Rouds 3-4. 
  • 190: Matt Hazel, WR – Coastal Carolina. Nota: B. Mais profundidade na recepção faz algum sentido. O round também é certo, como Matt Hazel era visto como uma perspectiva de 6-7 round. Eu não me sinto satisfeito sobre esta escolha, de um jeito ou de outro. 
  • 234: Terrence Fede, DE – Marista. Nota: B. Terrence Fede ia gerar uma boa quantidade de interesse se virasse um UDFA, por isso os Dolphins só queria pegá-lo antes do fim do Draft. Uma quarta opção para atuar como DE era uma necessidade para Miami.

14 comentários:

Anônimo disse...

É... mas existem outras análises que devem ser consideradas também, afinal, o dever do blog é informar o torcedor: Vamos lá:

Com a esperança de colocar o drama por trás deles, o Miami se dirigiu para o draft de 2014, com um novo GM em Dennis Hickey .

Ele assumiu uma lista com algumas necessidades gritantes , especialmente ao longo da linha ofensiva .

Eles ficaram presos na primeira rodada, pelo menos se eles não estavam recebendo qualquer ofertas sérias para realizar um trade pela pick de n º 19.

Os principais OL tinham ido embora por esse ponto . Assim, Ja'Wuan James foi a seleção.

Ele poderia ter sido a escolha menos sexy do primeiro round e um reach grande. Mas, agora o Miami tem um RT com calibre de titular. Coisa que precisava desesperadamente.

Eles também precisavam de um No. 3 WR, embora isso não era uma prioridade principal, agora eles tem um bom em Jarvis Landry .

A 5'11 " , 205 libras, o WR de LSU não é um burner , mas ele é um excelente corredor de rotas com grandes mãos. Mike Mayock o chamou de " o mais resistente wide receiver do draft" durante a cobertura da NFL Network , e ele era um líder no vestiário na LSU .

Ao escolher OL Billy Turner de North Dakota State , o Miami concluiu a sua reforma na OL. Turner deve chegar e começar a titularidade como OG, talvez junto com o também estreante James.

Hickey teve um bom draft de todos os lados, talvez pontuado por encontrar um steal em Jordan Tripp, linebacker de Montana no 5º round.

Anônimo disse...

Esqueci de por a nota: B+

Anônimo disse...

Mais uma análise:

Miami Dolphins

19. Ja'Wuan James, OT, Tennessee
63. Jarvis Landry, WR, LSU
67. Billy Turner, OT, North Dakota State
125. Walt Aikens, CB, Liberty
155. Arthur Lynch, TE, Georgia
171. Jordan Tripp, LB, Montana
190. Matt Hazel, WR, Coastal Carolina
234. Terrence Fede, DE, Marist

Grade: A-

A prioridade número 1 para Miami neste draft foi de atualizar a linha ofensiva. Billy Turner e James Ju'Wuan vão ajudar a manter Ryan Tannehill limpo. Depois de três primeiros rounds, os Dolphins pegaram talentos esquecidos no meio do draft, como Jordan Tripp e Matt Hazel. Hazel é um corredor de rota suave, que junto com Jarvis Landry deve ajudar o ataque do Miami no início de suas carreiras. Landry, em especial, deve entrar em campo desde o primeiro dia. Tannehill pode ficar feliz com o que o Miami fez neste fim de semana.

Anônimo disse...

Agora briga ai com as análises feitas por jornalistas americanos que entendem esse jogo desde que saíram das fraldas de suas mães.

Flávio Vieira disse...

A-? Prum draft com dois REACHS absurdos?

Que site foi esse? pra eu nunca nem ler ele...

Flávio Vieira disse...

E dizer que Hickey fez um bom draft é algo sensato? Meu Deus... o cara escolhe um tackle na pick 19 que estaria disponível na pick 27 ao menos, recebe duas propostas de Trades e mesmo assim faz o reach e isso é bom?

Esse Draft não tem como ser A-. Nunca. A- é um subnível abaixo de Perfeito!!!

E Drafts com Reachs jamais podem ser próximos de Excelentes!!!

Anônimo disse...

Só vale se for o seu ponto de vista é?! Você pede para respeitarem a sua opinião e tá duvidando e desmerecendo a análise dos outros, que inclusive entende mais Football do que você. Humildade ai, amigo.

Victor Hugo disse...

bem... eu acho que o maior erro do draft foi nao ter descido na primeira rodada pra pegar mais picks de segundo round,mesmo o draft nao tendo pego jogadores com grande potenciais pelo menos pegou jogadores de necessidade.a verdade é que miami tem o talento pra ir pros playoffs desde a temporad passada , deixando de ganhar bills ,ravens,panthers em casa todos esses jogos era possivel mas por erros da linha ,nao conseguimos bate-los e fora o jogo de new england em boston onde a equipe abriu uma grande vantagem no primeiro tempo,só torço pro Tannehill ter mais tempo em pé,que ele corra mais com a bola,os running backs tbm produzam.. pq se isso acontecer vamos pra post season. temos que ter confiança galera

Flávio Vieira disse...

porque as pessoas não botam a cara pra bater como eu faço?

E é impossível dar um A- pra esse Draft do Miami. é o que eu penso.

Flávio Vieira disse...

e não acredito em post-season.

no máximo 5-11. pra ficar longe das melhores picks no draft de 2015...

Anônimo disse...

Essa nota foi B+.
http://www.thephinsider.com/2014/5/12/5708516/dolphins-draft-grades-2014-mel-kiper-says-miami-succeeded

Essa nota foi A - http://www.thephinsider.com/2014/5/12/5710004/dolphins-2014-draft-grades-sb-nation-gives-miami-high-marks

So pra constar, é do site de onde vc COPIA tudo desse blog. Traduzir tudo do translate só, nao vale.
Talvez vc nao saiba ingles pq ta no nordeste...

Aprende a dar nota de draft certo. Nao pode ser parcial apenas.

Juba Rivas disse...

Falou merda ai, ao falar do nordeste. No resto eu concordo. Existe sim, notas boas pro draft do Miami. E como eu disse lá no facebook: isso não vale de nada, pq é tudo relativo. Uns pensam de uma forma e dão tal nota e outros pensam de outra e metem um valor diferente. Mas, na minha opinião, o draft foi bom. Vamos deixar o novo GM trabalhar.

Flávio Vieira disse...

anônimo:

A NOTA C NÃO É MINHA. A Minha talvez seja -B.

Flávio Vieira disse...

sobre o Nordeste:

a) além de preconceituosa ele é digna de um IMBECIL;
b) eu sou paulista de nascimento, do que tenho orgulho. mas meus pais, minha esposa e meus filhos são nordestinos.
c) eu nunca disse que era um expert em inglês. se vc encontrar um post onde eu tenha dito isso, eu faço um posto retratando-me;
d) por sua causa, BABACA, eu vou voltar moderar os comentários.

Passar bem, RACISTA!!!