sábado, 13 de agosto de 2011

Faltam 30 posts pra o número 1000. Quanta coisa...

Foi escrita aqui. Vivemos boas histórias, outras tenebrosas e o melhor é que o melhor estar por vir. Algumas pessoas passaram por aqui, outras sairam e hoje temos o Dan e o Juba ainda ativos como colaboradores. Em todo caso quando eu for fazer a postagem de número mil, irei tentar alguma coisa diferente. Mas por enquanto fiquemos com a discussão do momento: Chad Henne ou não Chad Henne.

E já garanto: a postagem mil não será sobre Chad Henne com certeza...

Porquê a OL foi tão mal ontem?

Treino da OL durante as Trainning Camps. O que aconteceu contra o Atlanta?

Diante do Atlanta Falcons vimos um jogo corrido inoperante e uma OL perdida. Mas o que aconteceu? Podemos resumir facilmente: mudanças.
  • O líder do setor, Jake Long, está na Pup List. E esta OL é uma com ele e outra sem ele. A de sexta é o que pode acontecer caso ele ficasse de fora da temporada;
  • Temos um novo Center, que é a base da mesma. Não adianta ter super Tackles ( e nós tem um ) se o Center não for bom/ótimo. E exigir isso de Mike Pouncey em sua primeira partida é um pouco demais, não é mesmo?
  • Além disso tivemos Mark Colombo estreando , porquê não também Vernon Carey.
  • E em uma OL um entrosamento quase perfeito é mais de 40% do sucesso do setor. Sintonia com o QB e os corredores idem.

Por isso não fiquemos tão preocupados assim, pois Coach Sparano já tinha avisado: "não esperem por um plano de jogo definido diante do Falcons". Se Coach disse, eu acredito. Mas na terceira partida da pré-temporada não terá mais desculpas, certo Tonny?

Pré-Temporada Jogo 1: Dolphins 28 x 23 Falcons

Como dito no post de ontem, jogo de pré-temporada nada mais é do que um coletivo onde os setores de seu time treinam contra setores de outros times. E os primeiros times ficam, normalmente, em campo apenas no primeiro quarto. O que se deve mudar na quarta partida. E não custa nada lembrar: em 2007 fizemos 4-0 e deu no que ( não ) deu... Vamos a algumas boas ( outras nem tanto ) considerações a respeito da vitória de ontem:

Para quem chega como total desconhecido, Phillip Livas deixou um belo cartão de visitas: TD de retorno de Punt no Miami Dolphins é coisa bem rara de acontecer. Mesmo em pré-temporada. Esperar próximos jogos para ver se ele consegue manter um bom nível. Não precisará marcar TD em todo jogo, mas se conseguir boas jardas já será um alento e tanto...

Sei que alguns ficaram animados com a atuação de Moore. Mas alguém parou para reparar na interceptação dele? Fez dois TDs é certo, mas contra a segunda defesa do Falcons. Aqui também é prudente esperar para criticar ou para começar a cobrá-lo como titular...

A jogada que resultou nessa comemoração merece destaque: movimentação interessante, proteção ideal da OL, rota perfeita e passe bem executado. Se isso for uma prévia do que possa acontecer na temporada OK. Se foi apenas um lance que foi conseguido pelo fato de ter sido contra a segunda defesa do Falcons, ai é motivo para preocupações. Sérias preocupações...

Duas interceptações. Eu não esperava que ele não lançasse nenhuma ontem. Mas das duas, uma não pode ser creditada na conta dele, afinal Anthony Fasano jogou a bola pra cima e ai fica bem mais fácil pro DB fazer a interceptação. Na segunda, Sparano disse isso, Davone Bess correu a rota errada. Mas pera ai um instante: se o WR não está lá, porque raios você lança a bola assim mesmo? Tudo bem que existem lances, que por sua velocidade, não dá pra olhar, é fazer o snap, dar o tempo combinado e jogar a bola. Mas não parece ser este o caso do lance. A bola não era um screen pass e dava pra ter visto se ele estaria lá ou não. Em todo caso, nesta, eu discordo de Sparano, que isentou Henne de culpa. E a saber: Sparano está certo de dar apoio ao QB que ele crer que vai ser o Starter.

sexta-feira, 12 de agosto de 2011

Pré-Temporada Jogo 1: Dolphins at Falcons

Como todos sabem, jogo de pré-temporada não serve pra muita coisa, ainda mais o primeiro. Mas eu estou preocupado com o que não vi: Henne com duas interpetações e o time titular do Falcons com 17x0. Se a primeira impressão é a que fica... E um aviso: não adianta dizer que o Matt Moore lançou dois TDs ( e uma interceptação também ) porque ele enfrentou os reservas. E ai, convenham, fica mais fácil aparecer. Não se esqueçam que em sua primeira partida de pré-temporada um tal de Pat White encantou a todos com seus números. Tendo jogado contra o terceiro time do adversário...

Neste momento em que escrevo o jogo está 28x20... Não fiz o post antes porque, mesmo não dependendo do Speedy ( que em SP vive dando problema ), estava sem internet. Aqui em Salgueiro-PE, dependo do Velox. Que ultimamente está me enchendo o saco, mas no interior as opções são poucas, aliás escassas.

quarta-feira, 10 de agosto de 2011

Segundo ESPN Miami é o 24º entre os 32 times da Liga

Sejamos francos: o time terminou a temporada 2010 mal, não fez nenhuma bombástica contratação, perdeus bons/grandes valores e ainda por cima não trouxe um QB sequer comparável a Chad Henne. Poderia estar melhor posicionado? Acho que não. Irei postar o Power Ranking como foi feito na ESPN, com comentários meus:
  1. Green Bay Packers: Pode ser outra a posição do Campeão do Super Bowl?
  2. New England Patriots: Existe uma predileção em excesso pelo Pats. Tudo bem que o time conseguiu dois peixes grandes ( Haynesworth e Ochocinco ), mas é para estar frente de tanta gente assim um time que perdeu pro Jets de Mark Sanchez?
  3. Philadelphia Eagles: Pra mim este é o verdadeiro segundo colocado. Com uma secundária com Aso, Asante e DRC não pode ser o maior desafio ao atual Campeão?
  4. New Orleans Saints: Quem tem Drew Brees sempre estará por cima. Mas uma pergunta ficou: quanto será sentida a saída de Reggie Bush?
  5. Pittsburgh Steelers: A-Rod mostrou que essa defesa não é assim tão forte. Hora de Dick Lebeau se superar. Mais uma vez diga-se
  6. Atlanta Falcons: Muito alta a posição. Matt Ryan precisa mostrar que pode vencer partidas em Janeiro;
  7. New York Jets: Perderam qualidade no ataque e o QB ainda é Mark Sanchez. Será que a defesa continuará salvando?
  8. Indianapolis Colts: Pra mim deveria estar acima dos outros dois. Mas não está. Manning ainda é, na minha opinião, o melhor QB da Liga;
  9. Baltimore Ravens: Perdeu a base de seu jogo corrido, trouxe um bom veterano, mas ainda assim será a defesa quem dará as cartas. Só que um ano mais velha;
  10. San Diego Chargers: Phillip Rivers começa a parecer um QB que vai ficar no limbo. Hora pra mostrar que pode mais;
  11. New York Giants: Tem time para estar mais a frente, mas sofreu baixas consideráveis. Será que o Manning mais novo guenta?
  12. Tampa Bay Buccaneers: Aqui temos um time muito acima. Josh Freeman será o fiel da balança para definir como será o ano.
  13. Chicago Bears: Perdeu o centro da OL, mas ainda é um time forte.
  14. Kansas City Chiefs: Venceu a divisão em 2010 após vários anos. Parece com alguém?
  15. Saint Luis Rams: Sam Bradford e Josh McDaniels juntos? Coisa boa deve vir por ai.
  16. Dallas Cowboys: Rob Ryan conseguirá transformar essa defesa em uma Top? Se conseguir, Cowboys será um time duro de se bater;
  17. Houston Texans: o time do futuro. Será que este nunca chegará;
  18. Detroit Lions: inacreditável não? Anos atrás o Lions seria o pior;
  19. Seattle Seahawks: O time passa por mudanças profundas. Talvez este seja um ano de transição;
  20. Tennessee Titans: após o fim da era Jeff Fischer teremos um time ainda vencedor?
  21. Arizona Cardinals: Tudo novo em Phoenix? Kevin Kolb será a solução? Respostar durante a temporada;
  22. Jacksonville Jaguars: David Garrard ainda pode ser um QB líder? Creio que não;
  23. Oakland Raiders: O time perdeu seu melhor jogador ( Aso ), renovou com jogadores questionáveis e o QB é Jason Campbell;
  24. Miami Dolphins: Faz sentido estar aqui, afinal não melhoramos em termos de QB, perdemos nossos RBs e temos um novo Coordenador de Ataque. São muitas mudanças no mesmo setor. Claro e evidente que acreditamos que podemos fazer mais. Existem 3 ou 4 times acima de nós neste Power Raking que, a meu ver, não estão melhores do que nós.
  25. Minnessota Vikings: O que dizer de um time que aposta tudo em Donavan McNabb?
  26. San Francisco 49ers: Jim Harbaugh vai ter problemas para fazer este grupo vencedor. Talento para isso ele tem.
  27. Denver Broncos: Franquia que entrou em re-construção desde 2008. E que terá Kyle Orton como titular. Precisa de mais?
  28. Cleveland Browns: Colt McCoy salva ou não? Dessa resposta dependerá o sucesso da temporada em Cleveland;
  29. Washington Redskins: Vários e vários anos pagando caminhão de dinheiro para FAs. E agora o time fechou o bolso?
  30. Carolina Panthers: Tem um novo QB. Mas acreditem, isso é um problema. E dos grandes;
  31. Bufallo Bills: Um time longe de tudo, com elenco ruim e sem QB. Acho que poderia ser o pior da lista;
  32. Cincinnatti Bengals: Perdeu o QB, a estrela WR e o que ficou? Um time sem graça e sem talento.

Channing Crowder anúncia aposentadoria!!!

Depois de ser cortado e realizar treinos com o Pats, eis que Channing Crowder anunciou sua aposentadoria. Algo realmente surpreendente, ainda mais para um jogador com apenas 27 anos. Na foto ele é o nosso Mascote no dia em que evitamos o 0-16. Vai deixar saudades.

terça-feira, 9 de agosto de 2011

Chad Henne: o que esperar dele?

Muita gente, muita expectativa e uma grata surpresa...

É sábido por todos os que andam aqui que eu sempre fui um dos defensores de Chad Henne, até as 4 últimas partidas da temporada passada, quando pra mim as coisas tornaram-se insustentáveis. Para a maioria a conta tinha chegado antes, talvez na partida contra o Pats em casa, quando ele lançou 4 Ints. Ou até mesmo antes, sei lá. Em todo caso é consenso: precisamos de um QB. Mas para esta temporada serão os que ai estão e pelo andar da carruagem Henne será o Starter na primeira partida. Portanto temos que analisar como ele está até aqui na pré-temporada. E se formos olhar apenas para esta temporada ele está, digamos assim, promissor...

Antes de mais nada imagine-se na situação dele: duramente criticado e vendo os seus superiores indo atrás, com tudo, de um outro jogador para ocupar o seu lugar. Nada agradável, certo? Mas não para por ai, senão seria fácil demais. Teve ainda uma mudança de treinador, os corredores com os quais você já tinha entrosamento foram embora e ainda por cima você tem que ouvir todo santo treino: "We want Orton" ( queremos Orton ). E ainda, porque nada é fácil na vida de um QB do Dolphins pós Marino, você ainda é vaiado consistemente, até mesmo quando acerta. Não é, com certeza, um cenário atraente. Disso tenho certeza.

E ele próprio sabe que pode mais do que fez em grande parte da temporada 2010. Ele teve Interceptações em 13 dos 14 jogos dos quais tomou parte, mesmo tendo feito partidas boas ( Raiders por exemplo ), teve atuações patéticas ( Pats com maior exemplo ). Mas ele sabe que precisava dar uma resposta. E ela veio domingo.

No primeiro "coletivo" da pré-temporada vimos um Henne solto, a vontade no Pocket e distribuindo muito bem o jogo. Tomou uma interceptação, não poderia faltar, mas conectou 3 TDs para Brandon Marshall. Isso mesmo que você acabou de ler: 3 Tds. Mas alguns poderão dizer que era treino e tals. E era mesmo. Mas contra uma das melhores defesas da NFL. Um dado serve: Henne só lançou dois Tds para Marshall na temporada inteira de 2010. Domingo já superou essa marca. Mas, podem reiterar, era só um treino. Pois bem, nos treinos do ano passado inteiro ele só tinha lançado um único TD.

Isso quer dizer que ele agora é um excelente QB? Não, não é. E nem poderá sê-lo um dia, acreditem nisso. Mas ele pode fazer mais do que fez em 2010. Deixamos de precisar de um QB para o Draft de 2012? Não, eu ainda quero um QB, como prospecto para os próximos 15 anos. Quero e sei que todos ainda querem. Mas para 2011 Henne, acreditem também, ainda é a nossa melhor opção.

Andy Cohen ( que escreve para o site do Miami ) e Armando Salguero ( Miami Herald ) falam que existe um clima diferente no ar. E eu também e vai além de Henne ter ido melhor no coletivo. Vai de que as apostas feitas no Draft parecem estar frutificando e mostrando sucesso. Charles Clay deverá ser o FB Starter, deixando o Mister Quartas Descidas no banco!! Mike Pouncey está conseguido abrir os buracos para as corridas, como era esperado. Donald Thomas parece tudo aquilo que dele se espera. E sobretudo Brian Daboll parece ter conseguido fazer o ataque funcionar.

Isso quer dizer que tudo está perfeito? Não, e nem poderia. Mas é alentador ver o ataque fluir, com jogadas bem pensadas e com poucos erros de execução. Vai ser o suficiente para termos, após um hiato de duplo 7-9, uma temporada vencedora? Não sei. Mas que é animador, isso é. Se a Defesa virar Top 3 da NFL, as possibilidades serão enormes, quase que gigantescas.

segunda-feira, 8 de agosto de 2011

Miami divulgou a primeira prévia do Elenco

Trabalho duro e quente. Bem quente aliás. Se no Colorado estão morrendo de calor, imagina na cálida Flórida...

Conforme manda a regra da Liga, na segunda-feira antes da primeira partida da Pré-Temporada os times são obrigados a informar a situação dentro de seus elencos, que atualmente podem ter até 90 jogadores. Portanto você verá abaixo alguns nomes que nunca ouviu e provavelmente nunca mais irá ler em lugar algum. Mas são estes e nestes condições que estão em cada posição do time:

Ataque:
  • Quarterbacks: Chad Henne, Matt Moore, Kevin O´Connell e Pat Devlin;
  • Runningbacks: Reggie Bush, Donald Thomas, Lex Hilliard, Kory Sheets e Nic Grigsby;
  • Tight End: Anthony Fasano, Mickey Shuler, Jeron Mastrud e Dedrick Epps;
  • Wide Receiver 1: Brandon Marshall, Davone Bess, Roberto Wallace, Brooks Foster
  • Wide Receiver 2: Brian Hartline, Clyde Gates, Marlon Moore, Phillip Livas e Patrick Carter;
  • Light Tackle: Lyndon Murtha, Alan Barbre e D. J. Jones;
  • Light Guard: Richie Incognito, Ray Feinga e Matt Kopa;
  • Center: Mike Pouncey e Joe Berger;
  • Right Guard: Vernon Carey e John Jerry;
  • Right Tackle: Mark Colombo, Nate Garner e Ray Williams.

Observações: Você não bebeu e nem está louco ao não ver o nome de Jake Long na Lista. Acontece que jogadores que estão na Pup List simplesmente não treinam e portanto não podem serem relacionados. Surpreende-me que Bush seja o RB1 e Thomas o 2. Ao que parece Bess será mesmo o Slot nesta temporada. No mais, um monte de jogadores que com certeza não farão falta.

Defesa:

  • Light End: Kendall Langford, Tony McDaniel e Ryan Baker;
  • Nose Tackle: Paul Soliai, Ronald Fields, Frank Kearse e Johnny Jones;
  • Right End: Randy Starks, Phillip Merling, Jared Odrick e Robert Rose;
  • Linebackers ( Strong Side ): Koa Misi, Jason Taylor, Ikaika Alama-Francis e Quinton Spears;
  • Linebackers: ( Weak Side ): Cameron Wake, Jason Trusnik e Jonathan Freeny;
  • Inside Linebackers 1: Karlos Dansby, Austin Spitler, Mike Rivera e Mike Masterson;
  • Inside Linebackers 2: Kevin Burnett e A. J. Edds;
  • Cornerbacks (Light): Sean Smith, Will Allen, Benny Sapp e Vicent Agnew;
  • Cornerbacks (Right): Vontae Davis, Nolan Carroll, Nate Ness, Jose Perez e Jimmy Wilson;
  • Strong Safety: Yeremiah Bell e Tyrone Culver e Mark Restelli;
  • Free Safety: Chris Clemons e Reshad Jones.

Nesta lista eu fiquei surpreso com o fato de o Odrick ser apenas a terceira opção para RE, sem dúvida uma surpresa negativa, que ressalte-se. No mais apenas algumas alterações que podem mudar ainda durante a Trainning Camp, como a briga boa entre Clemons e Jones.

Special Teams

  • Kick Returner: Davone Bess, Clyde Gates e Phillip Livas;
  • Punt Returner: Davone Bess, Clyde Gates e Phillip Livas;
  • Kicker: Dan Carpenter;
  • Punter/Holder: Brandon Fields;
  • Long Snapper: John Denney

Se alguém esperava ver Reggie Bush como Retornador, acho que a lista acima joga isso por terra. E para retornador de qualquer coisa teremos Bess, Bess e mais Bess. Tomara que de certo.

Ontem foi um dia importante pra nossa temporada...

Ontem o Miami realizou, trazendo para um termo mais conhecido da maioria, o seu primeiro coletivo. Onde tivemos a primeira prévia dos prováveis Starters. Afinal Técnico nenhum realiza coletivo com os reservas, não é mesmo?

Estava devendo um post sobre quem será Starter posição por posição, mas o básico todos sabem. Ontem tivemos um coletivo e mais tarde posto as impressões sobre o "ótimo" treino. Existem apenas algumas poucas brigas:
  • Quarterback: Salvo algum hecatombe, quem será o Starter será Henne. Mesmo Moore se apresentando perto do nível de Henne ( pro bem e pro mal, diga-se ) não é o padrão de Sparano colocar o Starter do ano anterior no banco;
  • Runningback: Donald Thomas. Esse é certo, mas irá dividir as corridas com Reggie Bush, como todos já sabem;
  • Wide Receiver: Temos 3 Starters e o que falta decidir é quem será o Slot Receiver ( Bess ou Hartline ). Marshall com transtorno ou não é o #WR1;
  • Tight End: Anthony Fasano seguirá sendo a primeira opção, com Clay e Mastrud com reservas;
  • Offensive Line: Long, Incognito, Pouncey, Carey e Colombo. Portanto sem surpresa alguma.
  • Deffensive Line: Kendall Langford, Paul Soliai e Randy Starks. Me deixe meio que atônito ver que Odrick vai ser reserva de Langford. Phillip Merling será o de Starks. Existe uma briga interessante pra ver quem será o de Soliai;
  • Linebackers: Wake, Edds, Dansby e Misi. Taylor, como esperado, reserva é estranho tenho que admitir, mas é reflexo do momento atual. Outros nomes interessantes pra rotação como Burnett, Spitler...;
  • Deffensive Backs: Os tradicionais Smith e Davis são intocáveis. Reshad Jones parece que colocará Chris Clemons no banco e o interminável Yeremiah Bell sendo o outro Safety. Além deles temos Will Allen, Jimmy Wilson ( grata surpresa ), Nolan Carroll, Benny Sapp...;

Não esperem grandes mudanças sobre essas posições. E um aviso: Sparano falou que na sexta diante do Atlanta Falcons não teremos um plano de jogo definido, ou seja, o jogo fará parte de um treino comum. Podemos ficar frustados por não podermos ver uma prévia do ataque, mas por outro lado mostra a preocupação em treinar a exaustão.

domingo, 7 de agosto de 2011

Dois Toques - Blog do Dolphins nos EUA faz suas previsões.

Segundo uma das previsões, veremos mais conexões para TD entre os dois das fotos. Tomara que sim. Umas 15 eu já soltaria rojões... pra ser sincero, com 10 eu já faria isso...

