sábado, 24 de dezembro de 2016

Week 16: Dolphins 34x31 Bills - Ah, eu tô maluco!!! ah, eu tô maluco!!!

Jay Ajayi foi o cara na partida, correndo mais uma vez para mais de 200 jardas...
E no final, com um FG no Overtime, vencemos...
Amigos, eu estou vivo. Não sei como, mas estou. Por conta do Natal não postarei muita coisa, mas esse jogo foi tenso. Sobreviver com um Field Goal de 55 jardas foi espetacular e vencer com um FG curtinho nem se fala. Eliminamos os Bills e seguimos vivos na temporada, ao conseguir a 9ª em 10 partidas, algo surreal. E isso com o QB reserva, com uma secundária remendada e que não segura ninguém, mas seguimos vencendo.

Desejo a todos um feliz natal. E amanhã, talvez, eu faço um post relatando a insanidade que foi a partida. E, claro: ah, eu tô maluco!!! ah, eu tô maluco!!!

Week 16: Dolphins x Bills - Vencer será duro,mas a recompensa pode ser gratificante

Run Ajayi, Run!!!
A primeira partida sem Ryan Tannehill nós vencemos. Mas foi contra um bando desorganizado, sem comando, sem vontade alguma na temporada. Agora iremos encarar um time que ainda almeja algo, mesmo que as chances de Bills sejam muito reduzidas. Mas é uma equipe equilibrada com defesa forte e bom jogo corrido e um QB que é muito melhor do que todos os que estão em NY. 

Nossa defesa contra as corridas é um problema nesta partida. Temos cedido muitas jardas corridas e isso poderá ser um problema no clima de Buffalo: chuva e frio é a previsão do tempo. Claro que o nosso próprio jogo corrido é uma arma e está na hora de Jay Ajayi voltar a correr 100 jardas. Seriam muito bem vindas, com certeza.  

Não podemos, e nem devemos, esperar que Matt Moore repita a ótima atuação que teve contra os Jets, mas é claro que se ele puder jogar bem facilitará demais a nossa vida. Que a defesa consiga pressionar o Tyrod Taylor vai atenuar muito o trabalho do ataque.

Vamos torcer e aguardar. Como disse, vencendo teremos como nos classificar amanhã com uma derrota dos Broncos. Mas vamos pensar primeiro nos Bills...

sexta-feira, 23 de dezembro de 2016

Cameron Wake e Ndamukong Suh serão os nossos jogadores no Pro-Bowl

Eles são o terror dos QBs...
A NFL divulgou os nomes para o Pro Bowl esta semana e o Miami teve dois atletas selecionados: o DE Cameron Wake e o DT Ndamukong Suh. Ambos estão tendo uma temporada acima das expectativas e tocando o terror nos QBs adversários. Juntos eles tem 15,5 sacks e 87 tackles. Além de diversas pressões nos QBs, que precisam soltar a bola mais rápido, facilitando a vida da secundária e dos LBs.

Achei que Jarvis Landry merecia a indicação, mas a concorrência é desleal na AFC com Anthonio Brown, Amari Cooper e cia... mas ele tem feito sua parte. Na OL eu acho que talvez Laremy Tunsil pudesse ter sido lembrado, mas admito que seria forçar a barra.

No mais, nenhuma grande injustiça. Talvez se tivesse jogado em alto nível por mais rodadas Jay Ajayi estivesse na lista... mas tendo atuado em altíssimo nível apenas em 3 partidas na temporada não é merecedor de Pro-Bowl.

Update: Victor Bastos lembrou que Kiko Alonso merecia pro-bowl. Ok, merecia mesmo. mas pesa nestas horas  as contusões que o perseguiram em algumas partidas. Mas concordo com você Victor.

Playoffs nesta rodada é mais próximo do que parecia...

Parece que iremos atualizar essa imagem...
Postei anteriormente o que era necessário para conseguirmos a vaga na Post-Season nesta rodada. Coloquei a partida entre Ravens x Steelers e até mesmo os confrontos de Titans ( que visita os Jaguars ) e o Texans ( que recebe os Bengals ). Mas na verdade é bem mais fácil do que isso: basta vencer os Bills e os Broncos perderem. 

Sim, isso mesmo que você leu: basta que vençamos os Bills ( algo acessível, mas que será uma dureza ) e os Broncos serem derrotados pelos Chiefs no Arrowhead Stadium. Mas e Ravens x Steelers, onde os dois podem chegar também aos 10-6, pior campanha que ficaríamos vencendo os Bills? Sim, os dois poderiam ficar com 10-6, mas neste caso os Corvos venceriam a divisão e os Steelers ficariam para o Wild Card e... sim, nós os vencemos e por isso a vaga seria nossa. A mesma coisa se aplica para Titans e Texans, com um detalhe: apenas um deles poderá chegar a 10-6 e o outro no máximo a 9-7.

Portanto, vençamos primeiro os Bills. Conseguindo isso, aguardemos o domingo e a partida de Broncos x Chiefs. E ai, quem sabem, comemorar uma vaga que parecia impossível na semana 5. E agora - 9 partidas e 8 vitórias depois, está bem próxima. 

quarta-feira, 21 de dezembro de 2016

Sites dos EUA divergem demais quanto a posição do Miami neste momento da temporada

Subindo... mas quanto mesmo?
Já disse aqui mais de uma vez admirar que se proponha a montar Power Rankings. E também já disse - também mais de uma vez - que eles não são apenas as equipes com melhor campanha na frente das que tenham pior, fosse assim era só pegar a Classificação do Site da Liga e fazer os comentários. Existem particularidade a serem observadas que a fria campanha não mostram. Um exemplo claro: quem é entre Vikings e Bills neste momento? Ambos tem 7-7, mas o nosso rival de domingo ainda respira por aparelhos, mas tem 3-2 nas últimas 5 partidas, enquanto que o time NFC Norte tem 2-3. Em qualquer PR decente - e honesto - o time de Buffalo vai aparecer na frente. Mas e se compararmos os Lions (9-5) e os Packers (8-6), quem estaria na frente? Nitidamente quem está pegando fogo é time de Green Bay, não o de Detroit.

Por isso tudo é que, numa primeira olhada, uma posição alta pode enganar. O inverso também é verdadeiro. Quando nós ficamos com 1-4 nas cinco primeiras semanas, teve analista que colocou o Miami com a 31ª franquia entre 32, só a frente dos Browns. E mesmo assim citando que quase perdíamos aquela partida ( e, de fato, é verdade ). Depois muitos analistas demoraram demais para acreditar na recuperação do time. E quem pode criticá-los se ainda custamos acreditar no que aconteceu? Poucos analistas, contudo, chegaram a colocar o time entre os 10 melhores. A maioria situou-nos entre a 11ª a a 16ª, a depender da Semana. Mas agora, com 9-7 não seria a hora de figurarmos no Top Ten? Ainda mais depois da sólida atuação diante dos Jatos?

O PR que mais tenho acompanhado é o do Site da NFL. Nele, neste momento, somos a 14ª melhor equipe. Atrás, portanto, de nada menos do que 4 equipes que nem estão em zona de classificação ( duas deles nem estarão lá com certeza ). Mas é aquela coisa, para o analista Titans, Packers, Lions e Ravens vivem momento melhor que nós. Eu discordo de ficarmos atrás de todos eles, mas é aceitável pensar assim, até por dois deles lideram suas divisões e os outros dois dependem apenas de seus próprios esforços para conseguirem isso. O The Phinsider faz semanalmente uma compilação dos principais PR lá nos EUA. Vale a pena conferir...

Respondendo a pergunta lá de cima:

  • Estamos jogando com nosso Quarterback reserva. E mesmo que ele tenha tido sua melhor atuação da carreira, ele ainda é o reserva;
  • Encaramos um time sem qualquer pretensão e que é, sem zueira, uma baderna;
  • Temos problemas para conter o jogo corrido, ponto forte do próximo rival, os Bills;
  • Temos um histórico de auto-destruição. Quem não lembrar de 2013 ou 2014?
Por isso é que por mais que tenhamos jogado muito bem contra os Jets, é natural existir uma certa desconfiança. Cabe ao time desfazê-la no sábado. E basta vencer e o Broncos perder para que, enfim, voltemos a post-season.

segunda-feira, 19 de dezembro de 2016

Cenários para conseguirmos a vaga na Post-Season vencendo os Bills

Cenário de momento da corrida aos playoffs
"Vencer é bom, mas vencer os Jets é bom demais". Bom dia para quem viveu para chegarmos ao dia que podemos dizer que varremos os Jets e demos-lhes uma sova na casa deles. Essa vitória trouxe bem mais do que satisfação: trouxe esperança de voltarmos a post-season. A sólida atuação de Matt Moore - irei falar mais sobre ela - tirou das costas de todos nós um peso e tanto: o ataque não é super dependente de Tannehill como pensávamos. E eu digo mais: ver aquele logo logo ali em sexto não tem preço.

