terça-feira, 25 de abril de 2017

Perfil: Malik McDowell, DT - Michigan State


Aconteceu ontem, no Twitter, um Mock Draft com autores de todas as 32 equipes da NFL aqui no Brasil. E não, eu não fui o responsável pelo Dolphins. Foram escolhas sequenciais, sem trades, onde cada um colocou o que desejava ou imagina o que a equipe faria. O responsável pelo perfil @BrDolphins fez uma escolha que eu não gosto nem um pouco: o DT Malik MdDowell de Michigan State.

Apesar de não gostar, trago o perfil do mesmo para que, caso o time faça isso na quinta, não sejamos pegos de surpresa.

VISÃO GERAL

Como um top-50 prospecto de High School de Detroit, McDowell poderia ter ido para qualquer time, mas ele foi contra os desejos de sua família e se matriculou em East Lansing, o que fez com que o treinador Mark Dantonio e sua equipe muito feliz. Depois de jogar como reserva na temporada de calouro ( 15 tackles, 1,5 sacks ), McDowell alinhou na segunda equipe All-Big Ten ( 13 TFL e 4,5 sacks ).

ANÁLISE

  • Pontos Positivos - Agilidade e atleticismo chamam atenção de todos. Pode sobrecarregar bloqueadores com força pura e explosividade quando usa os pés da maneira correta. Pode redirecionar seu peso e manter a busca de quarterbacks móveis, além de muito bom contras as corridas.
  • Pontos Fracos - Footwork e sua técnica precisam melhorar. Alto centro de gravidade é um problema às vezes. Provavelmente seu maior problema é que os Scouts estão preocupados com ética de trabalho e sua liderança.
  • Comparavável na NFL: Ezekiel Ansah
  • Resumo - Tem características físicas semelhantes e habilidades de Arik Armstead e DeForest Buckner, mas não tem a personalidade de ambos. Produção dele oscila muito e pode atuar como DT em 4-3 ( o esquema que usamos ) ou até mesmo um DE em 3-4. McDowell é um talento cru, mas é perspectiva explosiva, ascendente com potencial All-Pro, mas ele precisará de desenvolvimento adequado para isso. E, convenhamos, desenvolver jogadores crus não é exatamente onde somos considerados excelentes...

Nenhum comentário: