sexta-feira, 30 de dezembro de 2016

Como é bom estar classificado antes da Semana 17

E a multidão vai a loucura...
Se me contassem um ano atrás, que neste dia 30 de Dezembro eu estaria escrevendo às vésperas da Semana 17 com o time já classificado para a post-season, com certeza eu chamaria a pessoa de louca. Ninguém previu isso. Me desculpem, mas quem disser que acreditava piamente neste enredo um ano atrás está mentindo. 

A equipe do 6-10 ( pior campanha desde o 1-15 de 2007, empatada com a de 2011 ) era um amontoado de jogadores, que venceram partidas que nem precisávamos mais e nos deixariam subir no Draft. Faltava de quase tudo, mas basicamente as estrelas deste ano já estavam no time um ano atrás. O que não tinha naquele time era - além de comando - química. Porque como explicar o ano de um Tony Lippett? Ou o de Jay Ajayi, que praticamente nem jogou ano passado? E o que dizer do ressurgimento de Dion Sims? Alguém ai acredita que Matt Moore lançasse 4 TDs se Joe Philbin fosse o Técnico? Não, ele não conseguiria jamais fazer isso...

Agora vemos muitos times buscando treinadores e pensando no draft e nós olhando para o post-season. Pode ser que paremos nos Steelers ( existe uma chance de uma ida ao Texans caso o Chiefs percam e nós vençamos os Pats ) e que se passarmos paremos no nosso rival New England. Mas quem, em sã consciência, é louco de reclamar se só jogarmos uma única partida na post-season depois de 8 anos?

E 2016 até agora tem mostrado, bem verdade que só depois da Semana 6, que não é bom apostar contra os Dolphins. E isso, amigos, não tem preço.

2 comentários:

Guilherme Mitre disse...

Como é bom... Tem toda razão, Flávio...
Mas, pra mim, o melhor do ano é a afirmação de alguns jogadores que mostraram que são dignos do nosso time e que, com algumas peças bem colocadas, poderemos vislumbrar coisas cada vez maiores pro futuro.
Comecei a acreditar bem mais no Tannehill, Moore se mostrou um grande backup, Suh e Wake são os caras, temos um time de recebedores de verdade depois de anos (Landry, Parker, Stills...), Ajayi será nosso novo Ricky Williams (podem anotar), Alonso, Maxwell, Franks... A turma é boa, enfim...

E, pra coroar, o Adam Gase me surpreendeu demais. Sempre o achei sem carisma (ainda acho), mas quem tem que gostar e respeitar o cara não sou eu. Pra mim, chama algumas jogadas erradas aqui e ali, mas acerta MUITO mais do que erra e parece que tem o time na mão.

Que venha a próxima temporada, porque temos tudo pra pegar post season na próxima de novo.

Flávio Vieira disse...

bom, eu realmente não me convenço com Tannehill. ele ia para mais uma temporada apática, sem sal. como muitos outros QBs comuns da Liga...