Mas pode ficar melhor, já neste domingo. Tudo passa por vencer os Bills fora de casa no sábado, na gélida Buffalo e chegar ao 10-5. Se isso acontecer, só ai poderemos olhar para outros resultados, muitos dos quais terão acontecido no sábado. Vamos ao que olhar e para quem torcer:
  • Broncos x Chiefs, domingo - A partida pode decidir muita coisa para nós. Em tese, alguns podem querer que os Broncos vençam, mas aqui é para torcer para o Kansas City, pois assim Denver ficaria com 8-7 e sairia da briga. Simples assim;
  • Ravens x Steelers, domingo - Outra partida crucial, onde temos que torcer para o mandante, pelo mesmo motivo citado acima: Ravens sairia da briga;
  • Bengals x Texans e Titans x Jaguars, sábado - Nem precisamos tanto assim torcer contra, mas derrotas de ambos anteciparia a classificação. Isso porque Texans e Titans se enfrentam na última rodada e - ao menos - um dele só vai chegar aos 9-7.
Claro que tudo isso só se aplica caso vençamos os Bills. E isso não será nada fácil, é bom deixar claro. Mas batendo os Bills podemos até voltar ao paraíso neste domingo. Não é fácil, mas poderemos chegar lá. É possível e só isso poder acontecer já vale a temporada...

domingo, 18 de dezembro de 2016

Com derrota dos Broncos, voltamos a Zona de classificação à post-season

Post-Season sua linda, olha nós aqui outra vez...
Não é bem o que gostamos de ver acontecendo, mas com a derrota dos Broncos para os Patriots voltamos a ocupar o Seed 6 da AFC. A rodada poderia ter sido bem melhor, pois várias equipes que concorrem conosco acabaram vencendo suas partidas ( Steelers, Ravens, Texans e Titans ), mas agora comandamos nosso próprio destino. Vencer os Bills pode ser o suficiente para conquistarmos a vaga, mas é pouco provável. 

O lado bom é que a post-season está mais perto do que nunca. E só isso, já valeu a temporada. 

Week 15: Dolphins 34x13 Jets - Moore time!!!

Resumo da partida: massacre.
Independentemente do que acontecer nas duas próximas partidas ( Bills fora e Pats em casa ) essa já é uma temporada para se comemorar: o time terminará com mais vitórias do que derrotas pela primeira vez desde 2008. E se vencer os dois últimos compromissos não apenas repetirá a campanha da mesma temporada, como também irá a post-season. Assim como em 2008.

Matt Moore fez a melhor partida da sua vida ( 12/18, 236 jardas, 4 TDs e 1 Int ) e possivelmente garantiu um bom contrato ano que vem na Free Agency. Jay Ajay chegou as 1000 jardas terrestres na marra e Jarvis Landry também. Dion Sims recebeu para 2 Tds e Kenny Stills também recebeu o dele.

Pela defesa destaque para a dupla que esmagou Bryce Petty: Cameron Wake ( 1 sack, 1 fumble forçado e 1 interceptação ) e Ndamukong Suh ( uma atuação monstruosa ). Além deles, destaque para as duas interceptações de Tony Lippett e uma surpreendente boa atuação de Xavien Howard, após contusão de Byron Maxwell.

Agora com 9-5 o time vai encarar os Bills no gelo de Buffalo. Se vencer, continuaremos a controlar nosso destino, pois os Broncos estão com um calendário bem pesado e os Steelers tem um confronto pesado contra o Ravens, onde um dos perderá. As chances de post-season são reais, ainda mais com a atuação dominante de hoje. Com direito a Touchdown do time de especialistas, com Walt Aikens, bloqueando punt e ele mesmo correndo até a end zone.

Vai dar? Não sei, mas um dos objetivos da temporada foi alcançado: voltar a ter mais vitórias. Agora vamos em busca do segundo. Pelo o que jogamos hoje, temos como acreditar...