segunda-feira, 14 de novembro de 2016

Week 10: Dolphins 31 x 24 Chargers - Estamos na briga!!!





A partida no Qualcomm Stadium era vital para as nossas pretensões na temporada. E o resultado - não a atuação geral em si - foi excelente. Vencemos os Chargers interceptando Phillip Rivers 4 vezes ( nem lembro qual a última vez em que tínhamos feito isso ) e ganhando aquelas partidas que nos últimos nos acostumamos a perder. Aquele tipo de partida em que, invariavelmente, víamos o adversário vencer ou nós simplesmente entregar a vitória para eles. Ontem não...

O primeiro tempo foi, praticamente, todo do Chargers. Estavam liderando por 10x0 e nada parecia dar margem para uma vitória. Foi quando Ryan Tannehill fez o que, às vezes, ele consegue: o passe impossível. Numa conexão de 39 jardas, e tomando porrada no momento do passe, ele achou Kenny Stills na End Zone para deixar o placar ao alcance do time. Nosso Head Coach Adam Gase deve ter se esforçado em suas orientações no intervalo, mas elas só valeram em partes.

A defesa veio melhor no terceiro quarto, conseguindo bons lances e parando o ataque do Chargers, até que uma corrida Melvin Gordon colocou o time na Red Zone e Rivers não perdoou, acertando um passe para o TE Hunter Henry fazer 17x14. O ataque fez sua parte nesta quarto, primeiro virando a partida numa corrida de Damien Williams e depois num drive longo que culminou em outro TD de Williams, mas este de passe de Tannehill. O placar era, neste momento 21x17. E ai veio o último quarto...

Em retorno de Punt, o honorável Jakeem Grant soltou a bola e deixou o Chargers em ótima situação para virar a partida. Rivers tentou o passe no canto da end zone e... Tony Lippett fez a interceptação!!! Mas o ataque parou e veio outra campanha do Chargers e na pressão próxima da própria end zone, Rivers tentou um passe longo e... Byron Maxwell fez a interceptação!!! E o ataque mais uma vez parou. E ai Rivers comandou o drive que colocou o time na frente, com uma falha grotesca da defesa, onde todo mundo errou. É o preço que se paga quando deixa-se um QB como Rivers ter chances seguidas para vencer a partida. Mas ainda tinha tempo... mas Tannehill comandado? Pois é...

Ele pegou a bola e no primeiro passe do drive, mandou nas mãos de DeVante Parker para 56 jardas, tomando uma senhora porrada depois de soltar a bola. Conseguimos andar com alguma dificuldade - fruto de uma atuação apenas normal de nosso RBs - e Andrew Franks chutou um FG fácil empatando a partida em 24x24. Tannehill merece créditos por esse drive. Mas o jogo ainda não tinha acabado.

Faltando pouco mais de um minuto e com a bola no meio de campo, precisando de poucas jardas para posicionar o Kicker para ganhar a partida, Rivers tinha a certeza da vitória. Com a defesa do Dolphins cansada pelo tempo em campo, a derrota parecia certa. Até que... Kiko Alonso resolveu fazer a jogada defensiva da temporada até aqui: saiu da posição em que estava no Front Seven e recuou para marcar os receivers e fez a interceptação e ainda retornou para Touchdown decidindo a partida. Abaixo o lance:


Sessenta jardas para a vitória. Quantas vezes nós vimos lances assim resultarem em derrotas nestes anos? Nem sei e nem quero contar, mas foram muitos. Ontem, finalmente, nós estávamos do lado vitorioso e isso não tem preço. Isso quer dizer que um novo tempo, enfim, chegou? Não sei ainda, mas isso é indício forte. Com 5-4 temos chances boas de conquistar um vaga na post-season, mesmo que Broncos e Chiefs tenham vencido suas partidas em viradas que pareciam improváveis, e agora tem - ambos - sete vitórias. Mas no final do domingo ainda teve outro alento: em partida emocionante, o Pats caiu em casa(??) pro Seahawks e também estão com 7-2, nos deixando em condições de - atenção - sonhar com a conquista da Divisão.

Por hora, vamos com calma. Ainda estamos duas vitórias atrás de quem é dono das vagas na Post-Season via Wild Card. Mas só de vencer uma partida onde normalmente teríamos perdido é muito animador. Depois eu faço um post sobre as atuações, mas por hora vamos saborear a vitória. Pois domingo iremos outra vez a Costa Oeste encarar o Rams.

Nenhum comentário: