domingo, 22 de abril de 2018

Estrelas do Draft: Baker Mayfield, QB - Oklahoma

Os Dolphuns tem olhado com atenção incomum para Mayfield.
Desde que eu criei o Blog ( quase 11 anos atrás ), o Miami Dolphins nunca demonstrou tanto interesse num QB como tem feito com Baker Mayfield. Tudo o que um time pode fazer para cercar um jogador, o time já fez. E parece existir, de fato, uma chance real de que ele seja escolhido na primeira rodada, caso esteja disponível. Com Ryan Tannehill não aconteceu nada disso, porque ou o time já o tinha escolhido antes de contratar Mike Sherman como Coordenador Ofensivo ou depois de contratá-lo.

O fato é um só: o time parece ter finalmente acordado. Estava claro a muito tempo que com Ryan Tannehill este time não vai longe, precisa de um algo a mais. Será que Mayfield representa este algo a mais? Para alguns sim, mas para outros não. O fato é que já passou da hora de arriscar em outro QB. E Mayfield parece a opção adequada para isso.

Nome: Baker Mayfield - Universidade: Oklahoma - Posição: QB - Classe: Sênior
Altura: 1,85m - Peso: 98kg - Idade: 23 anos

Pontos Positivos:
  • Resistente e competitivo.
  • Líder nato.
  • Tem melhorado ano após ano.
  • Tem bom trabalho pre-snap, com uma boa leitura de jogo.
  • Preciso em todos os três níveis
  • Completou 53% de seus passes para mais de 21 jardas nos últimos dois anos
  • Tem talento de improvisação
  • Usa mobilidade para ganhar tempo para fazer jogadas
  • Taxa de 67% de acerto quando em movimento
  • Produtividade e eficiência de elite na zona vermelha
Pontos Negativos
  • Preferência por passes curtos pode facilitar que os defensores o bloqueiem na NFL
  • Atuou em um esquema que espalha diversos recebedores, abrindo assim boas janelas para a transmissão
  • Precisa melhorar a leitura do fundo do campo
  • Tem problemas em identificar blitz atrasadas
  • Footwork não é bom e é um ponto crucial a ser melhorado
  • Quando o pocket entra em colapso ele rende menos
  • As vezes suas bolas profundas ficam penduradas
  • Por vezes ele insiste na jogada quando não tem mais o que fazer, o que pode acarretar em sacks desnecessários
Porque Draftar? O time precisa de um QB para seguir em frente. Ryan Tannehill não nos levará à um Super Bowl, é fato. E volta de uma séria contusão, o que pode torná-lo inferior ao seu teto apresentado até agora, o que já era insuficiente. Mayfield é um líder e nos permitiria montar um time no seu entorno. Ele serviria, já agora em 2018, como um seguro para uma volta inconstante de Tannehill e para os próximos anos ser o comandante de um time vencedor.

Um comentário:

Felipe Gabriel Branco de Souza disse...

"Preferência por passes curtos pode facilitar que os defensores o bloqueiem na NFL
Atuou em um esquema que espalha diversos recebedores, abrindo assim boas janelas para a transmissão
Precisa melhorar a leitura do fundo do campo
Tem problemas em identificar blitz atrasadas
Footwork não é bom e é um ponto crucial a ser melhorado
Quando o pocket entra em colapso ele rende menos
As vezes suas bolas profundas ficam penduradas
Por vezes ele insiste na jogada quando não tem mais o que fazer, o que pode acarretar em sacks desnecessários"
Tem certeza que esse aí não o Tannehill? hahaha Se for assim, já temos todos os pontos negativos mesmo, então chamem a cria de Oklahoma para que, enfim, tenhamos os pontos positivos também!