Como praxe, e sempre é feito, quando uma matéria interessante aparece no Blog do Dolphins nos EUA ( ThePhinsider.com ) eu posto tópicos aqui e faço comentários paralelos, para não ser apenas uma cópia ( o que seria, além de deselegante, apropriação indevida de material ), vamos ao que foi postado lá:
  1. Mike Nolan tornará este defesa uma das três melhores da NFL - Meu post de ontem ( e aqui cabe um dado: foi o 11º post da semana, recorde neste ano ) já foi nessa direção, portanto, eu e o articulista pensamos na mesma direção. Miami tem um mestre em Defesas, tem peças em boa quantidade e jovens em bom ( ótimo ) desenvolvimento. Sam Fawless fala que Wake será o líder em sacks da NFL, aposta que Misi conseguirá 10 e fala que Davis passará para o grupo dos grandes DBs. Eu concordo com quase tudo, exceto o número de sacks apontado para Misi, até pela posição em que atua. E claro ele aponta Dansby como o líder desta defesa;
  2. Chad Henne terá uma temporada melhor em 2011. Como se fosse possível ele ser pior né, Fawless? Mas tem um fundo de sentido isso: temos um novo Coordenador Ofensivo, com histórico bom na NFL ( fez Derek Anderson ser Pro-Bowler!!! ) e com uma carreira, desde antes da Liga, sólida. O anterior Dan Henning era um ex-cowboys, que era treinador de RBs, ou seja, experiência zero com Quarterbacks. So isso já é possível esperar um Henne melhor em 2011. Mas existem outras possibilidades: se o OL melhorar como esperado e o jogo corrido funcionar, ele não terá que "virar" partidas. Em todo caso, reitero, pior do que ele foi em 2010 não dá. Ou será que dá? E Fawless fala que veremos mais TDs de Henne para Marshall. Se acontecerem mesmo, sensacional será;
  3. Thomas-Bush é um upgrade sobre Brown-Williams. Aqui eu não tenho tanta certeza assim. Mesmo que Thomas possa a vir confirmar sua forma de "demolir" tackles e conseguir, na marra, jardas extras, eu ainda assim acho que Bush não seja melhorar com relação a Ronnie Brown. Mas em todo caso é uma dupla bem mais jovem ( Williams terá 34 anos e Brown 30 ) e existe um histórico de lesões/punições na dupla. Tenho, contudo, que concordar que a dupla abre um leque diferente de opções em nosso backfield, que somadas a Lousaka Polite ( o mister quarta descidas - 9 em 11 tentativas em 2010 ) podem nos levar adiante. Se conseguirem, a previsão 2 ficará mais próxima de se concretizar.
  4. A Linha Ofensiva voltará ao Topo. Aqui também é uma previsão com boas chances de dar certo. Afinal temos qualidade, experiência e reforços interessantes. Mike Pouncey pode ser a solução pros problemas crônicos de Center que tivemos em 2010. Mark Colombo de RT e a mudança de Carey para RG tem tudo para se mostrarem acertadas. Jake Long dispensa citações e Ritchie Incognito e John Jerry irão se virar pra ver quem ficará de LG. Se nossa OL voltar a ser a segunda melhor da NFL, a previsão para os itens 2 e 3 ficam muito próximas de serem realidade.
  5. Previsão geral: 8-8. Segundo Fawless ficaremos atrás do Pats ( que segundo ele fazem 10-6 ou mais ) e empatados com o Jets, mas perdendo no confronto direto. Eu acho bem realista. O calendário é osso e tudo dependerá de como formos dentro da divisão. Vencendo uma ( ao menos ) de Pats e Jets e varrendo o Bills ( time mais fraco da divisão e talvez um dos piores de toda a NFL ), faríamos 4-2. Se o Pats bater duas vezes no Jets ( ou o contrário, tanto faz ) já estaríamos na frente de um dos dois. Com sorte e fazendo 9-7 podemos até ir pra Post-Season. Mas para isso será necessário que as previsões 2, 3 e 4 rolem na sua totalidade, talvez até mesmo para cima. Da previsão 1 eu não duvido que se concretize.
  6. Jogadores indicados pro Pro-Bowl. Cameron Wake ( podendo ser até o Deffensive Player do ano ) que liderá a liga em sacks e Vontae Davis, um dos líderes em interceptações. Correndo por fora, Jake Long. Com menores chances Brandon Marshall, pois este dependerá de Henne ou de outro QB. Este último comentário é meu mesmo. Não custa nada sonhar, certo?
Em suma é isto. Espero que tenham gostado e que se cumpram tais previsões. Se todas se confirmarem pra cima, até mesmo uma ida ao Super Bowl seria possível Mas sejamos francos: quantas vezes isso acontece? Poucas, portanto pensemos que uma ida à Post-Season seja bem complexa, mas não impossível...