terça-feira, 29 de agosto de 2017

Jay Cutler parece bem a vontade em Miami

Cutler parece outra pessoa ou é apenas pré-temporada?
Sair da aposentadoria de QB e receber uma proposta de 13 milhões para jogar mais uma temporada podem mudar o patamar - nem que seja financeiro - de qualquer um. Esse é o caso de Jay Cutler, que tem entusiasmado a todos nos treinamentos. Ele, acreditem, está muito a vontade. E aqui começam as perguntas...

Primeiro não custa nada lembrar que Ryan Tannehill também estava assim nesta mesma época do ano passado. E a temporada dele não foi exatamente uma Brastemp... será que com Cutler será diferente? Ele tem uma vantagem que Tannehill não tinha: química com Adam Gase, nosso HC. Para Cutler não é como uma primeira vez, mas sim como voltar para casa e conhecer quase tudo.

Segundo qual Cutler será o que vai jogar: o de 2015 com Gase ou o do ano passado sem Gase? Ok, pode ser pegar no pé, mas é uma pergunta pertinente. O de 2015 é um QB para ser - até - Pro-Bowler, mas o de 2016... bom, este foi aposentado por falta de proposta para continuar jogando. O dos treinos parece na parte do tempo o de 2015. Seria ele capaz de se aproximar dos 30 TDs com no máximo 15/16 Ints, beirando as 4k jardas? Talvez seja pedir demais, é fato. Mas é aquela coisa, vai que ele consegue...

Por fim, uma outra pergunta pertinente: e Matt Moore nesta equação? Como ficará ele reserva de um ex-aposentado? Por enquanto, ele está bem mas resta o medo do que isso pode produzir de ruim no vestiário.

Nenhum comentário: