quinta-feira, 10 de março de 2016

Um resumo do primeiro dia da Free Agency

Essa cena não irá se repetir em 2016...
Ontem teve início o período da Free Agency, quando os times podem contratar jogadores livres. Em suma, é o começo da temporada 2016. E se o começo determinar o final da mesma... estamos ferrados. Eis quem chegou e saiu:
  • Olivier Vernon, DE - Assinou um contrato insano de 85 milhões por 5 anos com o NY Giants, sendo 52 milhões garantidos. Loucura total, pois a média é de 17 milhões por temporada!!!
  • Lamar Miller, RB - Assinou com o Houston Texans por 26 milhões ( 14 deles garantidos ) para 4 temporadas. Esse é um valor que cabia em nosso Cap e simplesmente não entendo poque deixaram ele sair;
  • Rishard Matthews, WR - Assinou com o Titans;
  • Derreck Shelby, LB - Assinou com o Atlanta Falcons por 18 milhões, sendo 7,5 garantidos por 4 anos;
  • Mario Williams, DE - Assinou por duas temporadas por 16 milhões;
  • Isa Abdul-Quddus, S - Quem? Pois é, um total desconhecido, nem aparecia na lista dos melhores da posição na FA. E tem um motivo: ele era reserva no Lions, que está longe de ter a melhor secundária da Liga. Assinou por 3 temporada num total de 12,75 milhões ( média superior a 4 milhões por ano ), grana que teria sido melhor usada para manter Lamar Miller, certo?;
  • Sam Young, T - Quem(2.0)? Pois é... tudo bem que estamos com limitações se Cap mas assinar com duas perebas beira o ridículo. Ele estava no Jaguars e não era titular. Assinou pelo valor mínimo ( 760 mil ) e deve ser cortado. Ou deveria...;
  • Kiko Alonso, LB - Veio na troca com o Eagles. Saudável, deverá ser Statter;
  • Byron Maxwell, CB - Veio na troca com o Eagles e, com o corte de Grimes, deve ser Starter. Ou terá que ser, uma vez que ganha muito para o pouco que tem jogado recentemente. Re-estruturou seu contrato, baixando o peso no Cap.
Muito pouco, com certeza. Williams repõe - teoricamente - muito bem ( e mais barato ) a saída de Vernon, mas é mais velho. Maxwell é um CB pior do que Grimes, mas é mais jovem e pode manter o nível pois Grimes tenderia a seguir numa linha descendente na carreira. Alonso, se saudável, é melhor do que as opções para o setor, portanto - em tese, é uma boa adição. Além disso ainda está sob contrato de rookie, o que nos livra de overpay em um jogador do mesmo nível. 

Para repor a saída de Miller o time agora está atrás de CJ Anderson ( campeão do SB com o Broncos ), mas ele deverá pedir alto, talvez mais do que pagaríamos por Miller. Ou então aguardar o draft e tentar draftar alguém por lá. A saída de Matthews não traz grandes problemas pois o time tem, possivelmente, a melhor dupla jovem de WRs, precisando apenas escolher um no draft para compor o setor. Estranho foi o time deixar passar os 3 melhores Guards disponíveis no mercado quando o time, claramente, precisa de reforço no setor. 

Agora só temos um jogador no elenco oriundo do Draft de 2012, aquele que deveria ser o transformador da história da franquia. E isso é uma explicação clara do porque ainda não temos uma equipe forte, sobretudo quando perdemos os dois melhores daquela turma ( Vernon e Miller, respectivamente ) e um achado de sétimo round ( Matthews ). Miami segue ignorando a máxima de que é pelo Draft que se montam times vencedores. Duvida? Deixo esta imagem para seus espanto:


Nenhum comentário: